AirTag: tudo sobre o dispositivo rastreador da Apple

Conheça as funções da AirTag, equipamento que rastreia objetos da Apple.

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Compartilhe:

O ramo de rastreadores pessoais está ganhando mais atenção das grandes fabricantes em 2021. A Apple lançou o seu próprio modelo, chamado de AirTag. O objetivo dele é simples: rastrear objetos perdidos usando iPhones que estejam próximos ao rastreador em questão.

Esse acessório tem o tamanho de uma moeda, bateria para um ano e até um pequeno alto-falante para emitir bips sonoros quando estiver longe do dono. O Zoom preparou uma matéria para te mostrar todas as funções do Apple AirTag, além de te mostrar os melhores preços para comprá-lo aqui no Brasil.

Se você pretende também trocar seu iPhone ou entrar no mundo Apple, veja também:

AirTag: Design

As AirTags Apple possuem até proteção contra água

O Apple AirTag tem o tamanho de uma moeda.
O Apple AirTag tem o tamanho de uma moeda.

A Apple AirTag tem o formato de uma moeda, com cerca de 3 centímetros de diâmetro e pesa apenas 11 gramas. Ela tem um acabamento emborrachado de um lado (que lá fora pode ser personalizado com um texto ou emoji) e de alumínio do outro, com a logo da empresa.

Para prender o dispositivo em objetos, ele conta com alguns “chaveiros” próprios, que são feitos de poliuretano ou couro europeu. O localizador da Apple ainda tem um alto-falante para poder emitir um bipe quando o usuário quiser buscá-lo. É válido destacar que ele ainda tem proteção contra água.

AirTag: como conectar

As AirTags Apple se conectam em um clique

O Apple AirTag traz uma conexão rápida com apenas um toque.
O Apple AirTag traz uma conexão rápida com apenas um toque.

Como já é de se esperar, os Apple AirTags se conectam apenas com o iPhone, mas o lado positivo é que assim como qualquer acessório da fabricante, a conexão aqui é super fácil. Basta dar um toque no iPhone, iPad ou Apple Watch para que a conexão seja feita. É possível dar nomes para as AirTags Apple, assim fica mais fácil ter controle sobre os múltiplos rastreadores.

AirTag: como funciona o rastreio

Entenda como funciona a tecnologia de rastreio das AirTags Apple

Entenda como funciona o rastreamento do Apple AirTag
Entenda como funciona o rastreamento do Apple AirTag

O Apple AirTag consegue se conectar a vários iPhones próximos enviando sinais de Bluetooth (de baixo consumo) com a localização atual do rastreador. Isso tudo é feito pela rede Buscar, que nada mais é que uma rede compartilhada que usa outros aparelhos da empresa para localizar o objeto perdido.

Após feito isso, esses aparelhos enviam a localização do acessório para o celular do dono da AirTag. Também é possível configurá-lo no “Modo Perdido”, assim quando ele é detectado por um aparelho na rede, o celular do dono recebe uma notificação automática. É válido ressaltar que todo esse processo é feito por meio do app “Buscar”, da própria Apple.

Se o dispositivo ficar separado do dono por muito tempo, ele começa a emitir sinais sonoros, indicando às pessoas próximas que está perdido ou mesmo que esteja se movendo com alguém que não é o proprietário. Dessa forma, a Apple ressalta que o rastreador não deve ser usado para rastrear pessoas ou animais, por exemplo.

Outra função interessante é a possibilidade de colocar informações pessoais de contato no AirTag, essas que podem ser lidas por qualquer smartphone que tenha NFC.

AirTag: segurança dos dados

As AirTags Apple têm garantia de segurança de informações pessoais

A Apple garante a segurança dos dados da AirTag.
A Apple garante a segurança dos dados da AirTag.

Todos esses sinais são criptografados e seguros, por isso não geram nenhum problema para os aparelhos próximos ou mesmo para o dono do dispositivo. A fabricante destaca que os dados e histórico de navegação nunca são armazenados na Apple AirTag, ou mesmo informações dos aparelhos que enviam a localização do acessório.

“Nem mesmo a Apple sabe a localização do seu AirTag ou a identidade do aparelho que ajudou a encontrá-lo”, ressalta a empresa na página oficial do produto.

AirTag: função exclusiva dos iPhones 11 e iPhones 12

Graças ao chip U1 é possível ter um rastreamento com precisão

Se você apenas perdeu o seu rastreador em casa, é possível ter uma busca mais precisa caso tenha algum iPhone da linha 11 ou 12. Com o chip U1 deles, é possível receber as direções exatas do acessório, inclusive pedindo à Siri para buscá-lo. O lado negativo é que isso só funciona até uma certa distância.

AirTag: bateria

As AirTags Apple possuem bateria para até um ano de uso

O Apple AirTag tem bateria para até um ano de uso.
O Apple AirTag tem bateria para até um ano de uso.

As AirTags Apple usam uma bateria do tipo CR2032, aquelas pilhas redondinhas que encontramos em relógios eletrônicos. A autonomia é de até um ano, sendo que a troca é fácil e barata de ser feita.

AirTag: preço

As AirTags já podem ser encontradas no Brasil a partir de R$ 308, sendo que no site oficial da Apple elas são vendidas por R$ 369, ou um pacote com quatro unidades por R$ 1.249.

Não é um valor barato, mas o acessório é uma boa escolha para aqueles que desejam rastrear objetos de valor usando tecnologia de ponta. Veja as melhores ofertas para os Apple AirTags aqui no Zoom.

Se você deseja um produto parecido, mas para usar com os celulares Android, dê uma olhada nas Smart Tags, da Samsung.

Veja mais tutoriais do mundo da Apple: