Linux: o que é, como surgiu e quais as vantagens e desvantagens

O Linux é um sistema operacional gratuito e que garante muita vantagens diante de outros sistemas operacionais

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Compartilhe:

O Linux nada mais é do que um sistema operacional, da mesma forma que o Windows e também o MacOS. Ele permite que você execute programas tanto de seu computador como de outros tipos de dispositivos. Um de seus maiores diferenciais em relação aos demais é o fato de que ele pode ser modificado e distribuído livremente.

Em uma interpretação mais técnica sobre o que é Linux, é importante destacar que esse é apenas o nome concedido para esse sistema operacional – em linhas gerais, ele é denominado por Kernel, que consiste em um conjunto de instruções que permite atribuir o controle do processador, memória, dispositivos periféricos e disco. Para entender maiores detalhes sobre o assunto, dê um Zoom e saiba sobre as vantagens, desvantagens e até mesmo outros dados importantes sobre o sistema operacional. Aproveite para entender melhor sobre o que é sistema operacional.

Em busca de melhorar sua experiência no computador? Que tal ver as listas abaixo?

Quando o Linux surgiu?

A iniciativa para criação do sistema operacional foi do estudante universitário finlandês Linus Torvalds (Fonte: Shutterstock)
A iniciativa para criação do sistema operacional foi do estudante universitário finlandês Linus Torvalds (Fonte: Shutterstock)

Tudo começou com a iniciativa de um estudante universitário finlandês chamado Linus Torvalds. Na verdade, Linus não criou o sistema operacional do zero – ele apostou em uma variação do Minix, que era um sistema mais simples desenvolvido por Andrew S. Tanenbaum. Quando Linus começou a estudar ciência da computação em 1988 e adquiriu conhecimentos sobre a linguagem C, ele criou sua própria implementação de um terminal para o seu computador 80386, de forma a conseguir acessar o servidor Unix da instituição de ensino.

O projeto avançou de maneira tão promissora a partir do Minix, que em pouco tempo ela já possuía um kernel funcional. O projeto foi divulgado abertamente em 1991, onde ele solicitou colaborações e sugestões por meio de mensagens via Usenet (antecessora da internet para troca de mensagens). Em suma, esse sistema operacional é, portanto, um kernel disponibilizado de forma gratuita e com código aberto – e, suas evoluções, são usadas até os dias atuais para as mais diferentes finalidades.

O Linux surgiu com a iniciativa de milhares de desenvolvedores

O Linux se faz presentes em diferentes recursos do nosso dia a dia (Fonte: Shutterstock)
O Linux se faz presentes em diferentes recursos do nosso dia a dia (Fonte: Shutterstock)

Em primeiro lugar, é importante destacar que o Linux é um sistema operacional que dependeu da colaboração de milhares de desenvolvedores desde o seu surgimento. Com o passar dos anos, novos aplicativos foram incorporados a ele para ampliar sua experiência de uso e finalidades. Por isso, afirmar que ele está praticamente em todos os lugares não beira um exagero, sabia?

Para exemplificar melhor, até mesmo o roteador que muitas pessoas usam em casa provavelmente utiliza o Linux. O mesmo vale para o decodificador da TV a cabo da sua casa. Na verdade, uma boa parcela dos recursos da internet acabam sendo sustentados por servidores com esse sistema operacional, bem como softwares dominantes com servidor Web Apache, DNS, PHP (linguagem de programação), javascripts e java, banco de dados MySQL e muitos outros.

Até mesmo a Netflix e o Facebook rodam em Linux! O mesmo ocorre com o sistema Android, que é todo baseado em Linux. Tudo isso ajuda a confirmar como esse sistema operacional se faz presente em nossa realidade nos dias atuais.

Vantagens e desvantagens do Linux

O Linux oferece vantagens e desvantagens em relação a outros sistemas operacionais (Fonte: Shutterstock)
O Linux oferece vantagens e desvantagens em relação a outros sistemas operacionais (Fonte: Shutterstock)

Entender o que é Linux está relacionado na oferta de grande versatilidade e também variedade. Mas, é importante lembrar que ele possui muitos pontos positivos e negativos!

Vantagens

  • O preço é um dos grandes diferenciais, já que sua distribuição é totalmente gratuita. Nesse sentido, computadores e notebooks com sistema operacional Linux tendem a ser mais baratos se comparados àqueles que disponibilizam o Windows, por exemplo. Se você está procurando o melhor notebook gamer Acer, por exemplo, muitos deles apostam no sistema operacional Endless OS baseado em Linux.
  • Ele permite amplo aprendizado, principalmente se tratando a mudanças de hábitos e profundidade de pesquisas que ele proporciona ao usuário. Ou seja, seu uso possibilita um maior aprendizado sobre o computador e desenvolvimento de habilidades;
  • Outro ponto positivo é baseado na privacidade. Por ser livre, ele torna possível que o próprio usuário possa definir o sistema acerca do controle de dados e privacidade. Vale lembrar que esses são pontos vulneráveis apontados para o Windows.

Desvantagens

  • Embora o Linux conte com uma gama de aplicativos já bastante difundidos, isso é ainda um conflito para muitos usuários. O fato é que muitas pessoas podem encontrar dificuldades em se adaptar a essa opções, principalmente se tiver o hábito de usar o Windows ou MacOS. Embora existam caminhos para rodar apps desses sistemas operacional no Linux, esse é ainda é um método que nem sempre atinge um bom resultado.
  • A complexidade de adaptação é outra desvantagem. Isso porque suas tarefas, de maneira geral, acabam sendo pouco amigáveis para a grande maioria dos usuários. – aproveite para conhecer o que é Ubuntu e como ele pode proporcionar um uso mais amigável do Linux!
  • Diferente do Windows, o suporte para hardware ainda é um fator que depende muito na iniciativa dos fabricantes.