Mulher caucasiana fazendo exercício de barra

Barra de musculação: quais os tipos e como escolher a melhor para você

Confira as dicas e saiba como escolher a barra de musculação mais adequada para os seus treinos

João Schmidt

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

Compartilhe:

Procurando uma barra de musculação nova? Esse acessório de academia possibilita uma variedade enorme de exercícios e movimentos físicos, e é fundamental para quem busca aprimorar partes do corpo como a grande dorsal e o bíceps branquial.

Para comprar a barra de musculação mais indicada para você, é preciso entender os tipos disponíveis no mercado e suas diversas características, a praticidade de cada modelo e, ainda, levar em conta o espaço físico disponível para instalar sua barra.

Confira nessa matéria as dicas do especialista Lucas Moreira, Personal Trainer, que passou um pouco de seus conhecimentos sobre as barras de musculação e suas diferenças entre si.

Tipos de barra de musculação

1. Barra de pressão

A barra de pressão é composta geralmente por ferro ou aço, além de apresentar borrachas em suas extremidades, visando o maior conforto durante o seu uso. O peso se aproxima dos 1,2 kg e seu tamanho vai de 60 cm até 100 cm.

Esse tipo de barra apresenta como maior diferencial a sua praticidade, se comparada a outros tipos de barra de musculação. Isso pois, como o prórprio nome diz, é necessária apenas a pressão para instalar a barra em qualquer porta.

2. Barra fixa

Segundo Lucas, a barra fixa apresenta muitas semelhanças com a barra de pressão, ativando os mesmos músculos e oferecendo uma gama de exercícios muito parecidas.

"A barra fixa e a barra de pressão são muito parecidas, tendo como diferença apenas a maior praticidade da barra de porta, que pode ser instalada facilmente em qualquer portal da sua casa, enquanto a fixa precisa de um espaço maior e tem a sua instalação mais trabalhosa", conta o Personal Trainer.

Porém, a maior diferença entres os dois tipos de barra de musculação está na menor praticidade da barra fixa, já que é necessário a utilização de furadeiras e pregos para a instalação.

3. Barra Mista

A barra mista é a mais diferente entre os três tipos. Isso acontece pois além de sua estrutura reta, também presente nos outros dois tipos de barras, ela apresenta uma curvatura em ambas extremidades.

"A barra mista, é um tipo de barra fixa, mas com mais opções de pegada, variando as possibilidades de exercícios", explicou Lucas.

Essa nova variedades de exercícios e pegadas vem da curvatura presente nas extremidades da barra. Essa curvatura permite que diferentes músculos e áreas do corpo humano sejam ativadas. No entanto, assim como a barra fixa, é necessário o uso de furadeiras e pregos para sua instalação.

4. Barra olímpica

A barra olímpica - a mais comum, em que se colocam anilhas de diversos pesos nas extremidades - se difere das outras por ser um tipo utilizado em exercícios que ativam áreas como o peito e os ombros, como o supino, exercício primordial para quem quer treinar essas áreas do corpo.

Utilizados em conjunto, o banco de supino e a barra olímpica são fundamentais para quem busca um treinamento seguro e de qualidade.

Confira abaixo as melhores ofertas do banco de supino da Sport Camping Star, uma excelente alternativa para efetuar seus movimentos com segurança:

Como escolher o tipo de barra de musculação mais adequado para você?

Homem caucasiano fazendo exercício de barra sem camisa em academia
A barra é um dos mais famosos aparelhos no treino de costas em todas as academias (Foto/Shutterstock)

Agora que você já conhece os diferentes modelos de barras de musculação disponíveis no mercado, é chegada a hora de escolher qual é mais adequada para sua necessidade. Para isso, é necessário observar em quais músculos você deseja focar durante seu treinamento, além do espaço físico disponível em seu ambiente.

"Se você tiver um espaço disponível para a instalação de uma barra, as mistas são mais adequadas, pois aumentam o leque de opções para variar o exercício.Já se não tiver muito espaço, as barras de porta são uma ótima opção, já que quase não ocupam espaço, e podem ser retiradas enquanto não estão sendo usadas", afirmou o profissional.