Celulares com 5G: veja os melhores modelos para comprar em 2021

Veja quais são os melhores celulares com suporte ao 5G para comprar em 2021.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 10 min. de leitura.

Compartilhe:

O 5G ainda nem foi lançado no Brasil, mas várias marcas já estão trazendo celulares com suporte à tecnologia aqui para o país. Se você já está de olho em um celular com 5G, o Zoom preparou uma lista com os melhores modelos vendidos aqui do Brasil com suporte ao sinal.

Separamos modelos de três fabricantes: Motorola, Apple e Samsung. As três já possuem mais de um aparelho com suporte ao 5G aqui no Brasil, por isso acabaram largando na frente neste mercado, que tende a crescer em 2021.

É válido ressaltar que as redes 5G devem ser implementadas no fim de 2021 ou começo de 2022, já que até o momento da publicação desta matéria, o leilão das frequências foi adiado para o segundo semestre de 2021. Por enquanto, os brasileiros podem sentir um “gostinho” do que o 5G pode oferecer usando redes DSS.

Leia também: Entenda o que é o DSS, o 5G "improvisado" do Brasil

Veja abaixo alguns dos melhores celulares à venda no Brasil com suporte ao 5G.

Com o 5G os usuários poderão baixar arquivos grandes em segundos (Foto: Divulgação/Apple)
Com o 5G os usuários poderão baixar arquivos grandes em segundos (Foto: Divulgação/Apple)

Motorola Edge +

O Moto Edge+ é um dos melhores aparelhos da Motorola e possui uma ficha técnica para ninguém botar efeito. Ele usa o processador Snapdragon 865, um dos chips mais potentes atualmente. Esse celular já chega com 5G habilitado, inclusive com suporte às redes DSS do Brasil.

Sua tela tem 6,7 polegadas, usa a tecnologia OLED e conta com resolução Full HD. Ela também tem 90 Hz de taxa de atualização, que deixa as imagens mais naturais e fluidas, além de melhorar o tempo de resposta em jogos. O painel do Edge+ tem bordas curvas, que além de bonitas são totalmente funcionais.

O Edge+ possui um conjunto triplo na parte traseira. A principal é de 108 MP e tem tecnologia quad pixel, que deixa o sensor quatro vezes mais sensível à luz. Além dela, ele também possui câmera com lente teleobjetiva e outra com lente ultra-wide. O sensor ToF ajuda a ter o foco rápido mesmo em ambientes escuros, além de criar um efeito de recorte e desfoque no modo retrato praticamente perfeito.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,7 polegadas com resolução Full HD+, HDR, 90 Hz e leitor biométrico integrado à tela
  • Processador: Snapdragon 865 octa-core
  • Memória RAM: 12 GB
  • Armazenamento interno: 256 GB
  • Câmeras traseiras: 108 MP quad-pixel + 8 MP (teleobjetiva com zoom de 3x) + 16 MP (ultra-wide) + ToF 3D
  • Câmera frontal: 25 MP com HDR
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento turbo de 18W
  • Carregamento sem fio e carregamento reverso
  • Suporte a redes 5G

Motorola Edge

Bem semelhante ao modelo anterior, essa é a versão convencional da linha Edge, mas não se engane, pois ela ainda é bem potente! Seu processador é o Snapdragon 765, que apesar de inferior ainda entrega um ótimo desempenho, e continua tendo suporte ao 5G e redes DSS. Ao todo são 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, que deve ser suficiente para grande parte dos usuários.

O lado positivo é que esse aparelho mantém a tela de 6,7 polegadas, resolução Full HD+, tecnologia OLED e 90 Hz de taxa de atualização. As bordas curvas também foram mantidas, então no quesito “aparência” o Edge é praticamente igual à versão Plus.

O conjunto de câmeras também sofreu alguns “cortes” para que o celular ficasse mais barato. A principal tem 64 MP e tecnologia quad pixel para melhorar fotos em ambientes com baixa iluminação. A secundária tem 8 MP e lente teleobjetiva. O celular também conta com câmera ultra-wide de 16 MP e sensor ToF 3D.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,7 polegadas com resolução Full HD, HDR, 90 Hz e leitor biométrico integrado à tela
  • Processador: Snapdragon 765 octa-core
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB (expansível)
  • Câmeras traseiras: 64 MP quad-pixel + 8 MP (teleobjetiva com zoom de 2x) + 16 MP (ultra-wide) + ToF 3D
  • Câmera frontal: 25 MP com HDR
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento turbo de 18W
  • Suporte a redes 5G

Moto G 5G Plus

Esse foi o primeiro celular da linha Moto G a chegar equipado com o 5G. O Snapdragon 765 oferece um ótimo desempenho em apps e jogos e, graças aos 8 GB de memória RAM, dificilmente apresentará travamentos no uso cotidiano. Além do suporte às redes 5G, ele também pode ser usado em redes DSS aqui no Brasil.

Ao todo são quatro câmeras traseiras, sendo elas de 48 MP (principal), 8 MP (ultra-wide), 5 MP (macro) e 2 MP (zoom). Para quem gosta de tirar boas selfies, são mais duas câmeras na parte frontal, sendo a principal de 16 MP e a secundária de 8 MP e lente ultra-wide, ótima para selfies em grupo.

A tela do Moto G 5G Plus tem 6,7 polegadas, resolução Full HD+ e HDR10, que melhora a cor, contraste e brilho das imagens. Seguindo a tendência dos aparelhos modernos, a Motorola também implementou uma taxa de atualização de 90 Hz, o que deixa as imagens mais naturais e fluidas, justamente por atualizar mais vezes.

Saiba mais: Moto G 5G Plus: veja a ficha técnica e preços do aparelho da Motorola

Ficha técnica:

  • Tela: 6,7 polegadas com tecnologia IPS, resolução Full HD+, 90 Hz de taxa de atualização, proporção 21:9 e HDR10
  • Processador: Snapdragon 765 com 5G
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB
  • Câmeras traseiras: 48 MP + 8 MP (ultra-wide) + 5 MP (macro) + 2 MP (sensor de profundidade)
  • Câmera frontal: 16 MP + 8 MP (ultra-wide)
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento turbo de 20W

Moto G 5G

Moto G 5G (Foto: Divulgação/Motorola)
Moto G 5G (Foto: Divulgação/Motorola)

O Moto G 5G é uma das opções mais acessíveis no Brasil quando se fala de celular com suporte a redes 5G. Ele usa o processador Snapdragon 750G, chip potente, rápido e com suporte total ao 5G e ao DSS, que é o nosso “5G improvisado”. O celular possui 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

A tela do celular tem 6,8 polegadas e resolução Full HD, mas diferente da versão Plus, não chega com taxa de atualização de 90 Hz. A bateria é de 5.000 mAh para não deixar o usuário na mão e ainda tem suporte ao carregamento turbo de 20W.

O Moto G 5G também dá um show em câmeras, com o seu conjunto quádruplo. A principal tem 48 MP e tecnologia quad-pixel; a secundária de 8 MP e lente ultra-wide; a terceira de 2 MP e lente macro. Se você gosta de gravar vídeos, poderá realizar gravações em até 4K com esse aparelho. Na parte frontal o aparelho possui câmera de 16 MP para selfies.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,8 polegadas, IPS LCD, Full HD+ (1080 x 2400 pixels)
  • Processador: Snapdragon 750G octa-core
  • Memória: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Câmeras traseiras: 48 MP (principal) + 8 MP (ultra-wide) + 2 MP (macro)
  • Câmera frontal: 16 MP
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento turbo

Zenfone 7

Zenfone 7 (Foto: Divulgação/Asus)
Zenfone 7 (Foto: Divulgação/Asus)

Já pensou em usar a mesma câmera traseira para tirar selfies? O Zenfone 7 proporciona isso com o seu sistema de câmeras flip, em que o conjunto “gira” de acordo com a sua necessidade. Além de ser um recurso diferenciado, essa tecnologia elimina a necessidade de entalhes na tela, deixando o painel livre e com maior aproveitamento.

Ao todo são três câmeras traseiras. A principal tem 64 MP; a secundária tem 12 MP e lente ultra-wide; a terceira tem 8 MP, lente teleobjetiva e zoom óptico de três vezes. Além de fotos em ângulos diferenciados, o Zenfone 7 consegue realizar gravações de vídeo em resolução 8K!

O aparelho usa o processador Snapdragon 865, um dos mais avançados do mercado. Ao todo são 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, espaço que pode ser expandido via cartão microSD. Ele tem suporte às redes 5G, mas a Asus não informou sobre a compatibilidade do aparelho com redes DSS.

Saiba mais: Asus lança o novo Zenfone 7 no Brasil; veja seu preço e ficha técnica

Ficha técnica:

  • Tela: 6,67 polegadas, tecnologia AMOLED, resolução Full HD e 90 Hz
  • Processador: Snapdragon 865 octa-core
  • Memória RAM: 6 GB de RAM
  • Memória interna: 128 GB expansível
  • Câmeras traseiras e frontais: 64 MP + 12 MP (ultra-wide) + 8 MP (teleobjetiva com zoom óptico de 3x)
  • Redes móveis: Suporte ao 5G e 4G
  • Sistema operacional: Android 10
  • Bateria: 6.000 mAh com carregamento turbo
  • Leitor de digitais: Na traseira

Samsung Galaxy Note 20 Ultra

A linha Galaxy Note 20 também já chegou com o 5G habilitado e a Samsung garante que os aparelhos funcionarão com a rede que for habilitada no Brasil. O modelo Ultra é o mais potente deles e usa o Exynos 990, um dos melhores processadores da atualidade. Junto aos 8 GB de RAM, o usuário consegue rodar qualquer app ou jogo sem problemas de desempenho.

O grande diferencial do aparelho é a caneta S Pen, que o acompanha. Com ela, o usuário pode fazer anotações em manuscrito, desenhos no celular ou mesmo fazer a ativação remota de aplicativos.

O Galaxy Note 20 Ultra possui tela grande, de 6,8 polegadas, resolução 2K e 120 Hz de taxa de atualização. O aparelho também impressiona com seu conjunto triplo de câmeras, cuja principal tem 108 MP e a secundária dá zoom de até 50 vezes. Na hora de gravar vídeos, o usuário pode filmar em resolução de até 8K.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,9 polegadas curva, AMOLED dinâmico 2X, Quad HD+, 120 Hz e touch screen de 240 Hz
  • Processador: Exynos 990
  • Memória RAM: 8 ou 12 GB;
  • Armazenamento interno: 128, 256 ou 512 GB
  • Câmera traseira: 108 MP + 12 MP (teleobjetiva) com zoom óptico de 5x e Space Zoom de 50x + 12 MP (ultra-wide)
  • Câmera frontal: 10 MP
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento rápido, carregamento sem fio e carregamento reverso
  • Proteção contra água: IP68
  • Tem suporte ao 5G

Saiba mais: Galaxy Note 20 vs Note 20 Ultra: o que muda nos celulares Samsung?

Samsung Galaxy Note 20

A versão “humilde” do Galaxy Note 20 Ultra ainda é muito potente, pois usa o mesmo processador Exynos 980. Junto aos 8 GB de memória RAM disponíveis, o usuário pode rodar qualquer app sem se preocupar com travamentos. O suporte à redes 5G também foi mantido.

A tela do Note 20 convencional é um pouco menor, de 6,7 polegadas e “apenas” resolução Full HD. Ela também usa a tecnologia AMOLED, por isso, tem suporte ao recurso de HDR10. O suporte à S Pen foi mantido, com as mesmas funções da versão mais cara, seja em escrita, desenho, ativação por gestos, entre outras.

Na parte de câmeras, o Note 20 também recebeu alguns “cortes”. Seu sensor principal possui 12 MP, mas é compensado pelo secundário de 64 MP, lente teleobjetiva e zoom óptico de 3 vezes, podendo chegar a 30 quando combinado com o digital. A terceira câmera tem 12 MP e lente ultra-wide.

