Xbox Series: Microsoft mostra melhorias nos jogos retrocompatíveis

Veja detalhes a tecnologia de retrocompatibilidade nos consoles da nova geração.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

Compartilhe:

Falta pouco mais de um mês para o lançamento do Xbox Series X e Xbox Series S, a nova geração de consoles da Microsoft. Um dos destaques dos videogames será a retrocompatibilidade com jogos de todas as gerações anteriores, e mais detalhes sobre essa tecnologia foram liberados pela empresa.

De acordo com a Microsoft, os jogos terão suas performances aprimoradas e rodarão nos novos consoles, sem nenhum tipo de limitação. Além disso, eles usarão o recurso de HDR para melhorarem as cores dos seus gráficos. Esta tecnologia estará disponível até mesmo para os títulos lançados antes dela realmente ser “lançada”.

Leia também: Xbox Series X e Series S: entenda retrocompatibilidade dos consoles

O Xbox Series X e Series S terão retrocompatibilidade com todas as gerações anteriores. (Foto: Divulgação/Microsoft)
O Xbox Series X e Series S terão retrocompatibilidade com todas as gerações anteriores. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Desempenho máximo dos jogos na nova geração

Os jogos que estiverem rodando nos consoles através da retrocompatibilidade estarão em seus desempenhos máximos, fazendo o uso que for necessário da CPU, GPU e SSD. Não terá nenhum tipo de tecnologia de boost ou mesmo downclocking. Eles vão ser executados como seriam nos consoles para qual foram feitos, porém, com um desempenho “significativamente maior”.

Além de taxas de FPS mais altas e renderização em resoluções máximas, os games também se beneficiarão dos tempos de carregamento dos novos consoles. Aquele jogo que demora vários segundos para mudar de uma fase para a outra, irá carregar em poucos segundos com a tecnologia de retrocompatibilidade.

HDR até mesmo para jogos lançados antes dessa tecnologia

Aplicação do HDR em jogos "antigos". (Foto: Divulgação/Microsoft)
Aplicação do HDR em jogos "antigos". (Foto: Divulgação/Microsoft)

O HDR está se tornando um recurso comum entre os consoles. Ele melhora o brilho e cor das imagens, deixando elas mais vívidas e “ricas” em detalhes. Para jogos atuais ou que virão na próxima geração, o recurso já é algo “comum”, mas ele não estava disponível para games “antigos”, e as aspas são porque até alguns títulos que chegaram para o Xbox One ou One S, por exemplo, ainda não tinham o recurso.

Com isso a empresa usará o recurso Auto HDR, que melhora a qualidade visual de um jogo sem alterar a intenção artística original dele. Esse HDR será implementado pelo sistema, assim os desenvolvedores não precisam ter nenhum trabalho extra “adaptando” os jogos. Como esse recurso será ativado pelo hardware do console, não terá nenhum custo de desempenho para a CPU, GPU ou memória do videogame.

Mais FPS para jogos antigos

Além de rodar os jogos antigos em sua potência máxima e melhorar a qualidade visual, a retrocompatibilidade também irá oferecer o desempenho de última geração para eles. Dessa forma, alguns títulos terão uma taxa de quadros por segundo (FPS) maior e mais estáveis.

A nova técnica criada para isso faz com que a engine do jogo renderize mais rapidamente, criando uma experiência melhor do que o game poderia oferecer em seu console original. No entanto, a empresa ressalta que essa técnica não poderá ser aplicada a todos os jogos, devido à física original ou animações.

Resoluções menores aprimoradas

Aprimorando resolução de jogos na retrocompatibilidade. (Foto: Divulgação/Microsoft)
Aprimorando resolução de jogos na retrocompatibilidade. (Foto: Divulgação/Microsoft)

Outro ponto importante é que a empresa usará o método Heutch para aprimorar a resolução de jogos antigos para o 4K. Dessa forma, os títulos que rodavam em 360p ou 720p, por exemplo, serão executados na mais alta resolução dos novos consoles, seja em 1440p no Xbox Series X, ou 4K no Xbox Series S.

A filtragem anisotrópica de 16 vezes também será habilitada para quase todos os jogos retrocompatíveis, bem como a filtragem de texturas.

Progresso compartilhado em nuvem

A empresa finalizou dizendo que todos os jogos do Xbox One, Xbox 360 e Xbox serão retrocompatíveis, seja pelo meio físico (CD), pelo digital (biblioteca digital) ou pelo híbrido (um jogo digital instalado em um HD externo). O progresso poderá ser compartilhado entre o console antigo e o novo, através do salvamento em nuvem.

Para quem ainda está jogando no Xbox 360, esse recurso em breve será gratuito para os usuários, assim todo o progresso conseguido nele, poderá ser aproveitado no Xbox Series X e Series X.

O Xbox Series X e Xbox Series S serão lançados no dia 10 de novembro. Aqui no Brasil, seus preços serão de R$ 4.999 e R$ 2.999, respectivamente.

Leia também: