Celular Redmi Note 10 ao lado do Galaxy A32, os dois exibindo parte traseira

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: qual dos dois é melhor?

Comparamos o Redmi Note 10 vs Galaxy a32 para te mostrar qual o melhor intermediário para comprar em 2021

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

Compartilhe:

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: qual o melhor celular intermediário de 2021? Os dois aparelhos são excelentes opções nesse segmento, mas possuem diferenças importantes que impactam na hora da escolha. Enquanto o Redmi Note 10 aposta em um processador mais rápido e câmeras melhores, o A32 traz uma tela com 90 HZ de taxa de atualização.

Os dois celulares também possuem versões com internet 5G. Assim, os usuários já estarão preparados para quando a tecnologia for lançada no Brasil. Nós preparamos um comparativo completo entre o Redmi Note 10 e o Galaxy A32 para te mostrar quais as diferenças entre os dois celulares.

Parte traseira do Galaxy A32 na cor lilás
Galaxy A32 é um interemediário da Samsung que aposta em um design minimalista (Foto: Shutterstock)

No fim do texto ainda vamos te mostrar onde comprá-los com os melhores preços, incluindo as versões com 5G! Veja abaixo as fichas técnicas de cada um.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: especificações

Ficha técnica do Redmi Note 10

  • Tela: 6,4 polegadas com resolução Full HD+ e tecnologia Super AMOLED;
  • Processador: Snapdragon 678 octa-core;
  • Memória RAM: 4 GB ou 6 GB;
  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB expansível;
  • Câmera traseira quádrupla: Principal de 48 MP (f/1.8) + Ultra-wide de 8 MP (f/2.2) + Macro de 2 MP (f/2.4) + Sensor de profundidade de 2 MP (f/2.4);
  • Filma em 4K;
  • Câmera frontal: 13 MP (f/2.5);
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento turbo de 33W;
  • Sistema operacional: Android 11 com Miui 12.5;

Ficha técnica do Galaxy A72

  • Tela: 6,4 polegadas com resolução Full HD+, tecnologia Super AMOLED e 90 Hz;
  • Processador: Helio G80 octa-core;
  • Memória RAM: 4 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB expansível;
  • Câmera traseira quádrupla: Principal de 64 MP (f/1.8) + Ultra-wide de 8 MP (f/2.2) + Macro de 5 MP (f/2.4) + Sensor de profundidade de 5 MP (f/2.4);
  • Filma em Full HD;
  • Câmera frontal: 20 MP (f/2.2);
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento turbo de 15W;
  • Sistema operacional: Android 11 com One UI 3.1;

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: design

O Redmi Note 10 tem um visual com cara de aparelho "premium". O modelo aposta em um degradê de cores e módulo de câmeras com moldura metálica para o sensor principal. As bordas da tela são finas e a câmera de selfies ocupa pouco espaço, já que fica em um pequeno furo no painel.

Traseira do Redmi Note 10 na cor branca em um fundo branco
Redmi Note 10 aposta em um visual premium, com degradê de cores (Foto: Shutterstock)

Já o Galaxy A32 opta por um visual moderno e relativamente mais simplista. A pintura traseira é toda lisa e as câmeras ficam na parte superior esquerda, mas sem nenhum tipo de módulo ou "armadura" para os sensores. Na parte frontal as bordas da tela também são finas e a câmera de selfies fica em um entalhe no formato de gota.

Ambos os celulares possuem acabamento em plástico e proporção 20:9, deixando-os mais esticados e confortáveis de segurar. Eles também contam com entrada para fones de ouvidos. O Redmi Note 10 leva vantagem nos alto-falantes estéreos com áudio de 24-bit.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: tela

Foto de uma mão segurando o Galaxy A32 com a tela acesa
O Galaxy A32 se destaca pela tela com 90 Hz (Foto: Shutterstock)

O embate de tela entre o Redmi Note 10 vs Galaxy A32 é acirrado, mas o aparelho da Samsung tem leve vantagem. Ambos usam painel Super AMOLED, cujas características são cores vívidas, brilho alto e um excelente contraste de preto. Eles também compartilham da mesma resolução Full HD+ para imagens em alta definição. Além disso, têm o mesmo tamanho (6,4 polegadas).

A diferença é que o aparelho da Samsung também conta com 90 Hz de taxa de atualização, enquanto o da Xiaomi tem 60 Hz. Esse recurso faz com que as imagens se atualizem mais rapidamente, e consequentemente a navegação fica mais natural e fluida, além de melhorar a experiência em jogos.

Outro ponto importante é que o Galaxy A32 possui leitor biométrico integrado à tela, recurso moderno e que dá mais praticidade para desbloquear o celular. O leitor biométrico do Redmi Note 10 fica na lateral do aparelho.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: desempenho

Foto de uma pessoa jogando no Galaxy A32
Galaxy A32 consegue rodar vários jogos da Play Store com bom desempenho (Foto: Shutterstock)

No quesito desempenho, a disputa entre o Redmi Note 10 vs Galaxy A32 é parelha. Entretanto, o ponto vai para o celular da Xiaomi. Ele usa o processador Snapdragon 678, um chip octa-core com frequência de 2,2 GHz, enquanto o A32 usa o Helio G80, que também é octa-core, tem 2 GHz. A diferença de desempenho pode chegar a 20% em favor do Snapdragon em alguns casos, conforme mostram testes do site NanoReview.

Na prática, essa diferença não será tão impactante assim. Então, quase todos os apps e jogos que o Redmi Note 10 consegue rodar, o Galaxy A32 também conseguirá tranquilamente. Entretanto, vale lembrar que estamos falando de aparelhos intermediários, que podem apresentar certa lentidão para rodar apps mais pesados.

O aparelho da Samsung é vendido aqui no Brasil em uma versão com 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. No caso do celular da Xiaomi, é possível encontrar opções com 4 GB ou 6 GB de RAM e 64 GB ou 128 GB de armazenamento interno, em diferentes combinações.

Os dois celulares já chegam com Android 11 de fábrica e usam interfaces personalizadas das suas fabricantes, sendo a MIUI 12.5 da Xiaomi e One UI 3.1 da Samsung.

Modelos com 5G

Os dois celulares possuem versões com 5G, mas as fabricantes fazem várias modificações em suas fichas técnicas além do processador. Veja a nossa análise do Redmi Note 10 5G e também do Galaxy A32 5G para ter mais detalhes sobre esses modelos.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: câmeras

Imagem que ilustra o conjunto de câmeras do Redmi Note 10.
Conjunto de câmeras do Redmi Note 10 (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Na disputa de câmeras do Redmi Note 10 vs Galaxy A32, os conjuntos são bem diferentes e a Xiaomi deve levar a melhor. O Redmi Note 10 tem quatro sensores: 48 MP (principal), 8 MP (ultra-wide) e dois de 2 MP cada (macro e sensor de profundidade). O A32 também tem quatro câmeras, uma de 64 MP (principal), 8 MP (ultra-wide) e duas de 5 MP cada (macro e sensor de profundidade).

 Foto do conjunto de câmeras do Galaxy A32 na cor azul
O Galaxy A32 possui um sensor principal de 64 MP (Foto: Shutterstock)

Na teoria, o Galaxy A32 deveria ter fotos com mais detalhes, já que os sensores possuem mais MP. Entretanto, na prática, é o Redmi Note que leva a melhor, tanto em detalhes quanto na parte de cores, conforme mostram reviews. O aparelho da Xiaomi ainda tem outra vantagem clara sobre o concorrente: gravação de vídeos. Enquanto ele grava em 4K com a câmera principal, o da Samsung faz vídeos apenas em Full HD.

Para selfies o Galaxy A32 tem um sensor de 20 MP, enquanto o Redmi Note 10 tem um de 13 MP com suporte ao HDR. Ambos filmam em Full HD e possuem o efeito de modo retrato, que desfoca o fundo das fotos.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: bateria

Foto de um celular Xiaomi carregando com a tecnologia turbo
O Redmi Note 10 possui carregamento turbo de 33W (Foto: Shutterstock)

Considerando o tamanho da bateria, temos um empate técnico no comparativo Redmi Note 10 vs Galaxy A32. Ambos os modelos possuem capacidade de 5.000 mAh. No entanto, a Xiaomi se destaca no carregamento rápido, já que suporta carregadores turbo de até 33W, que carregam 50% em 25 minutos. O celular da Samsung também tem carregamento rápido, mas de apenas 15W.

Redmi Note 10 vs Galaxy A32: preço e custo-benefício

Avaliando os vários tópicos citados acima, ficou claro que o Redmi Note 10 é um celular com mais vantagens em ficha técnica, mas isso acaba se refletindo no preço. Enquanto o Galaxy A32 custa a partir de *R$ 1.349 em sua versão de 128 GB, o aparelho da Xiaomi custa *R$ 1.661. É uma diferença considerável, mas que se justifica perante as vantagens que ele oferece.

Caso você não precise de 128 GB, é possível encontrar o Redmi Note 10 no modelo com 64 GB e aí o valor fica parelho do da Samsung, já que essa versão custa cerca de *R$ 1.364. Se formos comparar as versões com 5G, o Redmi Note 10 acaba sendo mais vantajoso, já que custa *R$ 1.547, enquanto o A32 5G é vendido por *R$ 1.805.

*Valores coletados no dia 13/09/2021.

Os dois são bons celulares intermediários, sendo indicados para quem busca funções e recursos além do básico, mas não querem investir em modelos caros. O Redmi Note 10 acaba sendo a melhor escolha. Além da ficha técnica superior, sua versão de 64 GB custa o mesmo preço do A32. Se você precisar de mais armazenamento, basta usar um cartão de memória para expandir o espaço.

Veja onde comprar os celulares no melhor preço:

Não gostou dos celulares? Então veja outras indicações dos melhores celulares Samsung e melhores celulares Xiaomi para comprar em 2021.