RTX 2060 e RTX 2060 Super: veja análise e saiba se elas valem a pena

As placas RTX são excelentes opções para quem está montando um computador potente

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

Se você está montando um “supercomputador”, com certeza chegou às placas RTX, que são algumas das mais potentes do mercado. Após o lançamento da série 3000, os modelos RTX 2060 e RTX 2060 Super ganharam mais olhares dos consumidores, que esperam uma queda no preço delas.

O Zoom preparou uma análise completa das duas placas para te mostrar quais são suas principais características e também as diferenças entre o modelo convencional e o Super. Veja a seguir mais informações sobre a RTX 2060 e RTX 2060 Super.

Se estiver fazendo uma pesquisa para decidir qual comprar, você pode ver também as melhores placas de vídeo do mercado.

Especificações técnicas da RTX 2060 e RTX 2060 Super

As placas de vídeo RTX 2060 possuem às tecnologias de Ray Tracing e DLSS (Foto: Shutterstock)
As placas de vídeo RTX 2060 possuem às tecnologias de Ray Tracing e DLSS (Foto: Shutterstock)

RTX 2060

Mesmo com o lançamento da série 3000 da NVIDIA, a RTX 2060 continua sendo uma placa considerada do “alto escalão” entre os modelos do mercado. Ela tem 6GB de memória VRAM, 1920 núcleos CUDA e uma frequência que chega a 1,710MHz.

A placa de vídeo RTX 2060 ainda conta com interface de memória de 192 bit, tem memória com velocidade de 14GB/s e consumo de 160W. Ela suporta múltiplos monitores e tem três portas DisplayPort e uma HDMI.

Além de potente, a RTX 2060 tem suporte às tecnologias de Ray Tracing, que melhora a iluminação das cenas, e ao DLSS, que usa inteligência artificial para aumentar a qualidade gráfica do jogo enquanto melhora sua performance.

RTX 2060 Super

A RTX 2060 Super é ainda mais potente, por isso tem 8GB de memória VRAM. A GPU também conta com mais núcleos CUDA (2176), porém a frequência de clock é um pouco menor, de 1,665MHz.

A placa possui uma interface de memória de 256 bit com a mesma velocidade de transmissão do modelo anterior, 14GB/s. O consumo de energia é um pouco maior, de 175W, e as tecnologias de Ray Tracing e DLSS foram mantidas.

As duas placas têm tecnologia G-Sync, que faz com que elas trabalhem em conjunto com monitores que também têm o recurso. Dessa forma, o FPS dos jogos fica mais constante e problemas de input lag, tearing e stuttering são eliminados da sua jogatina.

Desempenho em jogos da RTX 2060 e RTX 2060 Super

As duas placas conseguem rodar vários jogos em configuração gráfica no máximo (Foto: Shutterstock)
As duas placas conseguem rodar vários jogos em configuração gráfica no máximo (Foto: Shutterstock)

RTX 2060

A RTX 2060 foi feita para rodar os jogos atuais com alto desempenho e gráficos acima da média. Dependendo do jogo você poderá até colocar os gráficos no máximo e conseguir um FPS acima dos 60, sendo o mínimo recomendado para uma jogatina sem travamentos. A placa chega a oferecer o dobro de desempenho que os modelos GTX anteriores.

Em jogos como Valorant, CS:GO. Fortnite. Dota 2, Forza Motorsport 7, GTA V, The Witcher 3, entre outros, é possível jogar em 1080p com as configurações no máximo e FPS acima dos 60.

Para jogos mais pesados como o Assassin’s Creed Valhalla, Microsoft Flight Simulator, Cyberpunk 2077, Metro Exodus, entre outros, a placa fica abaixo dos 60 FPS com a configuração no máximo, mas nada que alguns ajustes de gráficos não resolvam isso para o jogo continuar com gráficos impressionantes e ter um desempenho melhor.

RTX 2060 Super

A RTX 2060 Super chega a ter 30 de FPS a mais que o modelo convencional (Foto: Shutterstock)
A RTX 2060 Super chega a ter 30 de FPS a mais que o modelo convencional (Foto: Shutterstock)

A RTX 2060 Super tem um ganho de 20 a 30 FPS em todos os jogos citados acima, o que é significativo, pois games que rodam com 40 de FPS na RTX 2060, por exemplo, passam a rodar com 70, então não é necessário reduzir as configurações.

A potência maior da placa também ajuda na hora de aplicar o Ray Tracing, recurso que melhora a iluminação e sombra dos jogos e é consideravelmente pesado. Para quem deseja jogar em gráficos quase que realistas, a RTX 260 Super é a placa recomendada.

Desempenho em renderização da RTX 2060 e RTX 2060 Super

Essas placas também são muito procuradas por profissionais que precisam rodar softwares pesados, principalmente aqueles que dependem de processamento gráfico. Dessa forma você poderá trabalhar com edição de vídeo e renderização 3D sem problemas de desempenho usando a RTX 2060 ou RTX 2060 Super.

Claro, o desempenho nesses casos não dependerá apenas da placa de vídeo, então é importante que você tenha o restante do hardware do computador à altura, incluindo um bom processador, para que o desempenho da placa não fique limitado. Veja os melhores processadores de 2021.

Consumo de energia

Não se esqueça de investir em boas fontes para as placas de vídeo RTX 2060 (Foto: Shutterstock)
Não se esqueça de investir em boas fontes para as placas de vídeo RTX 2060 (Foto: Shutterstock)

Por serem placas de vídeo de alto vídeo, ambas possuem um consumo de energia alto. A GeForce RTX 2060 tem 160W de potência e a fabricante recomenda uma fonte com potência de pelo menos 500W para ela, mas claro, a fonte terá que ser mais potente de acordo com o restante da configuração do seu computador.

A RTX 2060 Super não é muito diferente da sua irmã mais nova e tem um consumo de 175W, sendo que a fonte recomendada para ela é de 550W. As duas também atingem temperaturas parecidas, de 88 °C e 89 °C, respectivamente.

Se quiser montar seu setup com essas GPUs, você pode ver as nossas recomendações de melhores fontes para PC.

RTX 2060 e RTX 2060 Super: preços

A RTX 2060 está custando cerca de R$ 6.788, um valor alto devido à febre de mineração. Infelizmente isso fez com que todas as placas de vídeo tivessem seus preços nas alturas, então mesmo se você optar por modelos menos potentes, ainda pagará caro.

O modelo Super está em falta no mercado, mas, como ele é mais potente, é esperado que seja mais caro ainda. Veja abaixo as melhores ofertas para a placa de vídeo RTX 2060:

Conclusão

Não há dúvidas de que a RTX 2060 e RTX 2060 Super são placas de vídeo superpotentes e que conseguem ótimos resultados, sejam para aqueles que buscam um bom desempenho na hora de jogar ou para trabalhar com softwares pesados.

Os diferenciais delas são as tecnologias de Ray Tracing e DLSS, que prometem deixar os jogos ainda mais realistas e melhorar o desempenho ao mesmo tempo, fatores que geralmente andam em caminhos inversos.

Se você está montando um computador com hardware topo de linha, essas placas são ótimas opções de peças e conseguem rodar qualquer jogo atualmente, mesmo que em alguns, o desempenho tenha que ser reduzido. Caso queira opções ainda mais potentes, veja abaixo as nossas análises da série 3000:

Conheça o canal do Zoom no YouTube: