TV LED, QLED, OLED e LCD: quais as diferenças entre esses tipos de telas?

Entenda o que muda entre as principais tecnologias para telas de TVs

Gabrielle NunesEditor(a)

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

Compartilhe:

Você sabe a diferença entre os tipos de telas de TV LED, QLED, OLED e LCD? Se você já comprou uma TV, com certeza já se deparou com alguns desses termos, mas é normal não saber exatamente o que cada um deles significa. Não tem mistério: essas letras nada mais são do que os nomes das tecnologias usadas nas telas das TVs.

Para entender um pouco melhor sobre essas tecnologias e aprender a escolher a TV ideal para você, preparamos esse artigo explicando as principais diferenças entre a TV LED, QLED, OLED e LCD.

TVs NanoCell: entenda o que significa essa nova tecnologia!

TV LCD é uma das tecnologias mais antigas nas televisões de tela plana

O LCD foi muito popular entre as primeiras TVs planas (Imagem: Reprodução/Sony)
O LCD foi muito popular entre as primeiras TVs planas (Imagem: Reprodução/Sony)

Muito comum entre as primeiras TVs de tela plana, o LCD é mais difícil de encontrar nas smart TVs atuais. Ainda assim, você ainda pode encontrar alguns modelos que usam essa tecnologia. A sigla representa Liquid Crystal Display (Display de Cristal Líquido, em português) e significa que esse tipo de tela usa cristais líquidos e lâmpadas fluorescentes para produzir as imagens.

Ou seja, a tela é iluminada inteiramente, o que pode reduzir o contraste das imagens. Esse tipo de tela também não alcança os níveis de brilho do LED. Por isso, o LCD é mais indicado para ambientes com boa iluminação, tendo a vantagem de refletir menos que outras tecnologias.

O LED é a tecnologia de telas de TV mais popular (Imagem: Reprodução/LG)
O LED é a tecnologia de telas de TV mais popular (Imagem: Reprodução/LG)

Sucessor das telas de LCD, o LED (que significa Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz em português) é umas das tecnologias mais comuns nas TVs mais atuais. Ela contém pequenos pontos luminosos coloridos, que iluminam uma tela - que pode ser de LCD - e geram as imagens.

Isso proporciona uma capacidade de brilho mais alto e também maior contraste entre as cores, melhorando a qualidade das imagens. Além disso, as telas de LED são mais finas e mais econômicas que as de LCD.

OLED é uma das tecnologias mais modernas entre as telas de TV

As telas de OLED têm a melhor qualidade atualmente (Imagem: Reprodução/LG)
As telas de OLED têm a melhor qualidade atualmente (Imagem: Reprodução/LG)

Como o nome já indica, o OLED é um tipo de LED, mas usa uma tecnologia mais moderna para gerar imagens na tela. A sigla significa Diodo Emissor de Luz Orgânica, o que indica que os nanocristais se autoiluminam de acordo com as imagens transmitidas. Assim, as telas de OLED conseguem alcançar tons escuros mais puros.

Além disso, as TVs com esse tipo de tela também têm mais contraste e cores mais nítidas e reais, o que contribui para a alta qualidade de imagem. Outra vantagem é que os aparelhos que usam OLED têm as telas mais finas do mercado. Por outro lado, elas também são as TVs mais caras.

QLED popularizou as telas com altíssima resolução

As telas de QLED são mais acessíveis que o OLED (Imagem: Reprodução/TCL)
As telas de QLED são mais acessíveis que o OLED (Imagem: Reprodução/TCL)

Se você busca uma TV com altíssima resolução, mas não quer investir o valor necessário para uma tela OLED, o QLED é uma ótima alternativa. Ela também tem nanocristais que podem ser iluminados individualmente, com a diferença de que eles não se autoiluminam. Ou seja, precisam de iluminação traseira.

A vantagem em relação ao LED comum é que, com a possibilidade de controlar cada pixel individualmente, é mais fácil conseguir um alto contraste e brilho, além de atingir cores mais vibrantes e tons pretos mais puros - embora um pouco menos puros que no OLED.

Quer conhecer mais diferenças entre as principais tecnologias de telas? A gente fala mais sobre isso aqui.

Leia também: