Cringe: entenda o significado e saiba o que fazer para fugir dessa

Ainda não sabe o que significa "cringe"? Confira tudo sobre o assunto que virou polêmica na internet

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

Compartilhe:

Não dá para negar: o termo “cringe” já é uma febre entre os usuários da internet. De origem inglesa, a palavra não possui uma tradução literal, mas costuma ser utilizada para definir situações constrangedoras (e/ou desconfortáveis) vivenciadas por uma pessoa. Nas redes sociais, especialmente no Twitter, a gíria “cringe” virou uma espécie de adjetivo para definir cenários dignos de vergonha alheia, e ganhou destaque em um conflito entre a Geração Z e os Millennials.

Mas, calma! Se você ainda não entendeu essa nova expressão da internet, nós podemos te ajudar. A seguir, confira tudo o que você precisa saber sobre o assunto – incluindo dicas para fugir dessa ou assumir o seu verdadeiro eu “cringe”.

Afinal, o que significa cringe?

O termo “cringe” se popularizou na internet e significa quase uma vergonha alheia (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
O termo “cringe” se popularizou na internet e significa quase uma vergonha alheia (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Antes de aderir o termo “cringe” ao seu vocabulário, é importante entender o significado por trás dessa expressão. Em inglês, a palavra nada mais é do que um verbo que significa algo parecido com “encolher-se”, “retrair-se” ou “aninhar-se com medo”.

Justamente por isso, a palavra “cringe” costuma ser utilizada para se referir a cenários ou coisas que causam constrangimento ou vergonha. Ou seja: é como se alguém quisesse “se encolher” até desaparecer para não precisar lidar com o sentimento de vexame gerado por uma situação.

O que é cringe?

Depois de entender o significado de “cringe”, você deve estar se perguntando o porquê dessa intensa repercussão, certo? Na verdade, tudo começou com um simples tweet feito pela podcaster Carol Rocha, conhecida como @tchulim.

Na publicação no Twitter, ela questionou o que os jovens consideram “vergonha alheia” para os Millennials – nascidos entre 1980 e 1994. A pergunta gerou um intenso debate e popularizou o termo “cringe”, que foi utilizado para substituir a gíria “mico”.

Entre as respostas dadas pela Geração Z, aqueles nascidos entre 1995 e 2010, destacaram-se algumas situações curiosas. Usar peças como calça skinny e sapatilha de bico redondo, por exemplo, foram algumas delas.

Além disso, gostar de Harry Potter e até mesmo tomar café também são atitudes ditas como “cringe” pelos mais jovens. No mais, vale lembrar que, antes de chegar ao Twitter, o termo “cringe” já era utilizado pela Geração Z no TikTok, aplicativo popular entre eles.

Geração Z vs Millennials

O embate entre a Geração Z e os Millennials ficou escancarada com a exposição do termo "cringe" (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
O embate entre a Geração Z e os Millennials ficou escancarada com a exposição do termo "cringe" (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Após o tweet publicado no último dia 17, a palavra “cringe” tomou conta da internet. Brincadeiras, testes de personalidade e propagandas publicitárias adotaram o novo meme. O que quase ninguém imaginava era que o termo “cringe” criaria um verdadeiro conflito entre gerações.

Isso porque as opiniões e os pensamentos (diferentes) da Geração Z e dos Millennials fizeram com que a palavra “cringe” fosse utilizada para questionar e associar desconfortos antigos. Entre eles, podemos citar o uso das hashtags, sair de calça skinny, assistir telejornais, não conhecer as tendências do TikTok, usar emojis, e muito mais.

Os memes sobre Cringe

Como todo assunto que ganha destaque na internet, é claro que o termo “cringe” também resultaria em uma série de memes. Aproveitando o gancho, usuários, famosos e até mesmo grandes empresas têm utilizado a gíria de diferentes formas.

Quizzes de personalidade e listas de costumes considerados “cringe”, por exemplo, estão em alta – tornando o debate ainda melhor (e mais engraçado). Veja, a seguir, os memes por trás da nova expressão:

Como não ser cringe?

Se você chegou até aqui, já deve ter notado que não é preciso muito para ser considerado “cringe”. No entanto, existem algumas medidas simples que podem te ajudar a fugir desse “rótulo”, e nós podemos provar. Dá só uma olhada nas dicas (valiosas, por sinal) que preparamos sobre como não ser “cringe”:

Se jogue no TikTok

Você ainda usa o Facebook? Se sim, está na hora de deixar de lado essa rede social “cringe” e se jogar no universo do TikTok! Superando até mesmo o Instagram no número de downloads, o aplicativo traz conteúdos virais e interativos. Coreografias divertidas, desafios interessantes e dublagens, por exemplo, são algumas das tendências que bombam no TikTok.

Para virar um verdadeiro tiktoker e deixar de ser “cringe”, o primeiro passo é investir em um bom smartphone. Nesse caso, vale apostar no iPhone 11, que permite gravar vídeos em 4K, a 24, 30 ou 60 fps, o que possibilita vários recursos na edição, como captura de frames e câmera lenta.

Além disso, é importante ter um cenário com boa iluminação. Caso não seja possível, você pode melhorar a luz usando uma ring light. No mercado, é possível encontrar modelos com ou sem tripé, que podem ser controlados pelo celular.

Tome um café gelado

Nem mesmo o clássico café foi poupado na lista de coisas "cringe". Na verdade, a nova onda entre os jovens é o café gelado e cremoso. Para fazê-lo, o ideal é investir em modelos de cafeteiras modernas, como as que fazem cappucinos e outras bebidas com leite.

A B.blend, da Brastemp, oferece água purificada natural, gelada, com gás e quente, assim como 24 tipos de bebidas em cápsulas. Além desta, outra alternativa para fazer um café gelado de forma prática é a Essenza Mini C30, da Nespresso. Compacta e de fácil manuseio, ela garante a temperatura ideal para o sabor de café expresso que mais te agrada.

Invista no cabelo partido ao meio

Para surpresa de alguns, o cabelo de lado também virou um visual “cringe”. De acordo com a Geração Z, o look é ultrapassado e deve ser substituído pelos fios repartidos ao meio. Para conquistar um penteado impecável, que tal adquirir um acessório de beleza que seca e modela o seu cabelo?

A escova secadora Beauty Rose, da Philco, é uma excelente opção. Com 1200W de potência, ela possui múltiplas cerdas, o que garante mais agilidade na hora de pentear e secar os fios. Outra vantagem do item é o cordão giratório 360º, que permite maior liberdade e mobilidade ao usuário.

Assista filmes em streaming

Ok, ninguém precisa saber que você é do tempo da Blockbuster. Atingindo altos níveis de “cringe”, a maior rede de locadoras de filmes e games ficou no passado. A partir de agora, você pode (e deve!) investir no serviço de streaming, como Netflix e Prime Video.

Para substituir a televisão comum por uma TV com acesso aos melhores streamings sem gastar muito, o Chromecast é a solução. A terceira geração do acessório, por exemplo, pode ser usada em qualquer aparelho que tenha entrada HDMI, além de ter um ótimo custo-benefício.

Comece a ouvir K-POP

Esqueça aquela velha história de que K-POP é “cringe”. Substituindo bandas clássicas da era dos Millennials, como Raça Negra (sim, acredite!), o novo gênero mundial é uma verdadeira tendência entre os jovens dos anos 2000.

Para dar play nos melhores singles, nada de utilizar dispositivos ultrapassados, ok? Nesse caso, o uso de uma Alexa é a melhor opção. Programada para entender e falar o português brasileiro, ela é capaz de tocar uma música no Spotify ou Deezer – basta você pedir!

Use uma calça wide

Não importa o quanto você seja apegado à calça skinny, para deixar de ser “cringe”, ela deve sair do seu guarda-roupa. Nesse caso, vale substituí-la pela nova tendência do momento: a calça wide.

Com uma modelagem ampla, a peça pode ser utilizada de diferentes formas e em diversas ocasiões. Para garantir um look menos “cringe” e mais cool, a nossa sugestão é combinar a calça com tênis modernos, como o Jordan Air 1. Queridinho entre os jovens, o tênis da Nike une conforto e estilo.

E se eu quiser ser cringe?

Sabe aquele velho ditado de “você não é todo mundo”? Ele também se encaixa quando o assunto é ser ou não “cringe”. Mesmo que todos na internet estejam buscando formas de fugir dessa, você não precisa seguir os mesmos passos. Está tudo bem gostar de Disney, Harry Potter, “litrão”, emojis e calça skinny. Liberte o verdadeiro “cringe” que existe em você!

Você pode gostar de Disney

Muitos dos clássicos filmes da Disney moldaram a infância dos millennials e, até mesmo, de alguns jovens da Geração Z. Então, por que abandoná-los agora? Assuma a sua personalidade “cringe” e, de quebra, assista as produções do Disney Plus em alta resolução.

Investir em uma Apple TV, por exemplo, pode garantir uma resolução 4K e a tecnologia Dolby Atmos, a mesma usada em salas de cinema. Já pensou? Até mesmo quem acredita que gostar de Disney é “cringe” não vai querer ficar de fora dessa!

Ou de Harry Potter

Se gostar de Harry Potter é “cringe”, a gente é “cringe” até demais! Com milhões de cópias vendidas, a saga que narra as aventuras do jovem bruxo criado por J. K. Rowling não deve ser deixada de lado.

Leu Harry Potter e ficou com saudades da escrita? Ou nunca leu, mas gostaria de conhecer e virar um verdadeiro “cringe”? Dê uma olhada nas ofertas para o box completo da saga! Ah, e se você ama Harry Potter a ponto de ter um quarto Harry Potter, se liga nesse artigo!

E, é claro, de litrão também

Se você já usou frases como “Traz um litrão aí!” ou “Quanto custa o litrão?”, já pode se intitular um verdadeiro “cringe”. A gíria, utilizada para designar uma garrafa de cerveja, é considerada ultrapassada pelos jovens.

Para dar um upgrade no selo “cringe” de qualidade, você pode investir em um chopperia e transformar qualquer cerveja que vem na garrafa em um chopp. A chopeira portátil Xiaomi, por exemplo, cria uma espuma densa e leve, deixando a cerveja menos amarga. Além disso, sua portabilidade permite utilizá-la em qualquer lugar, desde que esteja com pilhas carregadas.

A discussão sobre ser ou não ser “cringe” segue nas redes sociais e, agora, você já pode entrar no papo!