Celular esquentando muito? Entenda as causas do problema

Por que o celular esquenta? Entenda os motivos e veja como resfriar o celular

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

Qualquer eletrônico está sujeito a passar por problemas de superaquecimento. No caso dos smartphones, celular esquentando pode indicar algum problema com o aparelho. Os motivos podem ser vários, como o uso prolongado em aplicativos pesados, bug no sistema operacional, bateria defeituosa, algum componente interno defeituoso, entre outros.

No entanto, é sempre importante monitorar o celular para que isso não aconteça, pois o superaquecimento pode causar problemas que deixam os aparelhos inutilizáveis em alguns casos. Seu celular está esquentando muito? Nós montamos um guia completo para te ajudar a identificar o possível problema e como resfriar o celular.

Se você está precisando de um smartphone novo, vale conferir também as listas com os melhores modelos de 2021 e com os aparelhos que têm bom custo-benefício. Outra dica é conhecer os melhores celulares por faixa de preço e os telefones mais vendidos do Zoom.

Celular esquentando: quais são os motivos?

Entenda por que o celular esquenta

Celular esquentando: entenda por que o celular esquenta (Foto: Shutterstock)
Celular esquentando: entenda por que o celular esquenta (Foto: Shutterstock)

Existem três partes dos celulares que são as que mais esquentam, sendo elas: bateria, tela e processador. Todas estão diretamente relacionadas com a corrente elétrica que percorre os condutores por determinado tempo, e quanto maior for o poder de processamento, mais consumo de energia e calor será gerado.

Dessa forma, se você estiver assistindo a um filme no smartphone com a tela em seu brilho máximo, por exemplo, o aparelho vai esquentar. Se você estiver jogando m game pesado por várias horas ininterruptas, ele também vai esquentar.

Celular esquentando enquanto carrega, por exemplo, nem sempre é sinônimo de problema, principalmente, se você estiver usando o carregamento rápido. Isso também vai deixá-lo com temperaturas mais altas, já que naquele momento o aparelho estará diretamente recebendo energia de outra fonte.

Esses são apenas alguns dos casos, mas existem outros fatores que contribuem para que o celular esteja esquentando muito, por exemplo:

  • Muitos apps executando em segundo plano;
  • Um bug no sistema operacional;
  • Um bug em qualquer aplicativo que esteja em execução;
  • Ligações telefônicas longas;
  • Apps que são muito pesados para o processador ou GPU do aparelho;
  • Restauração com backup;
  • Papeis de paredes que são animações 3D;
  • Bateria defeituosa;
  • Celular infectado por vírus.

Além disso, também existem condições externas que ajudam o aparelho a ficar em altos níveis de temperatura. Uma capa protetora que esteja isolando o calor no aparelho, deixar o celular em um local quente, usá-lo embaixo de sol forte, entre outras situações, podem contribuir para que ele esteja mais quente que o normal.

Celular esquentando: quando devo me preocupar?

Celular esquentando é normal até certo ponto

Celular esquentando nem sempre é um problema, mas é preciso ficar atento (Foto: Shutterstock)
Celular esquentando nem sempre é um problema, mas é preciso ficar atento (Foto: Shutterstock)

Repare que no tópico anterior citamos "mais quente que o normal", porque existe certa temperatura que é normal os aparelhos atingirem. Especialistas apontam que entre 37° e 43°C, o usuário não precisa se preocupar, pois é comum dos celulares. Uma dica para verificar se o celular está esquentando além do que deveria é baixar aplicativos como Cooling Master e CPU-Z para fazer esse acompanhamento.

Celular esquentando: consequências das altas temperaturas

Entenda quais são os riscos do superaquecimento do celular

Caso o celular esteja muito quente, você irá notar que funções básicas começarão a travar com frequência, além de a bateria ser consumida rapidamente. Esses são alguns dos problemas de software mais comuns, mas o superaquecimento também pode danificar componentes internos. É o caso do transistores, processador, tela e até mesmo bateria, que é a mais perigosa.

Celular esquentando? Superaquecimento pode prejudicar as funções do smartphone (Foto: Shutterstock)
Celular esquentando? Superaquecimento pode prejudicar as funções do smartphone (Foto: Shutterstock)

Veja outras dicas para seu smartphone:

iPhone esquentando

Em casos de celular esquentando, aparelho da Apple costuma desligar sozinho

Os motivos e riscos de ter um iPhone esquentando são os mesmos já ditos anteriormente. A situação costuma ser a mesma, independente de marca ou modelo de celular. O aquecimento pode ser causado, por exemplo, por uso contínuo de algum recurso, como GPS ou ligação, uso de aplicativos que exigem muito do processador ou da placa gráfica do aparelho, ou ainda durante o carregamento.

No entanto, o iPhone se diferencia por possuir um monitoramento constante de temperatura, e avisar ao usuário quando o celular está esquentando em um nível que pode causar problemas. O próprio aparelho se "auto-desliga" para evitar que componentes internos sejam danificados pela alta temperatura. De qualquer forma, se isso estiver acontecendo com frequência, é recomendado levar o dispositivo em uma assistência técnica par investigar a causa do aquecimento.

iPhone esquentando: celular da Apple mostra mensagem quando está muito quente (Foto: Shutterstock)
iPhone esquentando: celular da Apple mostra mensagem quando está muito quente (Foto: Shutterstock)

Celular esquentando: como evitar?

Veja dicas de como resfriar o celular

Existem algumas dicas de como resfriar o celular que podem ajudar a evitar que o aparelho passe por problemas de superaquecimento. Se você vai jogar, dê algumas pausas durante a jogatina para que o aparelho possa "recuperar a sua forma". O mesmo vale na hora de assistir a séries e filmes.

Ao colocar o smartphone para carregar, evite usá-lo, principalmente em tarefas pesadas. Em momentos que ele atingiu a situação de temperatura elevada, feche os aplicativos, tire sua capa protetora (caso ele tenha) e o deixe esfriar. Em hipótese alguma coloque o celular na geladeira, congelador ou qualquer outro lugar com a temperatura muito baixa, pois o choque térmico irá danificá-lo.

Caso você suspeita que seja algum problema de software, como bug em aplicativo ou sistema operacional, procure na internet se outras pessoas já tiveram o mesmo problema, e como resolveram. Caso seja vírus, faça o backup dos seus arquivos pessoais e volte ele para as configurações de fábrica. Veja também como remover vírus do smartphone.

Além dessas dicas, existem algumas outras coisas a serem feitas:

  • Leve o aparelho para um local fresco e ventilado;
  • Verifique se o carregador ou cabo está com problemas;
  • Faça uma limpeza de aplicativos e arquivos que não esteja usando;
  • Desative funções como bluetooth, GPS, e outras que não estiver usando;
  • Reduza o brilho da tela.

Melhores ofertas de celulares

Se você tentou todas as dicas acima de como resfriar o celular, mas não teve resultado, recomendamos que leve o aparelho em uma assistência técnica profissional. É possível que algum componente interno não esteja funcionando como deveria.

Nesses casos, outra opção é comprar um smartphone novo, caso você prefira. Para te ajudar a escolher, temos uma lista com os modelos de melhor custo-benefício e uma seleção com os melhores intermediários. Se você quer economizar, vale dar uma olhada nos modelos por até R$ 1.200, até R$ 1.000 e até R$ 800. Para quem não tem limite de preço, a dica é conhecer os tops de linha de 2021.

Leia também:

Quer economizar na compra de um celular novo? Crie um alerta de preço que o Zoom te avisa quando ele estiver mais barato!