Zoom indica em Celular e Smartphone

iPhone 11 Pro vs Galaxy S10: qual é o melhor celular avançado de 2019?

Alto desempenho e câmera tripla são destaques dos celulares da Apple e Samsung.

Celular
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

O iPhone 11 Pro e o Galaxy S10 são os atuais carros-chefe da Apple e Samsung, respectivamente, no mercado de smartphones. Lançados mundialmente em fevereiro (Galaxy) e setembro (iPhone) de 2019, os modelos apresentam algumas semelhanças, como a presença de câmera tripla e processadores de alta performance. Mas quem busca por um celular top de linha sabe que cada detalhe da ficha técnica pode ser decisivo na hora de investir em um aparelho com preço alto.

Para ajudar você a descobrir qual smartphone é o ideal para o seu dia a dia, montamos um comparativo de especificações entre esses modelos. E aí, iPhone 11 ou Galaxy S10? Qual será o melhor celular nessa disputa? Dê um Zoom na nossa análise e descubra.

Leia também: Review Galaxy S10 Plus: Samsung brilha com 5 câmeras e tela AMOLED Dinâmica

iPhone 11 ProiPhone 11 ProGalaxy S10Galaxy S10
Data de lançamento
10 de setembro de 2019 20 de fevereiro de 2019
Tamanho da Tela
Super Retina XDR (OLED) de 5,8 polegadas Dynamic AMOLED de 6,1 polegadas
Resolução da Tela
2436 x 1125 pixels 3040 x 1440 pixels (Quad HD+)
Processador
A13 Bionic Exynos 9820
Memória RAM
Não informado 8 GB
Armazenamento
64 GB, 256 GB ou 512 GB 128 GB ou 512 GB
Memória expansível
Não Sim, até 512 GB
Câmera traseira
12 MP (f/1.8) + 12 (f/2.4) + 12 (f/2.0) 12 MP (f/1.5-2.4) + 16 MP (f/2.2) + 12 MP (f/2.4)
Câmera frontal
True Depth 12 MP f/2.2 10 MP f/1.9
Filma em
4K @ 60 fps 4K @ 60 fps
Bateria
Até 4 horas a mais do que o iPhone XS 3.400 mAh
Dual chip
Somente com eSIM + nano-SIM Sim
Acesso à Internet
4G, 3G e Wi-Fi 4G, 3G e Wi-Fi
Sistema operacional
iOS 13 Android 9 Pie
Leitor de digitais
Não Sim (sob a tela)
Reconhecimento Facial
Sim (Face ID) Sim
Scanner de íris
Não Não
Resistência à água e poeira
IP68 IP68
TV Digital
Não Não
Dimensões
144 x 71,4 x 8,1 mm 149,9 x 70,4 x 7,8 mm
Peso
188 gramas 157 gramas
Cores
dourado, cinza espacial, prateado e verde meia-noite branco, preto, preto cerâmica e azul
Ver ofertas Ver ofertas

iPhone 11 Pro vs Galaxy S10: tela e design

A Apple e a Samsung tomaram decisões bem diferentes para design de smartphones em 2019. Começando pela parte frontal: o painel do Galaxy S10 chegou com um “frescor” de inovação, ainda no início do ano, a sua tela de 6,1 polegadas com bordas mínimas e curvas tem um recorte circular para abrigar a câmera frontal – algo que a fabricante chamou de Infinity-O display.

Galaxy S10 Tela Quad HD+Galaxy S10 tem tela Quad HD+ com tecnologia AMOLED dinâmica - Foto: Shutterstock

 

Já o iPhone 11 Pro, lançado no segundo semestre, ainda conserva um visual datado apresentado em 2017, com o iPhone X, e mantido no iPhone XS: a tela de 5,8 polegadas tem notch retangular, que diante das soluções atuais, não parece tão discreto.

A tecnologia utilizada pela Samsung é a AMOLED dinâmica, uma evolução da Super AMOLED que traz maior conforto aos olhos (emite menos luz azul), suporta HDR10+ e tem maior gama de cores, o que proporciona imagens mais fiéis ao que é visto na natureza. A Apple, por sua vez, apresentou a nova tela Super Retina XDR, baseada em OLED, que traz HDR aprimorado para entregar maior brilho e cores mais naturais.

Tela Galaxy S10

A tela do Galaxy S10 abriga ainda o leitor ultrassônico de impressão digital. A Apple não investe em sensor de digitais no iPhone 11 Pro, deixando a biometria apenas no reconhecimento facial (Face ID).

Na resolução, a Samsung tem uma vantagem: a tela do Galaxy S10 chega a Quad HD+ (3040 x 1440 pixels), entregando, teoricamente, maior nível de detalhes do que o iPhone 11 Pro, que tem resolução 2436 x 1125 pixels. Na prática, porém, deve ser difícil apontar falhas de nitidez no celular da Apple, uma vez que a densidade de pixels ainda é bastante alta.

Galaxy S10 leitura ultrassônicaGalaxy S10 tem leitor de digitais ultrassônico embutido na tela - Foto: Shutterstock

 

Partindo para a parte traseira dos smartphones: construídos em vidro, tanto o iPhone 11 Pro quanto Galaxy S10 têm design premium. A posição das câmeras é o que difere (e mais chama a atenção) nesses modelos. Enquanto o S10 traz uma solução convencional, posicionando as câmeras lado a lado na horizontal, a Apple agrupo as três lentes em posição triangular e as envolveu com uma moldura quadrada. Essa opção dividiu opiniões durante o lançamento do novo iPhone.

iPhone 11 Pro câmera triplaiPhone 11 Pro tem câmera tripla em posição triangular, com moldura quadrada - Foto: Apple

 

No que diz respeito às cores, a Samsung optou por um sutil gradiente no S10 branco. Há ainda as opções em preto e azul. Já a Apple traz os tradicionais dourado, cinza-espacial e prata, além de uma nova opção de cor: “verde meia-noite”, que tem tom escuro.

iPhone 11 Pro vs Galaxy S10: qual é a melhor câmera tripla?

Tanto a Samsung quanto a Apple apostaram na combinação de três sensores para compor as fotografias tiradas com seus flagships em 2019. Fazem parte do pacote, nos dois casos, uma lente ultra-angular, uma grande-angular e outra teleobjetiva. Essa disposição oferece muitas opções de registros para o usuário e recursos como zoom óptico em alta resolução.

É preciso dizer que ambos os smartphones realizam fotos de excelente qualidade, tendo em vista que suas câmeras cumprem o mesmo objetivo. Uma tecnologia ou outra que são os diferenciais. Sendo assim, essa parte do comparativo se tratará delas.

Câmera iPhone 11 ProCâmera tripla do iPhone 11 Pro tem três sensores de 12 MP - Foto: Apple

 

No caso do iPhone 11 Pro, todas as lentes acompanham sensor de 12 MP. As aberturas são f/1.8, para a grande-angular, f/2.4 para a ultra-wide e f/2.0 para a teleobjetiva.

 

 

Segundo a própria Apple, seus engenheiros sincronizaram as câmeras para apresentar um sistema de cor idêntico. Uma preocupação da empresa também foi trazer fluidez entre a troca das lentes, objetivo que ela conquistou graças ao processador A13 Bionic, do qual falaremos mais à frente.

Quanto ao Galaxy S10, há dois sensores de 12 MP, um acompanha a lente grande-angular e tem abertura variável (f/1.5-2.4) e o outro acompanha a lente teleobjetiva com abertura f/2.4. Já a lente ultra-wide tem abertura f/2.2 e sensor de 16 MP. Suas lentes capturam cores são bem próximas ao que os olhos enxergam e com maior riqueza de detalhes. Para cenários escuros ou não, a Samsung trouxe um modo noturno que realiza uma combinação de quadros para melhorar os registros.

S10 Câmera TriplaCâmera tripla do Galaxy S10 é posicionada de forma horizontal - Foto: Shutterstock

 

As duas fabricantes contam com Modo Noturno para capturar imagens com alto nível de detalhes e com cores otimizadas, mas no iPhone esse recurso é automático e promete ser mais avançado, rivalizando com o Google Pixel 3. Ainda não saíram testes práticos que comprovem a superioridade do iPhone 11 Pro nesse quesito, então é necessário aguardar um pouco até afirmar quem leva a disputa.

Para selfies, a Apple aposta em um upgrade: a câmera TrueDepth agora tem 12 MP (f/2.2), em vez de 7 MP como os iPhones de 2018, e é capaz de filmar em câmera-lenta (algo que a companhia chamou de “slofies”. Já a Samsung traz sensor frontal de 10 MP (f/1.9). Ambas conseguem fazer fotos com o Modo Retrato.

Modo Noite iPhone 11 ProModo “Noite” do iPhone 11 Pro promete ótimos resultados mesmo no escuro - Foto: Apple

iPhone 11 Pro vs Galaxy S10: processador A13 bionic tem a melhor performance

O Galaxy S10 tem o processador Exynos 9820, um dos mais avançados da Qualcomm, que é 29% mais veloz que o usado no antecessor Galaxy S9. É um chip muito veloz que em nossos testes se saiu muito bem para qualquer tipo de tarefa, até mesmo a execução de jogos pesados e reprodução de gráficos mais complexos. No S10 ele trabalha em conjunto com memória RAM de 8 GB, o que garante fluidez para multitarefa e aplicativos em segundo plano.

A melhoria em velocidade também ocorre no iPhone 11 Pro. Mas, de acordo com testes de benchmark mostrados pela própria Apple, a arquitetura Fusion 64 bits do processador A13 Bionic promete o melhor desempenho já visto em um smartphone.

Levando em conta o problema crônico da Apple relacionado à bateria, a CPU do iPhone 11 Pro consome 25% menos energia do que a do iPhone XS, o que representa uma eficiência que impacta diretamente na autonomia para usar o smartphone longe das tomadas por mais tempo.

iPhone 11 Pro A13 BioniciPhone 11 Pro tem chip A13 Bionic que promete rodar sem problemas até os jogos mobile mais pesados - Foto: Apple

 

No que diz respeito à memória interna, as opções são de 64 GB, 256 GB ou 512 GB para o iPhone 11 Pro. Vale lembrar que os celulares da Apple não têm a possibilidade de expansão via microSD, o que significa que usuários que costumam salvar muitos arquivos e baixar muitos apps no celular deverão optar pelos modelos com maior capacidade (consequentemente, desembolsar mais dinheiro).

O Galaxy S10 tem duas opções: 128 GB ou 512 GB, sendo possível a expansão em até 512 GB via microSD.

iPhone 11 Pro vs Galaxy S10: bateria e carregamento

Pegando carona no tópico anterior, no qual falamos sobre o chip A13 Bionic, a eficiência desse processador é um dos fatores que permite ao iPhone 11 Pro ter uma estimativa de duração de bateria de 4 horas a mais do que o iPhone XS, de 2018. Outro ponto importante é a tela Super Retina XDR, que também é mais econômica.

A Apple não divulga os números de capacidade de bateria, mas promete uma duração máxima de 18 horas com reprodução de vídeo ou 11 horas de streaming de vídeo.

Já o Galaxy S10 tem capacidade para 3.400 mAh, que promete as mesmas 18 horas de reprodução de vídeo que o iPhone 11 Pro, ou até 14 horas de uso do 4G. Um recurso especialmente interessante desse smartphone é a possibilidade de carregar outros dispositivos a partir do compartilhamento de bateria (PowerShare).

Galaxy S10 CarregamentoGalaxy S10 é capaz de recarregar outros dispositivos sem fios (padrão Qi) - Foto: Shutterstock

 

Ambos os modelos suportam carregamento sem fio e são compatíveis com carregamento rápido. A Apple inclui um carregador de 18 W na caixa do iPhone 11 Pro. No celular da Samsung, a potência é de 15 W.

iPhone 11 Pro ou Galaxy S10: preço e custo-benefício

O Galaxy S10 foi lançado no início de 2019 por R$ 4.999 e já sofreu uma boa redução de preço no Brasil, sendo encontrado em ofertas por aproximadamente R$ 3 mil, na versão de 512 GB.

Já o iPhone 11 Pro acaba de ser anunciado nos Estados Unidos por US$ 999 (64 GB). Ainda não há informações sobre a chegada e o preço do smartphone no Brasil, mas seguindo a linha de 2018, ele deve desembarcar por aqui em novembro com preço na faixa de R$ 7 mil.

Diante desses valores, é impossível dar a vitória de custo-benefício para o iPhone 11 Pro, mesmo com seus inúmeros benefícios e alta performance. O smartphone é extremamente recomendado para quem pode investir e faz questão do ecossistema da Apple, que envolve o iOS 13 e sua experiência fluida.

Porém, se você já é usuário do Android ou está disposto a encarar o sistema do Google, o Galaxy S10 é uma das melhores opções lançadas este ano, e certamente atenderá bem às suas expectativas. Há ainda outro modelo da Samsung, o Galaxy Note 10 Plus, que tem tela maior e câmeras ainda melhores para produção de vídeo (caso seja esse o seu foco).

Encontre os melhores preços para o Galaxy S10 e para o iPhone 11 Pro no Zoom:

 

Assista à nossa análise sobre o Galaxy S10 Plus e se inscreva no canal do YouTube:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone