Os 5 melhores videogames portáteis para jogar sem precisar de uma TV

Esses são alguns dos melhores videogames portáteis atualmente e são excelentes para jogar em qualquer lugar

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

Levante a mão quem odeia esperar sua vez por horas a fio em um consultório. Ou quem vai para a praia e sente falta de algo a mais nos momentos de descanso. Ou ainda quem acha a viagem do ônibus ou da van escolar uma chatice. Pois é: o mundo está cheio de gente em que os perfis combinam totalmente com um videogame portátil. Eles são leves, bacanas, têm jogos divertidos e são excelentes companhias para quem não gosta de ficar parado. Dê um chega para lá no ócio e saiba quais são os melhores videogames portáteis até hoje.

1. Nintendo Switch Lite

O Nintendo Switch Lite é o mais indicado entre os melhores videogames portáteis da atualidade (Fonte: Shutterstock/George W. Bailey)
O Nintendo Switch Lite é o mais indicado entre os melhores videogames portáteis da atualidade (Fonte: Shutterstock/George W. Bailey)

Mesmo com grandes concorrentes, a Nintendo sempre foi rainha absoluta quando o assunto é portátil. Por isso, não é estranho que ela tenha sido a primeira a criar um videogame híbrido de sucesso com o Nintendo Switch.

Ainda que o Switch te permita jogar na TV ou de modo portátil, a experiência nesse modo é um pouco pesada, causando algum cansaço em poucas horas de jogo. Sendo assim, a Nintendo lançou em 2019 o Nintendo Switch Lite, exclusivamente um videogame de mão.

Ou seja, ele não vem com um dock para você colocar o console na TV. O mesmo acontece com os Joy-Con, que são fixos ao portátil. Por outro lado, a performance é quase a mesma, com quase todos os jogos do Switch rodando perfeitamente no Switch Lite.

Há algumas exceções como Super Mario Party, os games da franquia Just Dance e o kit Nintendo Labo. A incompatibilidade dos dois primeiros se dá por conta da necessidade do uso do sensor de movimento dos Joy-Con, enquanto o kit de papelão abusa da possibilidade de destacar os Joy-Con do Nintendo Switch, impossibilitando a brincadeira no Switch Lite.

Se jogos por movimento não são a sua praia, então o Nintendo Switch Lite figura no topo dos melhores videogames portáteis da atualidade.

Playstation Vita

É impossível falar em videogame portátil sem mencionar o PS Vita. Com um formato que lembra o controle Dual Shock do Playstation, ele foi uma das maiores ameaças à hegemonia da Nintendo, juntamente com o seu antecessor. Muitos fãs, inclusive, acham a derrota do PS Vita em vendas para o 3DS injusta, citando que os jogos do PS Vita eram muito melhores que os do rival.

Além disso, o PS Vita pode ser utilizado como controle para o PS3. A configuração é algo que garante um bom volume de tarefas para realizar fora de casa, além de gráficos exuberantes para um console portátil na época.

O console pode conectar-se à internet por meio do Wi-Fi ou 3G. Até outubro de 2020, ele também podia acessar a rede online PSN. Devido à reformulação que a rede passou para o lançamento do PlayStation 5, a rede deixou de estar disponível para usuários do PS Vita.

O videogame de mão também traz um programa de GPS embutido e ainda pode realizar transferências de arquivos via Bluetooth. Além disso, o PS Vita conta com a presença de uma câmera frontal e outra traseira, ambas com 0.3 megapixel.

Uma ferramenta perfeita para praticamente qualquer situação, embora qualquer celular até 600 reais atualmente ofereça uma câmera melhor que a do videogame de mão. No entanto, é importante lembrar, que o aparelho só lê cartões PS Vita, não sendo retrocompatível com os cartões do antecessor PSP.

Considerado o melhor videogame de mão pelos fãs da marca, o PS Vita tinha gráficos impressionantes para um portátil da época (Fonte: Shutterstock/Travers Lewis)
Considerado o melhor videogame de mão pelos fãs da marca, o PS Vita tinha gráficos impressionantes para um portátil da época (Fonte: Shutterstock/Travers Lewis)

Nintendo New 3DS XL e 3DS

Em 2011, a Nintendo colocou no mercado um videogame portátil que ampliou de forma significativa a experiência do usuário em relação ao console anterior. O Nintendo 3DS inovou ao trazer efeito 3D sem a necessidade de usar óculos especiais. Isso permitiu que

Já o Nintendo 3DS XL é uma versão turbinada da peça apresentada antes. Com um tamanho maior, as duas telas com mais de 4 polegadas, e uma ergonomia repensada para garantir mais conforto ao player, o novo console da marca japonesa apresenta um bom leque de entretenimento. E claro, tudo isso em conjunto com a possibilidade de jogar aproveitando as vantagens que o efeito 3D pode oferecer.

Ainda, como parte do segmento conectivo, é possível acessar a Internet por meio de conexão Wi-Fi e expandir a capacidade de armazenamento usando cartões SD. E de quebra, o equipamento disponibiliza uma câmera digital para quem gosta de registrar os bons momentos da vida.

O New Nintendo 3DS XL e o New Nintendo 3DS convencionais possuem as funcionalidades. Porém, eles trazem maior poder de processamento, o que permitiu a instalação de jogos de Super Nintendo por meio do serviço Virtual Console. Alguns games exclusivos do portátil também só podem ser jogados nele, como Xenoblade Chronicles 3D e a versão portátil do hack'n slash Hyrule Warriors.

Veja alguns dos principais jogos do 3DS no Zoom:

Nintendo New 2DS XL e 2DS

O problema é que o efeito 3D acabou não fazendo tanto sucesso. Apesar de ser uma das primeiras investidas no que conhecemos hoje como realidade aumentada (e que pavimentou o caminho para Pokémon Go se tornar um fenômeno para celulares), ele acabava sendo uma distração incômoda, principalmente nos primeiros modelos.

Assim, acabou surgindo o 2DS e sua versão XL. Com todas as funcionalidades do 3DS, ele abandonou apenas o efeito 3D, mantendo todo o restante. Ele também abandonou o design flip, que permitia fechar o console, o que fez ele se parecer mais com os icônicos Game Boys.

Só que sem abandonar as duas telas. Lembrando que o monitor de baixo, assim como no DS, é sensível ao toque da canetinha especial stylus.

O 2DS é um videogame de mão que trouxe tudo o de bom que havia no 3DS, mas deixando de lado a função 3D (Fonte: Shutterstock/Interneteable)
O 2DS é um videogame de mão que trouxe tudo o de bom que havia no 3DS, mas deixando de lado a função 3D (Fonte: Shutterstock/Interneteable)

Nintendo DS, DS Lite e DSi

Por mais que o Nintendo DS tenha sido lançado há mais de 15 anos, é impossível ter uma lista de melhores videogames portáteis sem citá-lo. Afinal de contas, o videogame de mão com duas telas da Nintendo que foi visto com ceticismo acabou se tornando o portátil mais vendido de todos os tempos.

Sem contar que ele também é o segundo videogame mais vendido até hoje, perdendo apenas para o saudoso PlayStation 2. Introduzindo a jogabilidade por duas telas, sendo a tela inferior de toque, ela trouxe à vida games que antes seriam impossíveis de jogar, como os dois games da franquia Trauma Center e o rítmico Elite Beat Agents, entre muitos outros.

O Nintendo DS já tem idade, mas não deixou o post de segundo videogame mais vendido do mundo (Fonte:Shutterstock/Stas Knop)
O Nintendo DS já tem idade, mas não deixou o post de segundo videogame mais vendido do mundo (Fonte:Shutterstock/Stas Knop)

Ele também foi o primeiro portátil a permitir jogar online por meio de Wi-Fi, algo muito aguardado por fãs de Mario Kart e Pokémon. Ao longo de sua vida, ele recebeu o modelo Lite, mais leve e com tela maior. Depois, veio o DSi, que introduziu câmera e foi o primeiro a contar com uma loja online que permitia comprar jogos por download.