Zoom indica em TV

Vale a pena comprar uma TV sem conversor digital integrado?

Como ter imagem em alta definição da melhor maneira possível.

por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

Com a distribuição do sinal de televisão digital de forma aberta em todo o território nacional, as cidades que já possuem cobertura podem assitir TV em alta definição e com interatividade de forma gratuita.

As vantagens nesse tipo de transmissão são muitos: as imagens são sem chuviscos, não existem imagens fantasma e você ainda pode acessar conteúdos complementares. Desde que, é claro, você tenha um conversor digital.

Este conversor digital, também chamado de set-top-box, poderá ser comprado separadamente e acoplado à sua televisão, ou pode já vir embutido em TVs com conversor digital integrado. Neste comparativo vamos conhecer as diferenças de se ter uma televisão com ou sem o conversor digital.

Qualidade do sinal

A rigor, contando com o sinal em sua região a qualidade da imagem será a mesma. Tudo dependerá da qualidade do sinal do local onde sua TV estiver instalada.

Atualização do Software

De tempos em tempos, o firmware (programa interno dos equipamentos) precisa ser atualizado. Nos casos em que o conversor digital é integrado, este tipo de atualização só é possível caso o modelo tenha acesso à intrernet, um modelo Smart TV. Do contrário só na autorizada, o que desestimula 99% dos consumidores. No modelo externo, a atualização também é feita via web, mas de forma bem mais simples, já que estamos falando de um equipamento ultraportátil. De qualquer forma, vale lembrar que a atualização do produto não vai interferir na qualidade da imagem que continuará em alta definição, mesmo que você não atualize. Esse procedimento vale mesmo para quem tem conversor com interatividade.

Portabilidade

Você pode retirar o conversor digital de sua TV e utilizar em um novo modelo que venha a comprar. Quando o conversor é integrado, ele fica na TV e não tem como ser retirado para ser colocado em outro aparelho.

Interatividade

As TVs com conversor embutido possuem, em sua maioria, apenas o conversor digital, possibilitando a recepção do sinal de TV digital em alta definição, mas sem interatividade. Somente alguns poucos modelos com conversor integrado interativo. Já os aparelhos que utilizam um conversor externo, que contam com o modelo DTVi, além da recepção digital, possuem também o middleware Ginga, um sistema embarcado no equipamento que possibilita a interatividade com a emissora. Você pode, por exemplo, conferir a escalação do seu time enquanto assiste o jogo de futebol ou ler o resumo da novela ao mesmo tempo que estiver vendo o capítulo.

Por último, vale lembrar que a maioria das TVs de alta definição já vem com o conversor. Você até encontra modelos sem conversor, mas são poucos. Se você vai usar pouco a questão da interatividade, aposte em um modelo com conversor integrado e economize um dinheirinho que seria destinado para a compra do conversor independente (já encontrado por preços acessíveis). Caso queira aproveitar esse novo tipo de interação com a TV, vale apostar em um conversor separado que já venha com essa tecnologia, visto que as TVs com conversor digital interativo são mais caras e pode sair até mais em conta comprar TV e conversor separadamente.

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em tv