Entenda antes de comprar em Navegador GPS

Se pretende comprar um GPS é importante entender mais sobre eles

Dê um Zoom nos GPS e entenda tudo sobre estes navegadores

por Felipe Brito - Especialista em Tecnologia.

Quem utiliza o carro como principal meio de locomoção já se viu às voltas com um nome de rua que ninguém conhece, um endereço de festa absolutamente estranho, enfim, já se perdeu até mesmo dentro de sua própria cidade. Então, para quem erra demais seus caminhos, vai viajar para algum lugar que não conhece ou até mesmo mora em uma cidade muito grande, a melhor indicação é ter um GPS.

GPS é uma sigla que vem do inglês Global Positioning System. Ou seja: é um sistema que, através da rede mundial de satélites, consegue informar a localização das pessoas, vinte e quatro horas por dia, faça chuva ou faça sol, e em qualquer lugar do mundo.

Para você saber melhor sobre as vantagens de ter um navegador GPS, veja algumas informações importantes:

Os mapas são fundamentais no GPS

No caso do GPS, procure por modelos que tenham mapeadas as cidades por onde você costuma andar ou, claro, para onde você vai viajar. Se você fica só pelo país, não precisa comprar um GPS com mapas de América do Norte e Europa, por exemplo.

Uma dica importante é que a maioria dos modelos permite atualizações periódicas dos mapas, realizada pela internet. Afinal, o trânsito muda e novas ruas são criadas. Verifique se o modelo cobra algum tipo de assinatura antes de comprar.

O tamanho da tela do GPS também influencia

Hoje, temos disponíveis telas de até 12 polegadas. Mas lembre-se: para quem vai utilizar o GPS somente dentro do carro, quanto maior a tela, melhor será a visualização. Mas se pretende adaptá-lo à moto ou à bicicleta, opte por telas menores, como um GPS 5 polegadas ou um GPS 7 polegadas. As telas foscas são as melhores, porque refletem bem menos a luz do sol e qualquer luminosidade.

E a duração da bateria do GPS?

Caso você vá comprar apenas um GPS automotivo, saiba que a maioria pode também ser carregada diretamente pelo acendedor de cigarros do veículo. No entanto, quem pretende utilizar o GPS fora do carro, deve optar por modelos que tenham baterias recarregáveis. Pense sempre em sua necessidade, adaptando o tipo de percurso à autonomia do equipamento.

Para trajetos curtos, um GPS com 3 horas de bateria é suficiente. Se o trajeto for mais longo, o ideal são 4 horas ou mais de duração da bateria. Os modelos chamados de GPS Outdoor, mais usados para trilhas e em bicicletas, costumam durar até 15 horas. Em compensação, são mais caros que os modelos de GPS automotivos.

Preparamos algumas dicas que vão ajudar você não apenas na hora de escolher o navegador GPS ideal, mas também para quando for usá-lo:

- GPS tem que ter comando de voz e viva voz para indicar a sua direção. De nada adianta dirigir e ter que consultar visualmente a cada nova mudança de rota.

- Pesquise a quantidade de pontos de interesse já cadastrado na memória do aparelho e a flexibilidade de atualização. Isso faz toda a diferença na hora de achar um posto de gasolina no interior do país.

- Opte por modelos com processadores rápidos (400Mhz ou mais), pois isso fará o seu navegador GPS tomar decisões, refazer rotas e realizar consultas de forma muito mais ágil.

- Existem modelos que são verdadeiras centrais multimídia, passando fotos, vídeos e até GPS com TV Digital. Caso você já tenha equipamentos que realizem estas funções, concentre-se no fundamental, ou seja, mapas, pontos de interesse e uma boa tela.

- Para quem usa o GPS quase todos os dias, existem modelos com funções extras bem legais, como: identificadores de radar, cálculo de consumo de combustível, controle de velocidade média e até gravação de rotas.

Agora não tem mais motivo para você se perder por aí: escolha no Zoom o GPS perfeito para você.

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em navegador gps