Como usar seu smartwatch para cuidar da saúde na quarentena

Conheça 10 funções que podem ajudar a monitorar sua saúde e seu bem-estar sem sair de casa.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Você já está indo para o quinto mês de quarentena? Nós, aqui no Zoom, também! Mas para te ajudar a manter a saúde durante o período de isolamento social, preparamos algumas dicas de como usar o smartwatch (ou a smartband) na hora praticar exercícios dentro de casa e monitorar aspectos importantes da sua rotina, como o seu sono ou a quantidade de vezes que você lava as mãos, por exemplo.

Em cada tópico a seguir, também indicamos modelos de relógios e pulseiras inteligentes disponíveis no Brasil, e compatíveis com esses recursos.

Leia também: Melhor smartwatch 2020: 8 relógios inteligentes para comprar no Brasil

1. Monitoramento de sono

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Este recurso está presente em grande parte dos relógios e pulseiras inteligentes, e faz literalmente o que o nome diz. Toda vez que você dorme, o dispositivo acompanha o seu sono e gera relatórios com registro de quantas horas você dormiu, em quais momentos você acordou e, dependendo do medidor, até mesmo os estágios do seu sono.

Essa medição é feita através de um acelerômetro tri-axial que detecta o movimento do seu pulso de um lado para o outro, então se você estiver mexendo muito, é improvável que esteja dormindo de acordo com especialistas. A função muito útil para saber se você está dormindo bem ou menos do que o recomendado.

A Honor Band 5 é uma pulseira inteligente com esse recurso:

2. Monitoramento cardíaco

(Imagem: gustavosapienza/Shutterstock)
(Imagem: gustavosapienza/Shutterstock)

Assim como o recurso citado acima, o monitoramento cardíaco é uma função comum a estes dispositivos. Ele é feito por meio de uma luz que consegue detectar a sua pulsação sanguínea e, a partir disso, determina qual a sua frequência de batidas.

A forma como essa função trabalha ao longo do dia pode mudar de acordo com o relógio ou pulseira, por isso alguns só vão medir e monitorar os seus batimentos quando você ativar, enquanto outros, como a Mi Band 4, fazem isso 24 horas por dia.

No primeiro caso, o recurso é mais usado em exercícios físicos, para você conseguir acompanhar o ritmo do seu coração enquanto prática, mas os relógios ou pulseiras que monitoram frequentemente são muito úteis para o usuário detectar “irregularidades” em seus batimentos. Geralmente os dispositivos que fazem o monitoramento constante emitem avisos ao usuário quando algo está fora do comum na medição.

O Galaxy Fit E tem suporte ao monitoramento cardíaco:

3. Alerta de sedentarismo

(Imagem: Kislitsin Dmitrii/Shutterstock)
(Imagem: Kislitsin Dmitrii/Shutterstock)

Que tal se a sua pulseira te lembrar de quando você precisa fazer algum exercício ou alongamento durante o dia? Pois bem, modelos como a Huawei Band 3 e Mi Band 3 possuem esse recurso. Em alguns modelos, o usuário define o horário que a função começa a monitorar e quando ela acaba, além de também poder escolher um pequeno intervalo entre esse tempo para ela não emitir alertas, por exemplo, seu horário de almoço.

Quando o alerta de sedentarismo estiver ativo, ele irá detectar ociosidade e vai te emitir uma notificação te lembrando de se levantar, andar um pouco, alongar-se ou mesmo fazer algum exercício leve.

Em tempos de pandemia muitas pessoas estão trabalhando de casa e passam muito tempo sentadas na frente do computador, então esse recurso se torna ainda mais útil.

A Mi Band 3 tem alerta sedentarismo:

4. Monitoramento de ciclo menstrual

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Um recurso muito útil para as mulheres é o monitoramento de ciclo menstrual – todo feito a partir de informações que são adicionadas pela própria usuária. Ela irá informar quando o seu ciclo começou e quando terminou, então o aplicativo irá cruzar esses dados com com alguns outros que são estimados e gerar informações aproximadas de quando o próximo ciclo começa, quando deve acabar, seu período fértil entre outras.

É importante que a usuária sempre alimente o aplicativo com essas informações, seja confirmando suas estimativas ou adicionando mais dados, para que ele possa calcular com maior precisão.

O Apple Watch 3 tem suporte ao monitoramento de ciclo menstrual:

5. Eletrocardiograma

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Liberado recentemente pela Anvisa no Brasil, o app de eletrocardiograma do Apple Watch realiza um teste que registra a frequência e a intensidade dos impulsos elétricos que fazem o coração bater. A análise gerada a partir dos dados registrados neste teste permite o médico obter informações sobre o ritmo cardíaco, podendo detectar irregularidades, por exemplo, arritmia cardíaca.

Além disso, o aplicativo de saúde da Apple também cria um relatório com todos os dados, então o usuário pode exportar eles em PDF e compartilhar com o seu médico. O app de eletrocardiograma da Apple pode ajudar a descobrir casos de arritmia cardíaca, mas ele não exclui a necessidade de acompanhamento profissional.

O Apple Watch Series 5 tem o app ECG:

6. Monitoramento de ruídos

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

O Apple Watch também tem o monitoramento de ruídos, que mede o nível sonoro do ambiente em que você está. Usando o microfone do relógio, ele mede a quantidade de decibéis do lugar e emite uma mensagem falando se aquele nível está “normal” ou chegou a um ponto em que pode ser prejudicial para a sua audição em exposição prolongada.

Você também pode criar regras para que ele emita notificações ao detectar determinado nível de ruídos, dessa forma o relógio vai te avisar assim que o som ambiente chegar ao nível configurado.

O Apple Watch Series 4 tem monitoramento de ruídos:

7. Monitoramento de quedas

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Também presente no relógio da Apple, o monitoramento de quedas é um importante aliado para situações inesperadas, pois consegue detectar quando o usuário caiu e fornece a opção de ele ligar para a emergência instantaneamente a partir do próprio relógio. Caso a queda não tenha causado lesões, basta que o usuário aperte o botão “estou bem”.

Após a queda, o Apple Watch vai detectar se você está se movimentando ou parado. Em ambos os casos, o usuário tem 1 minuto para realizar alguma ação no relógio, ou uma ligação para a emergência será feita automaticamente. Logo em seguida, o contato de emergência cadastrado no app Saúde também será acionado, recebendo a localização do usuário que se acidentou.

8. Monitoramento de nível de estresse

(Imagem: Divulgação/Samsung)
(Imagem: Divulgação/Samsung)

O Galaxy Watch Active consegue realizar o monitoramento de níveis de estresse, usando relatórios obtidos através do monitoramento de sono e batimentos cardíacos. Além de fornecer relatórios sobre isso, ele também pode sugerir algumas atividades que possam te deixar mais calmo e relaxado, como exercícios de respiração.

9. Auxílio para criar o hábito de lavar as mãos

(Imagem: Divulgação/Samsung)
(Imagem: Divulgação/Samsung)

Com a pandemia da Covid-19, vários aplicativos começaram a surgir ensinando a como lavar as mãos corretamente, esses que ficam ainda mais práticos quando usados nos relógios inteligentes. A função principal dos apps é mostrar ao usuário qual o tempo médio indicado para uma boa lavagem, e geralmente os smartwatchs ficam tocando uma música “relaxante” enquanto exibem quantos segundos são necessários.

No caso do aplicativo disponível para os relógios da Samsung, ele também exibe notificações lembrando o usuário a lavar as mãos em diferentes períodos do dia. Como ele é resistente à água, nem é necessário retirar o dispositivo na hora de lavar as mãos.

10. Atividades físicas

(Imagem: Divulgação/Xiaomi)
(Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O último recurso da nossa lista é o auxílio para a prática das mais diferentes atividades físicas, função está disponível em praticamente todos os relógios e pulseiras inteligentes.

Geralmente, atividades como caminhadas e corridas são as mais populares, mas cada marca possui as suas peculiaridades, como ajuda em treinos de natação, remo, musculação, ioga e até mesmo pular corda! Use a que mais se encaixar com a sua realidade durante a quarentena.

A pulseira ou relógio é capaz faz a medição de quanto tempo você treinou, tempo que levou para fazer isso, qual a distância que percorreu e até quantas calorias foram queimadas em cada treino. Tudo isso pode ser gravado em aplicativos da própria fabricante ou de terceiros, assim você consegue um relatório de como está indo o seu treino.