Zoom indica em Smartwatch

Xiaomi Mi Band 2 vs Mi Band 3: qual a melhor pulseira inteligente?

Lançamento da empresa chinesa surpreende fãs de tecnologia e traz dúvidas sobre a melhor opção de mercado.

Xiaomi Mi Band 2 vs Mi Band 3
por Felipe Brito - Especialista em Tecnologia.

A famosa empresa chinesa Xiaomi surpreendeu novamente os fãs de tecnologia e trouxe à tona em 2018 uma nova pulseira inteligente, reinventada e remodelada. A Mi Band 3, como foi intitulada, traz consigo mais funções e um design diferenciado ao consumidor.

No entanto, a Mi Band 2 – lançada em 2016 – foi a grande responsável pelo destaque da empresa no mercado de smartbands, e, por isso, ainda há quem prefira essa versão. Mas, para sanar suas dúvidas sobre a melhor escolha, o Zoom vai mostrar qual desses dois produtos possui mais vantagem na hora da compra. Acompanhe!

Leia também: Gear Fit ou Gear 2: qual relógio Samsung é o melhor pra você?

Tela
0,42" OLED 0,78" OLED
Touchscreeam
Não Sim
Bateria
70 mAh 110 mAh
Proteção de água
Sim Sim
Bluetooth
4.0 4.2
Recursos extras
Relógio, pedômetro, medidor de sono, medidor cardiovascular, despertador inteligente, notificação Relógio, pedômetro, medidor de sono, medidor cardiovascular, despertador inteligente, notificação
Ver ofertas Ver ofertas

O brilho aos nossos olhos

As mudanças entre os dois modelos iniciam em relação à tela. A primeira versão da disputa possui 0,42 polegadas com qualidade OLED. Já a nova pulseira oferece ao consumidor uma tela de 0,78”, também OLED, porém mais brilhosa e com maior visibilidade em ambientes claros.

Quanto ao design criado pela empresa chinesa, a versão Mi Band 2 possui uma tela plana com um botão inferior para mudar de funções. Já a Mi Band 3 estreia o botão touch para suas utilidades junto a um display mais saltado.

Vale ressaltar um ponto relacionado às mudanças: o touch veio para facilitar o uso, mas muitos não gostaram do display saltado devido à probabilidade de quebra. Ou seja, nesse quesito há quem prefira a Mi Band 2 mesmo que a Mi Band 3 tenha melhor qualidade de tela.

Xiaomi Mi Band 3 Touch

Botão touch é destaque na Xiaomi Mi Band 3 / Reprodução

Mais tempo de bateria, menos dor de cabeça

As pulseiras inteligentes são conhecidas mundialmente por fornecerem aparelhos com longa duração de bateria. A Xiaomi não se diferencia das demais empresas e em seus dois modelos de disputa fornece baterias duráveis – conhecidas por durarem mais de 15 dias.

No entanto, a versão mais nova, Mi Band 3, é dotada de uma bateria de 110 mAh, em contrapartida à Mi Band 2, com apenas 70 mAh. Mesmo que haja diferença no tamanho das telas e automaticamente mais gasto de energia, a bateria coloca o modelo mais novo à frente da disputa.

Ou seja, o modelo mais recente tem ganhado a preferência de usuários que desejam baterias duradouras, que extrapolem o tempo, por exemplo, que um smartphone faz durante seu uso cotidiano.

A relação de amor entre a água e as Mi Band’s

Uma vantagem para quem decide investir na Xiaomi é a preocupação da empresa chinesa quanto ao uso da pulseira em um possível mergulho. As duas versões possuem tecnologias à prova d’água e permitem que o usuário as utilize no chuveiro, piscina, entre outros. 

Todavia, mesmo que elas sejam dotadas dessa função, a Mi Band 3 pode ficar até 50 metros abaixo do nível da água, enquanto a Mi Band 2 por apenas 1 metro. Portanto, a primeira se destaca entre o público que pratica esportes aquáticos.

É importante dizer que essa função é um diferencial, mas que a distinção entre o modelo antigo e o modelo mais novo somente é necessário para quem precisa utilizá-lo embaixo d’água. Para os demais compradores se torna apenas uma função extra.

Xiaomi Mi Band 3 Resistência à água

Xiaomi Mi Band 3 tem maior resistência à água / Reprodução

O Bluetooth e sua rapidez na entrega

Sem sombra de dúvidas, essa mudança agradou aos fãs da Xiaomi e aos demais usuários de smartbands. O Bluetooth é responsável pela transmissão de dados entre eletrônicos, portanto permite que eles conectem entre si – no caso da pulseira inteligente, o foco é conectar-se a um smartphone.

O modelo Mi Band 2 possui Bluetooth na versão 4.0, enquanto a Xiaomi Mi Band 3 está na 4.2, ou seja, houve o aumento na velocidade transmissão e, com isso, mais rapidez para conectar a outros aparelhos.

Os recursos infinitos da pulseira

Quem opta pela compra desse tipo de aparelho pensa em primeiro lugar nos recursos relacionados à prática de exercícios. Diferente de celulares, tablets e computadores, essas pulseiras são capazes de monitorar elementos ligados à saúde, como o nível cardiovascular, tempo de sono, pedômetro e as demais atividades relacionadas aos passos. 

Além disso, as duas pulseiras são dotadas de relógios digitais, aba de notificações – ligada ao smartphone – além de despertador inteligente. Ou seja, as Mi Band’s possuem funções semelhantes ao usuário.

É importante pontuar que não somente pessoas que praticam exercícios físicos compram smartbands. Apesar de possuírem funções relacionadas à saúde, elas também servem como um acessório multiuso na vida de uma pessoa.

Mas afinal, qual Mi Band vence a disputa?

Os dois aparelhos possuem funcionalidades semelhantes, que atraem os compradores pela qualidade. Mesmo que o modelo Mi Band 3 seja mais novo, a versão anterior ainda é uma grande concorrente dentro da própria Xiaomi.

Ou seja, a disputa é equilibrada, pois depende da preferência do usuário. Caso queira bateria durável e mais brilho de tela, vá de Mi Band 3. No entanto, se deseja um aparelho mais simples, com menos risco de quebra de display, é recomendado o modelo Mi Band 2.

Compare os preços da Mi Band 2 e da Mi Band 3:

Não sabe qual produto escolher ou tem alguma sugestão? Envie um e-mail para a gente!

Tire suas dúvidas sobre pulseiras inteligentes:

Mais sobre o /deumzoom:

Conheça o nosso canal no YouTube:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em smartwatch