Entenda antes de comprar em Celular e Smartphone

Como funciona o Modo Retrato na câmera do celular?

Entenda como funciona o recurso que virou febre nas redes sociais.

Celular
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

A Apple revolucionou o mercado de celulares novamente ao lançar o iPhone 7 Plus em 2016. Esse foi um dos primeiros smartphones do mundo com duas câmeras principais e o tão famoso Modo Retrato, o que inspirou outras marcas a implementarem esse recurso em seus próprios dispositivos.

Agora, em 2019, grande parte dos smartphones lançados – sejam eles no segmento premium ou intermediário – contam com o Modo Retrato. E não se engane: apesar do nome mudar em algumas marcas, a função é basicamente a mesma.

Pensando nisso, nós aqui do Zoom montamos esse artigo para explicar exatamente o que é o Modo Retrato e como ele funciona. No final, você ainda encontra uma lista com alguns smartphones que possuem esse recurso. Vamos lá?

Leia também: Quais iPhones têm Modo Retrato?

Como funciona o Modo Retrato no celular?

Apesar do que algumas pessoas pensam, o Modo Retrato nos smartphones é sempre feito por software e nunca por uma lente especial que faça esse efeito.

O que normalmente acontece é o seguinte: a câmera secundária do smartphone – normalmente uma lente telefoto – é a responsável por identificar o assunto principal da imagem e tudo o que está ao fundo, e assim conseguir separar a pessoa do resto da paisagem.

Então, o smartphone usa o software para adicionar o efeito de desfoque (que também é conhecido como Modo Retrato) e garantir uma foto mais bonita e diferente do normalmente visto nas redes sociais.

Porém, usar apenas o software para criar esse efeito de desfoque, ou mesmo um segundo sensor com qualidade ruim, possui algumas limitações. É comum, principalmente em smartphones mais simples, ver aberrações na hora do aparelho identificar o que faz parte da pessoa e o que faz parte do fundo. Assim, muitas vezes o dispositivo acaba desfocando uma orelha ou parte do cabelo, por exemplo.

Modo retrato com câmera dupla

Os smartphones que usam duas câmeras principais para oferecer o Modo Retrato possuem também uma vantagem sobre aqueles que usam apenas um sensor. No caso, como esses dispositivos usam a lente telefoto para criar o efeito de desfoque, o fundo fica mais comprimido, mais perto da pessoa que está em primeiro plano.

Isso acontece porque essas lentes telefoto (ou teleobjetivas) são normalmente de 50 mm, que é a distância focal preferida dos fotógrafos para tirar retratos. Dessa forma, os smartphones que usam uma lente telefoto para criar o Modo Retrato acabam oferecendo um resultado mais preciso do que aqueles que usam a lente “wide”.

Por esse motivo, algumas marcas já se aventuram no mundo dos smartphones com câmera tripla: assim, é possível incluir uma lente teleobjetiva e também uma grande angular.

Outra vantagem de se usar a segunda câmera para identificar o objeto principal do resto da imagem é que, dessa forma, os usuários conseguem usar o Modo Retrato não apenas com pessoas, mas também com animais e coisas, como brinquedos e outros objetos.

E o Modo Retrato com uma só câmera?

Alguns smartphones, como o Google Pixel 3 e o iPhone XR, por exemplo, oferecem o Modo Retrato com apenas uma câmera principal. Nesse caso, o aparelho está usando apenas o software para identificar o que é pessoa e o que é o plano de fundo na imagem. Há toda uma tecnologia de inteligência artificial para garantir que o desfoque seja feito de maneira impecável.

Entretanto, apesar do desfoque ficar muito bonito, a compressão do fundo acaba não sendo tão forte como nos aparelhos que usam uma lente telefoto para o Modo Retrato. Por outro lado, o ponto positivo desses smartphones usarem a câmera “wide” para criar o efeito de desfoque é que o fotógrafo não precisa se afastar tanto do modelo para capturar a imagem.

Mas se você usa o Modo Retrato para tirar fotos com desfoque de objetos, smartphones com apenas uma câmera principal podem não ser a melhor opção. Isso porque os aparelhos de algumas marcas, como é o caso da Apple com o iPhone XR, não conseguem usar o software para identificar coisas, apenas pessoas.

Como as DSLRs fazem?

É comum as pessoas compararem as fotos feitas com o Modo Retrato dos smartphones mais caros com os retratos capturados pelas câmeras DSLR ou mirrorless. Entretanto, essa é uma comparação um tanto quanto desleal, já que as câmeras profissionais possuem uma grande vantagem sobre os smartphones: o tamanho do sensor.

Como as câmeras DSLR e mirrorless possuem sensores maiores do que os dos smartphones, o desfoque acaba sendo feito de maneira natural. Com isso, o bokeh (como também é chamado esse desfoque) fica muito mais bonito e realista, já que o usuário consegue ver exatamente todas as camadas da imagem e o desfoque ficando mais forte.

E essa é uma vantagem que provavelmente os smartphones nunca serão capazes de correr atrás. Isso porque para que uma marca consiga aumentar o tamanho do sensor de um aparelho, teria que aumentar as suas dimensões por completo, o que acabaria transformando-o em uma câmera que também pode ser usada como celular. Dessa forma, a única saída para as fabricantes é investir em um software mais inteligente para criar um Modo Retrato ainda melhor.

Ajuste de intensidade de desfoque

Por outro lado, por usarem software para criar o efeito de desfoque, os smartphones acabam possuindo uma vantagem muito interessante: o foco dinâmico. Esse é um recurso que não está disponível em todos os aparelhos que oferecem o Modo Retrato; na verdade ele só pode ser encontrado em alguns modelos como o Galaxy A8, o Galaxy S10 e outros.

O que esse recurso oferece é a possibilidade dos usuários mudarem a intensidade do efeito de desfoque depois da foto ter sido tirada. Dessa forma, se você achar que o desfoque ficou muito forte ou muito fraco, é só você deslizar o dedo pelo slider do foco dinâmico e deixar o efeito da maneira que achar mais bonito.

Smartphones com Modo Retrato

E aí, ficou interessado em ter um celular com Modo Retrato? Então, confira uma lista com smartphones de diversas faixas de preço que contam com a tecnologia.

 

 

 

 

Aproveite e confira o Dando um Zoom:

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone