Ginasta fazendo movimento em cima da trave com um estádio lotado

Quais os tipos de ginástica? Descubra as características de cada uma

Nossa lista te ajuda em aprender mais sobre os tipos de ginásticas

João Schmidt

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

Você sabe quais os tipos de ginástica existentes? Quando se fala em ginástica, nas diferentes modalidades praticadas em academia ou até mesmo nas olímpicas, é fato que esse estilo de exercício físico vem ganhando cada vez mais popularidade no mundo fitness.

Se você pretende começar ou é um fã da prática, preparamos uma lista detalhando os diferentes tipos de ginástica e suas particularidades e ainda te oferecemos os melhores produtos para cada um deles. Confira a seguir!

Tipos de ginástica de academia

Diferente da ginástica olímpica, a ginástica de academia é uma excelente alternativa para quem não é atleta e busca uma junção eficiente entre condicionamento físico e estética corporal. Os principais tipos de ginásticas de academia são:

Ginástica aeróbica

A ginástica aeróbica é um tipo de ginástica originária da dança aeróbica, aonde o exercício físico se baseia na execução de movimentos aeróbicos complexos, de forma continuada e com alta intensidade, somados à estrutura e estilo das músicas utilizadas nas aulas.

Ela nasceu nos Estados Unidos na década de 60 por conta de estudos que comprovavam os benefícios cardiovasculares e de emagrecimento

Já ocorreram algumas tentativas por conta da Federeação Internacional de Ginástica de tornar a modalidade um esporte olímpico mas até hoje isso ainda não ocorreu.

Se você se interessou na ginástica aeróbica, confira os melhores preços para colchonete de ginástica em nosso site!

Crossfit

O Crossfit tem ganhado enorme relevância nos ultimos anos por trazer resultados incríveis para aqueles que o praticam. Porém, é necessário dizer que não se trata de uma atividade física exatamente convidativa para sedentários, pois apresenta um alto nível de intensidade esportiva.

Ele apresenta exercícios com agachamentos, corrida, uso de cordas e bolas, além dos já estabelecidos pesos de academia, utilizando desses para alcançar o ganho muscular sem perder o foco no condicionamento físico.

Depois de aprender um pouco mais sobre o Crossfit, você vai precisar dos equipamentos necessários para treinar. O Hand Grips da Skyhill, possibilitam maior segurança para você durante seu treino. Confira abaixo as melhores ofertas do produto:

Yoga

A Yoga nasceu na Índia e segundo historiadores tem mais de 5.500 anos de história. Desde lá, conquistou cada vez mais apreciadores no Ocidente, mesclando uma ótima atividade física com um novo estilo de vida revolucionário.

Além disso, esse tipo de ginástica acarreta em diversos benefícios para o corpo e a mente humana, como o condicionamento físico, alívio de dores corporais e manutenção da sua saúde mental, por meio de seus exercícios de alongamento, força e mantras. A gente fez uma matéria contando mais sobre todos os benefícios da Yoga - dá só uma olhada!

Se você está começando na prática de yoga, a bola suíca é um excelente investimento! Uma ótima opção é a bola suiça da Live Up, com 65 cm de diâmetro. Confira abaixo as melhores ofertas do produto:

Artes Maciais

Assim como a Yoga, as Artes Maciais são um tipo de ginástica proveniente do Oriente que ganha diversos adeptos no Ocidente todos os dias.

Composta por diferentes lutas como Muay thai, Kickboxing, Krav Maga e Taekwondo, as Artes Maciais trazem como resultado para aqueles que a executam o desenvolvimento da disciplina e autocontrole, emagrecimento e melhora do condicionamento físico.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre Artes Marciais, vale investir em uma bolsa de treino focada em artes marciais e outras modalidades. Confira em nosso link o modelo de bolsa que oferece opções para para uso de atletas do Crossfit, Artes Marciais e futebol.

Tipos de ginástica Olímpica

Quando se fala em esportes olímpicos, existem 5 tipos de ginástica diferentes, cada um com suas características e métodos de avaliação próprios. Tendo seu início na Grécia Antiga, o esporte, que há séculos fascina povos de diversos países, exige um alto nível técnico dos aspectos corporais, como a elasticidade, força e agilidade.

Por isso, os atletas que se propõem a praticar essa atividade profissionalmente precisam estar no topo de suas capacidades físicas e mentais para que, assim, conquistem o êxito nas respectivas modalidades.

Ginástica artística

Ginasta caucasiana performando movimento em cima da trave
A 

A ginástica artística está presente desde a primeira edição moderna dos jogos olímpicos em 1896, tendo em sua história a atleta russa Nadia Comaneci como sua maior estrela

O método de avaliação se estabelece na dificuldade das série e execução dos movimentos apresentados pelos atletas.

No entanto, existem diferentes provas distintas para ambos os sexos dos competidores.

Homens:

  • Solo - série de exercícios realizada sobre um tablado quadrado de 12 metros montado sobre uma estrutura com molas e espuma
  • Salto – o objetivo é saltar apoiando-se numa pequena trave recoberta de couro. Um pequeno trampolim fixado no chão ajuda o ginasta a tomar impulso.
  • Barra fixa – as apresentações são feitas numa única barra a 2,8m do chão.
  • Barras paralelas – as apresentações são feitas em duas barras paralelas.
  • Cavalo com alças – os atletas evoluem sobre uma trave com alças laterais.
  • Argolas - aparelho que exige força e concentração. Os ginastas se apresentam com as mãos nas duas argolas paralelas. Há exercícios obrigatório, como a parada com os braços abertos.

Mulheres:

  • Solo
  • Salto
  • Barras Assimétricas – pelo menos dez elementos devem ser incluídos na apresentação em duas barras paralelas de alturas diferentes.
  • Trave de Equilíbrio – sobre uma trave de metal, revestida por espuma e couro, as ginastas fazem apresentações com elementos obrigatórios.

Se interessou em aprender um pouco mais sobre a ginástica artística? Então encontre em nosso site os melhores preços para o livro Fundamentos da Ginástica e Trampolim, que detalha as características e aspectos do tipo de ginástica.

Ginástica acrobática

Ginasta caucasiana exercendo movimento em fundo azul com luz rocha

A ginástica acrobática é reconhecida pelos movimentos performáticos extremamente estéticos exercidos por seus atletas e seu critério de avaliação se baseia no nível de harmonia, execução com perfeição e grau de complexidade apresentados nesses movimentos.

Para isso, os integrantes das equipes devem tomar para sí as seguintes funções:

  • Base: componente da base da estrutura, que efetua a posição mais estável para suportar e transportar o volante;
  • Volante: componente que fica no topo da estrutura, que apresenta maior versatilidade;
  • Intermédio: componente intermediário da estrutura, que mescla as características dos anteriores.

Além disso, os movimentos apresentados são divididos entre estáticos e dinâmicos. Os movimentos estáticos são caracterizados pela execução de um exercício com uma posição de equilíbrio por pelo menos 3 segundos, já os movimentos dinâmicos realizam-se com a movimentação do volante.

Para aprender mais sobre a ginástica acrobática, conheça o livro Fundamentos Básicos da Ginástica Acrobática Competitiva, que auxilia novatos e profissionais no conhecimento da modalidade. Confira os melhores preços no link:

Ginástica de trampolim

Mulher caucasiana pulando em cima de trampolim azul

A ginástica de trampolim tem sua origem no meio circense durante a Idade Média europeia e é composta por quatro provas: individual, sincronizado, tumbling e duplo mini-trampolim onde são analisadas execução técnica, dificuldade dos elementos e sincronizção dos atletas como métodos de avaliação.

• Individual: o ginasta salta sobre uma tela, conhecida como cama elástica, e executa os 20 elementos técnicos, divididos em duas séries de 10, exigidos pelos árbitros.

• Sincronizado: esta prova tem as mesmas características que o Trampolim Individual, porém é realizada com dois ginastas saltando simultaneamente em trampolins diferentes posicionados paralelamente a uma distância de 2m.

• Tumbling: esta prova é executada numa pista de 26m, na qual o ginasta executa quatro passadas com oito elementos acrobáticos em cada passada, sendo duas passadas na preliminar e duas passadas na final. O ginasta deve manter o ritmo durante toda a execução.

• Duplo Mini-Trampolim: É um aparelho de proporções menores no qual o ginasta executa uma corrida antes dos elementos técnicos. Após a corrida, o ginasta faz a aproximação e salta no aparelho, executando quatro passadas com dois elementos técnicos diferentes, sendo duas passadas na preliminar e duas passadas na final. Todas as passadas devem ser diferentes.

Se interessou em aprender um pouco mais sobre a ginástica de trampolim? Então encontre em nosso site os melhores preços para o livro Fundamentos da Ginástica e Trampolim, que detalha as características e aspectos do tipo de ginástica.

Ginástica Rítmica

Ginasta caucasiana fazendo movimento com fita vermelha

A ginástica rítmica teve seu nascimento em por volta da década de 20 como um repartição da ginástica artística, porém sendo adicionados conceitos como a utilização de fitas, bolas, cordas e músicas.

Diferente das outras modalidades, a ginástica rítmica é disputada apenas pelas mulheres, podendo ser de forma individual ou em conjunto

Na apresentação de conjunto, a série deve ter de dois minutos e quinze a dois minutos e trinta segundos, enquanto no individual, um minuto a menos, sendo analisados em ambas as competições, aspectos como a beleza, elasticidade e e graciosidade da apresentação das competidoras.

Agora que você já conhece mais sobre a ginástica rítmica, que tal botar o conhecimento em prática? Para isso, você vai precisar do equipamento necessário. O vestido feminino de ginástica Liuhuo permite uma maior flexibilidade e estética para poder realizar dos movimentos artísticos. Confira os melhores preços no link: