Yennefer de Vengerberg: conheça a poderosa feiticeira de The Witcher 3

Personagem fundamental nos livros e na série da franquia, Yennefer de Vengerberg também teve uma participação à sua altura nos games

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 9 min. de leitura.

Compartilhe:

Yennefer de Vengerberg é uma das personagens principais da franquia The Witcher, que já engloba coletâneas de contos, uma saga de oito romances, três jogos de videogame de sucesso e uma série adaptada e veiculada pela Netflix, que já tem uma temporada e ganhará uma segunda em dezembro de 2021.

O universo de The Witcher nasceu na Polônia, em 1986, com um conto escrito pelo autor Andrzej Sapkowski para um concurso literário de uma revista de fantasia e ficção científica. Assim como "o bruxo" Geralt de Rivia, protagonista da trama, a personagem Yennefer já integrava a história desde o início e foi desenvolvida nas diversas adaptações do universo para os games e o audiovisual.

Atenção!

Se você está acompanhando só a série da Netflix, cuidado com as armadilhas de spoiler nesse texto!

Quem é Yennefer de Vengerberg em The Witcher?

Yennefer de Vengerberg em montagem: à esquerda, sua versão antes da transformação na série da Netflix. No meio, ela com sua roupa característica após a transformação. À direita, sua versão no game The Witcher 3
Representações de Yennefer de Vengerberg na série da Netflix e nos videogames

Tanto no universo literário como no dos games e do audiovisual, Yennefer de Vengerberg é uma poderosa feiticeira que tem um relacionamento complexo com o protagonista de The Witcher, Geralt de Rivia: amor, atração, amizade, lealdade e rivalidade se misturam na relação dos dois. Uma mulher forte, decidida, carismática, sedutora, temperamental e, por vezes, manipuladora, mas que também é capaz de ser gentil e sensível.

No entanto, Yennefer não foi uma vitoriosa desde o princípio. Pelo contrário: foi a vida difícil que a tornou uma das personalidades mais implacáveis e poderosas do universo que reúne bruxos, monstros, elfos e outras criaturas fantásticas.

Biografia de Yennefer de Vengerberg

Yennefer tem um passado traumático de rejeição. Em sua infância e adolescência, sofria agressões devido à sua aparência e sua origem, especialmente por parte do pai: a menina tinha deformidades físicas, além de ser descendente de elfos por parte de sua mãe.

Yennefer de Vengerberg com roupa de camponesa e deficiência físicas na série The Witcher da Netflix
Yennefer de Vengerberg foi uma menina com deficiências, que sofria agressões da família

No universo de The Witcher, os elfos foram os primeiros seres a manipular a magia. Depois que transmitiram sua sabedoria aos humanos, foram traídos por eles e condenados à marginalidade. Essa genética élfica contribuiu para que Yennefer potencializasse seus poderes quando foi aceita na Academia de Magia de Aretuza, onde as feiticeiras mais poderosas de formam.

Devido aos traumas de sua infância e às humilhações que enfrenta na Academia, a jovem tenta suicídio em Aretuza, mas é salva pela reitora Tissaia de Vries, com quem mantém uma relação complexa de identificação e disputa de poder. Após esse episódio, Yennefer se fortalece e se torna um dos destaques de Aretuza, o que aumenta sua confiança e autoestima.

Yennefer de Vengerberg, no plano de fundo e com suas deficiências, usando roupa de camponesa, enquanto no primeiro plano está Tissaia de Vries, reitora da sua escola de magia, com roupas chiques
Yennefer de Vengerberg era humilhada pela reitora da Academia de Aretuza, Tissaia de Vries

Ao final do seu primeiro ano como aluna, Yennefer de Vengerberg passa por um ritual mágico para transformar sua aparência. Ela elimina as características que tanto a envergonharam e se torna uma mulher de "beleza incomparável", segundo a descrição. Mas a mudança tem um preço alto: no ritual, a feiticeira perde a fertilidade.

Yennefer de Vengerberg se olha no espelho depois de sua transformação e correção das suas deficiências. Atrás dela, Tissaia de Vries observa com olhar de aprovação
Yennefer de Vengerberg e Tissaia de Vries após o ritual que muda a aparência de Yennefer em The Witcher

Poderosa, inteligente e sedutora, Yennefer se torna uma mulher determinada que vive para alcançar seus próprios objetivos, especialmente um: recuperar a capacidade de ter filhos, já que não perdeu o desejo de ser mãe.

Tutora e mãe adotiva de Ciri

Graças a Geralt, o destino de Yennefer de Vengerberg se cruza com o de Cirilla Fiona Elen Riannon, mais conhecida como Ciri.

Montagem com imagem à esquerda de Yennefer de Vengerberg na série The Witcher da Netflix e imagem à direita de Ciri, também na versão da série
Yennefer de Vengerberg e Ciri na série The Witcher

Ciri é uma princesa, filha do cavaleiro Duny e da nobre Pavetta. O destino da menina foi entrelaçado ao de Geralt quando ela ainda estava no ventre da mãe, graças à Lei da Surpresa.

Geralt salvou a vida de Duny e interferiu para que ele e Pavetta pudessem ficar juntos. De acordo com essa lei antiga, o filho primogênito da pessoa salva é dado ao salvador como retribuição. O bruxo não aceita o bebê, mas anos depois o destino se cumpre: Ciri fica órfã e acaba sob os cuiados de Geralt. Preocupado com a menina, que também tem poderes, ele pede que Yennefer seja tutora de Ciri.

No começo, a convivência das duas é difícil, já que ambas têm temperamentos fortes e Ciri é uma adolescente rebelde. Com o passar do tempo, Yennefer desenvolve uma relação maternal com a pupila, que se torna uma espécie de filha adotiva.

Montagem com versões de Ciri e Yennefer no game The Witcher 3: à esquerda, Ciri com sua cicatriz no rosto olhos verdes e cabelo branco; à direita, Yennefer com suas roupas pretas e brancas, olhos azuis e cabelos negros
Ciri e Yennefer de Vengerberg em um dos games de The Witcher

Como Geralt também é estéril devido ao processo para se tornar um bruxo poderoso, os três acabam formando uma família em moldes nada tradicionais, mas unidos pelo cuidado e pelo amor.

Entre tapas e beijos: a relação de Yennefer de Vengerberg e Geralt de Rivia em The Witcher

"Quando eu criei Yennefer, eu queria que Geralt se desenvolvesse completamente, mas então eu decidi complicar as coisas. Eu criei uma personagem feminina que se nega a fazer parte do estereótipo da fantasia. Para o prazer do leitor". Foi assim que o autor Andrzej Sapkowski descreveu o papel de Yennefer na trama de The Witcher.

Yennefer de Vengerberg, na série da Netflix, usando uma máscara no rosto e conversando com Geralt de Rivia
Yennefer de Vengerberg desafia e confronta Geralt constantemente em The Witcher

Geralt se encanta por Yennefer na primeira vez que a vê. O bruxo percebe a natureza perigosa e instigante da mulher, e ela também fica intrigada pela personalidade do caçador de monstros. Os dois se envolvem e mantêm uma relação intermitente e complicada, já que ambos são teimosos, um tanto egocêntricos e defendem os próprios objetivos.

Yennefer de Vengerberg e Geralt de Rivia deitados lado a lado no chão na série The Witcher da Netflix
Yennefer de Vengerberg e Geralt de Rivia têm uma relação de amor e conflitos em The Witcher

É graças à feiticeira que Geralt começa a questionar a ordem do universo onde vivem, a buscar seu lugar no mundo e a questionar aspectos da própria personalidade.

Apesar das desavenças (e brigas feias) frequentes, os dois estão sempre unidos pelo sentimento. Em uma aventura, um gênio concede um desejo a Geralt e o bruxo pede que a criatura mágica entrelace seu destino ao de Yennefer para sempre. Assim, mesmo com tantos desencontros, os amantes sempre voltam para os braços um do outro.

No game, Yennefer de Vengerbeg sentada ao lado de Geralt de Rivia
Yennefer de Vengerberg e Geralt de Rivia em um dos games da franquia The Witcher

Yennefer de Vengerberg nos games da franquia The Witcher

Apesar da relevância da personagem para a trama, Yennefer de Vengerberg não é tão presente nos jogos da franquia The Witcher. Se você é fã e quer mais Yennefer, aqui você encontra produtos dedicados à feiticeira.

Produtos de Yennefer de Vengerberg em montagem: uma bonequinha Funko, duas canecas e um mouse pad
Encontre as melhores ofertas de produtos de Yennefer de Vengerberg no nosso catálogo

A feiticeira não aparece no primeiro jogo lançado, mas vários diálogos fazem menção indireta à personagem.

Em The Witcher 2: Assassins of Kings, Yennefer já tem uma relevância maior e, apesar de não aparecer, mobiliza uma trama importante. Alerta de spoiler a seguir: no final do jogo, é revelado que Yennefer está viva, mas tem amnésia, assim como Geralt, e que ela se encontra no império de Nilfgaard.

Inclusive, se o jogador fizer a escolha de salvar a personagem Sheala de Tancarville, ela conta a Geralt onde procurar por Yennefer.

Já em The Witcher 3: Wild Hunt, Yennefer é uma das personagens principais do jogo e ajuda Geralt em sua busca por Ciri. A trama do jogo trabalha amplamente a relação complicada dos dois.

No game The Witcher 3, Yennefer de Vengerberg é beijada nos lábios por Geralt de Rivia
Em The Witcher 3, o jogador pode decidir o destino da relação de Yennefer de Vengerber e Geralt de Rivia

Mobilizados por Yennefer, os dois partem em busca de um gênio para desfazer a amarração que mantém seus destinos unidos e atingem o objetivo. Após tanto tempo de ligação sobrenatural entre os personagens, o jogador pode escolher prosseguir com o romance naturalmente ou dar um basta no envolvimento dos personagens.

Yennefer no universo literário de The Witcher

Livros

A personalidade e a relevância de Yennefer para a trama foram definidos nos contos e nos romances, ainda que a vertente literária da franquia não dê tanta ênfase ao passado sofrido de Yennefer.

O universo de The Witcher já conta com oito livros, lançados nessa ordem:

No entanto, quem está acostumado com o universo fantástico e de ficção científica sabe que assistir filmes ou ler livros em uma ordem diferente do lançamento pode facilitar o entendimento de uma história. Fãs da série sugerem que os livros podem ser lidos na seguinte ordem, invertendo a primeira e a segunda publicação:

  • A Espada do Destino (1993): Contos
  • O Último Desejo (1993): Contos
  • O Sangue dos Elfos (1994): Romance
  • Tempo do Desprezo (1995): Romance
  • Batismo de Fogo (1996): Romance
  • A Torre da Andorinha (1997): Romance
  • A Senhora do Lago (1999): Romance
  • Tempo de Tempestade (2013): Romance

Se quiser saber mais sobre cada livro, te contamos aqui.

Em 2019, os livros ganharam uma nova edição em capa dura. Atualmente, o primeiro da lista encontra-se disponível para leitura gratuita pelo Kindle Unlimited.

Histórias em quadrinhos

Vale uma menção honrosa aos quadrinhos da trama, que são uma parceria entre a CD Projekt Red, desenvolvedora dos games, e a Dark Horse, editora de HQs. Os lançamentos originalmente foram feitos como minisséries, e depois, lançados no mercado em coletâneas encadernadas.

  • The Witcher - A Casa de Vidro (HQ)
  • The Witcher - Os Filhos da Raposa (HQ)
  • The Witcher - A Maldição dos Corvos (HQ)

A diferença é que, nessas HQs, os fãs podem ver Geralt usando de recursos que são encontrados nos jogos. Por ser um projeto da desenvolvedora e da editora de quadrinhos, os encadernados se aproximam mais de The Witcher 3.

Yennefer está presente nas tramas de "Os Filhos da Raposa" e de "A Maldição dos Corvos". A feiticeira inclusive integra a capa da última, junto com Geralt e Ciri.

Capa da história em quadrinhos "Maldição dos Corvos" com ilustração que traz Yennefer de Vengerberg, Ciri e Geralt
A terceira HQ de The Witcher, 'A Maldição dos Corvos', traz Yennefer de Vengerberg na capa

Yennefer de Vergenberg na série

Na série adaptada pela Netflix a partir dos livros da franquia, Yennefer é interpretada pela atriz britânica Anya Chalotra. Apesar da primeira temporada da série reproduzir os acontecimentos dos contos compilados nos livros O Último Desejo e A Espada do Destino, em que Yennefer e Ciri ainda não estão presentes, os showrunners criaram linhas temporais para as duas personagens, paralelas à de Geralt, com a promessa de uma junção de tramas mais adiante.

Yennefer de Vengerberg interpretada por Anya Chalotra em The Witcher, série da Netflix
Anya Chalotra interpreta Yennefer de Vergenberg na série The Witcher

Com essa divisão em três núcleos, a série dá mais destaque ao passado trágico de Yennefer e aproxima a personagem do público, que consegue nutrir empatia pela feiticeira.

Apesar dos dilemas morais, batalhas e criaturas fantásticas, a família improvisada de Geralt (interpretado por Henry Cavill), Yennefer e Ciri (Freya Allan) é o coração da franquia.

Curiosidades sobre Yennefer de Vergenberg e suas representações

Desafios para a atriz

Para viver Yennefer adolescente, a atriz Anya Chalotra precisou usou próteses na mandíbula e nas costas. Depois de um dia de gravações, ela revelou que precisava ser atendida por um massagista porque postura que adotava para a personagem provocava dores fortes.

"Esta é a maior mudança de atuação que já tive. Antes, eu tinha a ajuda de uma prótese nas costas e desalinhamento da mandíbula, então eu tinha um protetor bucal. E todas essas coisas me ajudaram e a meu movimento. Eu estava olhando muito para o chão e tinha uma voz baixa quando falava e não olhei nos olhos de ninguém. E depois da transformação, eu tive a ajuda de roupas e um espartilho e me senti muito mais forte", contou Anya.

A idade de Yennefer

Essa informação nunca é claramente revelada, mas é dito que Yennefer nasceu em 1173 e o primeiro jogo da série se passa em 1271. Ela teria cerca de 98 anos, embora ainda tenha a aparência de uma jovem de 20.

Outros amores da feiticeira

Todos sabem que o coração de Yennefer pertence a Geralt, mas um fato que não é tão conhecido - ou lembrado - é que ela já se apaixonou antes, mesmo que não com a mesma intensidade.

Entre seus amores passados estão Crach an Craite, da família real de Skellige, e o feiticeiro Istredd, que conheceu em seu tempo de trieinamento em Aretuza. Este último teve seus problemas com Geralt, já que nenhum dos dois queria dividir o coração da feiticeira.

Ascendente em touro?

Yennefer é temida, respeitada e implacável nas suas vontades, mas tem um lado brando e, aparentemente, pode ser persuadida com coisas simples. Em seu primeiro encontro com Geralt, que buscou a ajuda dela para curar seu amigo Jaskier, ele a convenceu a ajudá-lo com um simples gesto: lhe trouxe um suquinho de maçã no capricho.

É um momento aparentemente sem nenhuma importância e que pode ter passado batido por muita gente, mas também mostra um lado mais manso da personagem, que pode ser sensível quando quer - ou quando é surpreendida por um ato tão simples de bondade.