Ficha técnica:

  • Tela: 6,7 polegadas, Super AMOLED e Full HD
  • Processador: Exynos 990
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento interno: 256 GB
  • Câmera traseira: 12 MP + 64 MP (teleobjetiva) com zoom óptico de 3x e Space Zoom de 30x + 12 MP (ultra-wide) (f/2.0)
  • Câmera frontal: 10 MP
  • Bateria: 4.300 mAh com carregamento rápido, carregamento sem fio e carregamento reverso
  • Proteção contra água: IP68
  • Tem suporte ao 5G

Apple iPhone 12 Mini e iPhone 12

Os dois celulares são os modelos convencionais da linha, apesar de usarem o mesmo processador das versões Pro. O Apple A14 Bionic foi o primeiro com fabricação de 5 nanômetros, o que o deixa mais rápido e econômico. Além disso, ele é o primeiro da Apple a ter suporte à tecnologia 5G.

A diferença entre os dois fica para o tamanho da tela, de 5,4 polegadas no modelo Mini e 6,1 polegadas no convencional. Ambas usam a tecnologia Super Retina XDR OLED, com resolução de 1080 x 2340 e 1170 x 2532, respectivamente.

Eles chegam equipados com duas câmeras traseiras de 12 MP, que se destacam principalmente em ambientes com pouca iluminação, já que o modo noturno foi aprimorado. As câmeras frontais também foram aprimoradas, sendo que ambas são de 12 MP e filmam em resolução 4K.

Ficha técnica do iPhone 12:

  • Tela: 5,4 polegadas (Mini) e 6,1 polegadas (normal), com tecnologia XDR OLED Retina, HDR10, True Tone, Dolby vision, brilho de 1200 Nits, resolução de 1080 x 2340 (Mini) e 1170 x 2532 pixels (Normal)
  • Processador: Apple A14 Bionic
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento interno: 64 GB, 128 GB ou 256 GB
  • Câmeras traseiras: 12 MP + 12 MP (ultra-wide)
  • Câmera frontal: 12 MP
  • Bateria: Até 17 horas de autonomia em reprodução de vídeo
  • Tem carregamento turbo
  • Tem carregamento sem fio com sistema MagSafe
  • Tem proteção contra água IP68
  • Suporte ao 5G

Saiba mais: iPhone 12: os quatro modelos chegam ao Brasil

Apple iPhone 12 Pro e 12 Pro Max

Esses dois celulares estão um nível acima dos citados anteriormente, mas são semelhantes entre si. O processador é o mesmo, o Apple A14 Bionic que, além de ser mais rápido que a geração anterior, também é mais potente. Ambos são vendidos em versões com 128 GB, 256 GB e 512 GB e também têm suporte a redes móveis 5G.

Esses modelos possuem conjunto triplo de câmeras traseiras, todas de 12 MP. Além da principal e ultra-wide, que estão nas versões convencionais, esses celulares trazem uma com lente teleobjetiva e zoom óptico de até 4x (Pro) e 5x (Pro Max). Eles também contam com o sensor LIDAR, para mapeamento de cena 3D e que ajuda no foco das fotos em ambientes com baixa iluminação.

O iPhone 12 Pro possui tela de 6,1 polegadas, enquanto o Pro Max tem painel de 6,7 polegadas, ambos com tecnologia Super Retina XDR OLED. Outra diferença é na autonomia de bateria dos dois celulares, pois enquanto o primeiro tem uma média de 17 horas em reprodução contínua de vídeo, o modelo Max chega a 20 horas.

Ficha técnica:

  • Tela: 5,4 polegadas (Mini) e 6,1 polegadas (normal), com tecnologia XDR OLED Retina, HDR10, True Tone, Dolby vision, brilho de 1200 Nits, resolução de 1170 x 2532 pixels (Pro) e 1284 x 2778 pixels (Pro Max)
  • Processador: Apple A14 Bionic
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento interno: 64 GB, 128 GB ou 256 GB
  • Câmeras traseiras: 12 MP + 12 MP (ultra-wide) + 12 MP (teleobjetiva com zoom de 4x no Pro e 5X no Pro Max)
  • Câmera frontal: 12 MP
  • Bateria: Até 17 horas (Pro) e 20 horas (Pro Max) de autonomia em reprodução de vídeo
  • Tem carregamento turbo
  • Tem carregamento sem fio com sistema MagSafe
  • Tem proteção contra água IP68
  • Suporte ao 5G

Leia também: Melhores celulares em 2021: 16 aparelhos para comprar no Brasil