Xiaomi Mi TV Stick: vale a pena comprar essa TV box?

Analisamos a ficha técnica do Mi TV Stick, a TV Box portátil da Xiaomi, que chega com resolução Full HD e 8GB de memória

Maria Paula BrunoEstagiária

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

O Mi TV Stick, a TV box da Xiaomi, chegou ao Brasil em agosto de 2020 e bate de frente com o Fire TV Stick, da Amazon, por ambos serem compactos. O Mi TV vale muito a pena para quem deseja usar aplicativos na televisão, acessar à internet e busca resolução Full HD. Já para quem procura uma resolução maior, como a 4K, a Mi Box S, o modelo mais parrudo da marca, cumpre essa função.

Leia também: Testamos a Mi Box S, a TV box com resolução 4K e Chromecast integrado!

O objetivo de uma smart TV box é transformar a TV em smart, fornecendo mais tecnologia para aparelhos antigos ou sem conexão com internet. Dito isso, analisamos a ficha técnica do Mi TV para descobrir se realmente vale a pena optar pelo modelo para cumprir esta função. Dê um Zoom!

Ficha Técnica do Xiaomi Mi TV Stick:

  • Processador: Cortex-A53 Quad-core 2GHz;
  • Memória RAM: 1 GB;
  • Armazenamento interno: 8 GB;
  • Sistema operacional: Android TV (9);
  • Resolução máxima: Full HD
  • Formatos de vídeo compatíveis: RM, MOV, VOB, AVI, MKV, TS, MP4, 3D;
  • Formato de HDR compatível: Não suporta;
  • Extras: tecnologia Chromecast integrada;
  • Decodificador de áudio: Dolby DTS;
  • Conectividade: Wi-Fi e Bluetooth 4.2;
  • Portas: 1x HDMI 2.0A, microUSB e 1x saída de áudio;
  • Dimensões (A x L x P): 1,5 x 3 x 9,3 cm;
  • Peso: 28 g.

Imagem

Mi TV reproduz imagens em Full HD

Aparelho com saída USB e controle remoto do Mi TV Stick. (Imagem:Divulgação/Xiaomi)
Aparelho com saída USB e controle remoto do Mi TV Stick. (Imagem:Divulgação/Xiaomi)

O Xiaomi Mi TV Stick reproduz imagens em Full HD (1080p) a 60 fps (quadros por segundo), ou seja, não tem suporte para resolução 4K. Nesse aspecto, então, fica para trás em relação à linha antecessora da marca, a Mi Box S. Entretanto, ainda está dentro dos padrões dos demais modelos compactos, que chegam com esse formato de pen drive, como a Fire TV Stick mencionada anteriormente.

A resolução, a princípio, pode soar como um ponto negativo, mas vale lembrar que a TV box reproduz a qualidade máxima que a TV em que ela está instalada conseguir. Isto é, para uma imagem em Full HD, por exemplo, é necessário que a televisão também tenha suporte a este formato. Caso contrário, será exibida a qualidade máxima que a TV alcançar. Então, em verdade, o Mi TV entrega um bom resultado, principalmente se você não tem uma tela 4K.

Sistema operacional

Xiaomi Mi TV Stick roda os aplicativos sem problemas

O Mi TV roda aplicativos, como Netflix e Prime Video, de maneira fluida. (Imagem:Reprodução/Shutterstock)
O Mi TV roda aplicativos, como Netflix e Prime Video, de maneira fluida. (Imagem:Reprodução/Shutterstock)

O sistema operacional usado no Mi TV é o Android TV (9), simples e com interface personalizável. O uso do serviço permite a conexão com a Google Assistente e demais aplicativos do Google - uma boa notícia para os que já tem o sistema Android no smartphone, pela possibilidade de maior integração. O controle remoto tem poucos botões e conta com um específico para Netflix e outro para o Prime Video.

Sobre processador do Mi TV Stick, é um quad-core - tecnologia com 4 núcleos que torna o processamento mais rápido - e tem memória RAM de 1 GB. Apesar da pouca memória RAM, principalmente quando comparada com a da Mi Box S, o aparelho roda os apps mais conhecidos sem apresentar travamentos. Já no armazenamento interno, a smart TV box da Xiaomi dispõe de 8 GB para concentrar os aplicativos, baixados através do Google Play Store.

Aqui, é importante mencionar que, mesmo que você já tenha uma smart TV, a TV box pode ser útil, uma vez que permite o uso de um sistema operacional diferente do que a tela oferece. Modelos mais antigos da Samsung não são compatíveis com o Disney Plus, por exemplo, então, se quiser ter acesso ao app, essa é uma opção mais barata e prática do que procurar uma nova televisão.

Funções inteligentes

O Mi TV chega com suporte para a Google Assistente

O controle conta com acesso direto à Netflix e Prime Video e o botão colorido do Mi TV ativa o microfone para o comando de voz. (Imagem:Divulgação/Xiaomi)
O controle conta com acesso direto à Netflix e Prime Video e o botão colorido do Mi TV ativa o microfone para o comando de voz. (Imagem:Divulgação/Xiaomi)

Como mencionamos, o Mi TV vem equipado com o sistema operacional Android TV, que tem suporte para a Google Assistente, assistente virtual do Google. Por isso, conta com recursos inteligentes interessantes. A assistente é acionada por comando de voz através do controle remoto, no botão do microfone, e é capaz de realizar diversas funções, como recomendar conteúdos baseados na navegação, informar a previsão do tempo, abrir aplicativos, dentre outros - tudo isso sem precisar digitar!

Além de comandar a televisão, o controle do Mi TV também é capaz de se conectar com os demais aparelhos smart da casa - desde que tenham a mesma assistente virtual. Por exemplo, se você tem um ar-condicionado com suporte à Google Assistente, é possível ligá-lo e desligá-lo apenas com o comando de voz. Basta conectar os dois através do aplicativo da assistente, que pode ser baixado tanto no celular iOS quanto no Android.

Leia também: O guia da casa inteligente: como automatizar sua casa

Por fim, outra função inteligente dessa TV box é a transmissão de conteúdos a partir do celular. É possível espelhar a tela, assim como um Chromecast do Google faz - sem uso de cabos HDMI e sem interrupções na reprodução por ligações no telefone ou mensagens recebidas.

Custo-benefício

O Mi TV Stick vale a pena?

Atualmente, o Mi TV pode ser encontrada por R$ 310, mais barato que o rival direto, a Fire Stick da Amazon. Considerando o preço, essa TV box vale a pena para os que buscam as funcionalidades oferecidas.

O produto transforma uma TV convencional em uma smart TV e oferece as funções de um Chromecast, interessantes até para os que já tem uma televisão com internet, por um bom custo-benefício. Como ponto negativo, o Xiaomi Mi TV Stick não tem suporte para resolução em 4K, mas, vale ponderar se esse é realmente um fator decisivo para a compra.

Leia também: