Zoom indica em Celular e Smartphone

Galaxy J7 Prime vs J7 Prime2: o que muda no celular Samsung?

Descubra se vale ainda vale a pena comprar o Galaxy J7 Prime ou se é melhor trocar pelo modelo com TV Digital.

Galaxy J7 Prime vs Prime2
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

O Galaxy J7 Prime2 é um celular Samsung lançado para ocupar o lugar do queridinho Galaxy J7 Prime, um dos smartphones mais buscados da marca por ter bom custo/benefício.

Com incrementos pontuais, o novo modelo chega para suprir a demanda por celular com TV Digital, além de ser um smartphone bom para selfies. Mas será que o upgrade na ficha técnica justifica a troca do modelo mais antigo pelo seu sucessor?

Para descobrir, a gente analisou as especificações dos dois aparelhos. E o resultado dessa batalha você confere logo abaixo, no nosso comparativo. Preparado? Então, vamos lá!

Leia também: Os Melhores Celulares Samsung

 

 

Galaxy J7 Prime

Galaxy J7 Prime

Galaxy J7 Prime2

Galaxy J7 Prime2

Tela 5,5 polegadas PLS TFT LCD Full HD (1920 x 1080 pixels) 5,5 polegadas PLS TFT LCD Full HD (1920 x 1080 pixels)
Processador Octa-core de 1,6 GHz (Exynos 7870) Octa-core de 1,6 GHz (Exynos 7870)
Memória RAM 3 GB 3 GB
Armazenamento interno 32 GB 32 GB
Aceita cartão de memória Sim (até 256 GB) Sim (até 256 GB)
Conectividade 4G, 3G e Wi-Fi 4G, 3G e Wi-Fi
Dual chip Sim Sim
Leitor biométrico Sim Sim
TV Digital Não Sim
Câmera traseira 13 MP (f/1.9) 13 MP (f/1.9)
Câmera frontal 8 MP (f/1.9) 13 MP (f/1.9)
Filma em Full HD (1080p) a 30 fps Full HD (1080p) a 30 fps
Bateria 3.300 mAh 3.300 mAh
Dimensões 151,7 x 75,0 x 8,0 mm
151,7 x 75,0 x 8,0 mm
Peso 167g 170g
Sistema operacional de fábrica Android 6.0 Marshmallow (com atualização para o Android 7.0 Nougat) Android 7.0 Nougat

Com a mesma tela do 'irmão mais velho', J7 Prime2 não empolga

Com tela de 5,5 polegadas no tradicional formato 16:9, o J7 Prime2 chega como mais do mesmo em um ano marcado pelos displays com bordas mínimas e proporções mais alongadas (18:9).

E tem mais um agravante: as características de tela do Prime2 são idênticas às do modelo anterior, que foi lançado em 2016, e não devem empolgar muito usuários que curtem ter as últimas tendências na palma da mão.

Apesar disso, os modelos não fazem feio em questão de entrega de imagens com boa qualidade e nitidez, já que a resolução é Full HD (1920 x 1080 pixels).

Galaxy J7 Prime2 Tela

Ah, e ao contrário de muitos modelos da fabricante sul-coreana, o display usado em ambos os smartphones não é Super AMOLED, mas sim um painel PLS TFT LCD.

E o que isso quer dizer? