RTX 30: 5 curiosidades sobre as novas placas de vídeo NVIDIA

Novas GPUs da fabricante contam com tecnologias inovadoras e uso de inteligência artificial.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

As placas de vídeo da série RTX 30 são as novas GPUs da NVIDIA para 2020. Com a mudança para a arquitetura Ampere, as novas RTX 3070 e 3080 trazem desempenho muito superior do que a geração anterior, prometendo rodar jogos a 60 quadros por segundo até em resolução 4K.

A NVIDIA também apresentou a nova RTX 3090, projetada para ser a placa de vídeo mais potente do mundo. De acordo com a fabricante, ela consegue reproduzir imagens em 8K, também a 60 frames.

Para te deixar ainda mais por dentro das novas GPUs apresentadas pela NVIDIA, o Zoom preparou um artigo com algumas características e novos recursos oferecidos pela fabricante. Por isso, confira a seguir, cinco curiosidades sobre as novas placas de vídeo da série RTX 30.

Leia também: Melhores placas de vídeo para jogos em 2020: 8 modelos de GPU para comprar

Nova linha RTX 30 promete alta potência e apresenta design inovador. (Foto: Divulgação/NVIDIA)
Nova linha RTX 30 promete alta potência e apresenta design inovador. (Foto: Divulgação/NVIDIA)

Novas tecnologias

Abrindo nossa lista de curiosidades sobre a série RTX 30, a presença de novas tecnologias é um dos pontos de destaque. Agora com a arquitetura Ampere, a NVIDIA apresentou uma grande evolução no desempenho das GPUs, que agora conseguem reproduzir os jogos a 60 frames em resolução de até 8K.

Além da evolução no hardware do dispositivo, a fabricante aproveitou para anunciar novas tecnologias exclusivas da RTX 30 series. Com o NVIDIA Reflex, as placas conseguem reduzir a latência em jogos competitivos compatíveis com a tecnologia. Isso permite aos jogadores profissionais um melhor tempo de resposta em suas ações. Segundo a fabricante, o recurso promete reduzir a latência em até 50% em conjunto com os novos monitores de 360Hz fabricados pela Acer, Alienware, ASUS e MSI.

NVIDIA Broadcast é um novo recurso da fabricante (Foto: Divulgação/NVIDIA)
NVIDIA Broadcast é um novo recurso da fabricante (Foto: Divulgação/NVIDIA)

Buscando entrar ainda mais no mercado das streams, a NVIDIA também apresentou uma nova tecnologia para criadores de conteúdo. O NVIDIA Broadcast funciona como um plug-in que poderá ser baixado por usuários das placas RTX no site oficial da fabricante. A tecnologia garante transformar qualquer espaço em um estúdio doméstico, melhorando a qualidade dos microfones com inteligência artificial. Dessa forma, recursos como remoção de ruído, adição de efeitos da webcam e enquadramento automático são oferecidos.

Além das tecnologias acima, a fabricante também informou a presença do NVIDIA Omniverse voltado para cenas cinematográficas. O novo recurso também usa inteligência artificial e facilita o trabalho com luz e texturas de materiais, visto que esse é um dos pontos fortes do Ray Tracing. De acordo com o lançamento da empresa, é possível utilizar a webcam para movimentar personagens e fazer animações de rosto e voz.

Leia também: O que é DLSS 2.0? Entenda a tecnologia de otimização da NVIDIA

Design da Founders Edition

Outro ponto que chamou a atenção no lançamento das novas placas de vídeo é a mudança no design. A nova linha RTX agora conta com duas ventoinhas de resfriamento para evitar superaquecimento em razão da grande demanda de potência oferecida pela placa.

Para que isso fosse possível, os desenvolvedores da GPU tiveram que mudar o tamanho e o tipo do cabo de conexão, passando a ser uma única interface de 12 pinos. Para que a placa possa se adaptar às placas-mãe mais atuais, a NVIDIA disponibiliza um adaptador que vem incluso na compra das novas RTX.

Design Founders Edition garante alta dissipação de calor (Foto: Divulgação/NVIDIA)
Design Founders Edition garante alta dissipação de calor (Foto: Divulgação/NVIDIA)

Já na questão da emissão de ruídos, o novo design Founders Edition promete ser mais silencioso do que os coolers axiais tradicionais, ao mesmo tempo em que oferece quase o dobro do desempenho de resfriamento da geração anterior. De acordo com a fabricante, todos os aspectos das placas são projetados para maximizar o fluxo de ar, minimizar as temperaturas e possibilitar os mais altos níveis de desempenho com o menor ruído possível.

É importante lembrar que esse modelo "Founders Edition" é comercializado pela própria NVIDIA e não recebe suporte no Brasil. Para aquisição da GPU, o ideal é buscar placas de fabricantes como ASUS, Colorful, EVGA, MSI e Zotac, por exemplo.

Aumento do desempenho por watt

Para que o desempenho das novas RTX 30 fosse significativo, a NVIDIA precisou aumentar o desempenho por watt das GPUs. Para que isso fosse possível, a fabricante mudou completamente a arquitetura dos chips, saindo de 12 nm da Turing e entrando em 8 nm da Ampere, oferecendo até o dobro de velocidade na taxa de transferência de dados.

Essas inovações oferecem ao usuário uma maior taxa de frames por segundo mesmo em resoluções altas e gráficos excelentes. Com isso, a GPU mais básica apresentada pela NVIDIA - a RTX 3070 - é capaz de superar a RTX 2080 Ti em desempenho, sendo que a RTX 3080 promete oferecer o dobro de desempenho que a placa da geração anterior.

Linha RTX 30 teve aumento significativo no desempenho por watt. (Foto: Divulgação/NVIDIA)
Linha RTX 30 teve aumento significativo no desempenho por watt. (Foto: Divulgação/NVIDIA)

NVIDIA DLSS

O DLSS 2.0 é um dos grandes recursos oferecidos pela NVIDIA nas RTX 30 series. O recurso funciona por meio de uma inteligência artificial que é responsável por fazer com que os jogos rodem com uma qualidade gráfica alta e, ao mesmo tempo, com mais desempenho. Isso significa que se você rodar um jogo em resolução 4K com o recurso ativado, você terá praticamente a mesma qualidade gráfica e, em alguns casos, o dobro de FPS do que teria com a tecnologia desligada.

Para que isso funcione, o DLSS renderiza a imagem em uma resolução menor, e depois aumenta essa imagem para uma resolução maior. Nesse caso, a inteligência artificial consegue preencher todos os pixels que faltam sem atrapalhar na qualidade gráfica.

Leia também: RTX 3090, 3080 e 3070: preço e lançamento das placas de vídeo NVIDIA

Modos de uso do DLSS 2.0 (Foto: Reprodução/Youtube/NVIDIA)
Modos de uso do DLSS 2.0 (Foto: Reprodução/Youtube/NVIDIA)

O DLSS 2.0 oferece três modos de uso para o jogador: qualidade, equilibrado e desempenho. Eles servem para o usuário priorizar o que vai querer em cada jogo, se é uma imagem melhor e com mais detalhes, mais performance ou uma combinação dos dois, com um bom desempenho e boa qualidade final de imagem, mas sem chegar ao máximo de ambos.

O resultado é uma imagem em alta resolução, sem serrilhado e com ganho expressivo de desempenho quando comparado ao mesmo jogo rodando na resolução nativa sem o recurso. Desta forma, é possível executar jogos em 8K com até 60 quadros por segundo.

Parceria com jogos como Fortnite, Cyberpunk 2077 e Valorant

Para que os novos recursos já estivessem disponíveis após o lançamento das novas RTX 30, a NVIDIA trabalhou em conjunto com desenvolvedores de alguns estúdios para que os jogos atuais já fossem compatíveis. Desta forma, jogos como Fortnite, Valorant, Minecraft e Call of Duty: Warzone já têm suporte ao Ray Tracing de alto desempenho e a outros recursos como NVIDIA DLSS e NVIDIA Reflex.

Além disso, jogos que estão com lançamentos marcados também são parceiros da fabricante. De acordo com a NVIDIA, Cyberpunk 2077, Call of Duty: Black Ops Cold War e Watch Dogs: Legion também serão compatíveis com as novas tecnologias após seus lançamentos.

RTX 30 foi desenvolvida em parceria com estúdios de grandes jogos. (Foto: Divulgação/NVIDIA)
RTX 30 foi desenvolvida em parceria com estúdios de grandes jogos. (Foto: Divulgação/NVIDIA)

Fichas técnicas das GPUs

GeForce RTX 3090

  • Núcleos CUDA: 10.496
  • VRAM: 24 GB GDDR6X
  • Preço: 1499 dólares
  • Lançamento: 24 de setembro de 2020

GeForce RTX 3080

  • Núcleos CUDA: 8.704
  • VRAM: 10 GB GDDR6X
  • Preço: 699 dólares
  • Lançamento: 17 setembro de 2020

GeForce RTX 3070

  • Núcleos CUDA: 5.888
  • VRAM: 8 GB GDDR6
  • Preço: 499 dólares
  • Lançamento: outubro de 2020

Leia também: