Como limpar notebook, mouse e teclado para evitar contágio por coronavírus

Veja qual a forma correta de limpar seu notebook e periféricos para evitar o contágio por coronavírus.

Como limpar notebook, mouse e teclado para evitar contágio por coronavírus
Felipe BritoEditor(a)

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Manter a higiene dos dispositivos eletrônicos, sejam eles notebooks, teclados ou mouses, sempre foi uma tarefa muito importante. Mas, com a pandemia do coronavírus que tem preocupado cada vez mais a população mundial, esses cuidados devem ser redobrados.

Apesar de ser uma tarefa fácil, é necessário tomar alguns cuidados na hora de limpar esses dispositivos e periféricos. Caso a higienização seja feita com produtos não apropriados ou da forma errada, é possível danificando seus aparelhos.

Por isso, o Zoom vai te ensinar a forma correta de limpar o seu notebook, mouse e teclado para eliminar os vírus, fungos e bactérias e assim evitar o contágio por coronavírus ou outros microrganismos.

Leia também: Como limpar o celular para prevenir contágio por coronavírus

Melhores formas de limpar o notebook

Antes de tudo, é importante ressaltar que não se deve usar qualquer produto para fazer a limpeza do notebook. Muitas pessoas usam misturas caseiras, produtos de limpeza doméstica, sabão, álcool em gel ou até mesmo álcool puro. Todos esses produtos podem causar danos (alguns, a longo prazo) ao seu aparelho.

Soluções abrasivas não são recomendadas para esse tipo de higienização, pois podem estragar tanto a carcaça do notebook quanto a tela, deixando manchas fortes no aparelho. O produto mais indicado nesses casos é o álcool isopropílico em concentração 70%. Esta é a melhor solução para higienizar a parte externa dos aparelhos eletrônicos e periféricos sem danificar os materiais.

Para limpar os componentes internos, é recomendado usar álcool isopropílico em concentração 99,8% ou maior. Esse álcool possui menos de 1% de água em sua composição e é usado por profissionais na limpeza de componentes eletrônicos e outros por conta da sua eficácia e rápida evaporação. Ele não causa nenhum tipo de dano e mata grande parte dos germes.

O uso de sabão ainda é discutido em limpezas de carcaças de plástico e telas LCD, mas algumas combinações podem acabar danificando o aparelho. Por isso, o mais recomendado para todos os casos é o álcool isopropílico ou, caso você não o tenha em casa, apenas o pano de microfibra seco, que já ajuda bastante.

Veja dicas de como limpar o seu notebook:

1. Desligue o aparelho da tomada e o desconecte de qualquer dispositivo que esteja conectado no momento;

2. Com um pano de microfibra seco, limpe o notebook para tirar o excesso de sujeira. É importante que os panos usados sejam de microfibra para não soltarem fiapos, arranharem ou causarem algum outro tipo de problema;

3. Agora, com outro pano de microfibra, coloque um pouco do álcool isopropílico 70% e passe na tela, em movimentos retos. Não precisa aplicar força para não estragar a tela com a pressão. Lembre-se de segurar a tela pela parte de trás, para que não tenha algum perigo de quebrar as dobradiças;

4. Também colocando o álcool no pano, limpe o teclado e carcaça do aparelho, sem aplicar força. Tome cuidado com suas entradas USB, de vídeo e outras. Para elas é recomendado que se faça a limpeza usando o álcool e um cotonete;

5. Você também pode limpar os cabos do aparelho com o pano e álcool.

Para teclados e mouses os procedimentos são os mesmos acimas. No caso do teclado, você pode usar um pincel para fazer a limpeza a seco, já que ele consegue tirar as sujeiras entre as teclas. Também é possível tirar todas as teclas e lavar com água e sabão, mas certifique-se de que elas estarão totalmente secas antes de voltá-las para o teclado.

Muitos teclados têm uma ferramenta para facilitar a retirada das teclas. (Foto: Divulgação/ HyperX)
Muitos teclados têm uma ferramenta para facilitar a retirada das teclas. (Foto: Divulgação/ HyperX)

O que NÃO fazer ao limpar o notebook e periféricos:

É importante reforçar algumas medidas que não devem ser tomadas ao fazer a higienização do seu notebook e periféricos.

  • Não faça os procedimentos com o notebook ligado na tomada, ou mesmo com ele funcionando apenas na bateria. Isso é perigoso para você e também para a integridade do aparelho. Periféricos também devem ser desconectados antes de serem higienizados.
  • Não coloque o álcool isopropílico ou qualquer que seja a solução que estiver usando diretamente nos aparelhos. Sempre use um pano de microfibra para fazer isso.
  • Evite panos que soltem algum tipo de fiapo, papel toalha, papel higiênico, panos que sejam mais grossos ou que possam ser abrasivos de alguma forma. O pano de microfibra é o mais recomendado porque além de ser eficiente, não causa nenhum tipo de dano ao seu equipamento.
  • Não use produtos de limpeza doméstica, desinfetantes, água sanitária, outros tipos de álcoois, desengordurantes ou soluções caseiras para fazer a limpeza. Como dito anteriormente, esses podem ser corrosivos e tem a chance de prejudicar o seu notebook ou periféricos, mesmo que a longo prazo.
  • Não exagere na limpeza! Em meio à pandemia, é importante manter seus aparelhos e periféricos limpos, mas não faça isso de maneira compulsiva, pois mesmo fazendo da maneira certa, você ainda pode danificá-los pela frequência com que faz a limpeza.

Além de manter seus aparelhos limpos, é importante que você também mantenha a sua higiene em dia e siga os procedimentos recomendados pelo Ministério da Saúde, diminuindo assim as chances de contaminação pelo coronavírus.

Evite lugares aglomerados, contato com as pessoas e, sempre que der, lave suas mãos com água e sabão. Carregar álcool em gel na mochila é uma medida bem eficaz, já que você pode usar para limpar as mãos com frequência. Caso precise tossir ou espirrar, cubra a boca e nariz com a parte interna do cotovelo.

Fontes: G1, HP, Good House Keeping, Windows Central, Apartament Therapy

Leia também: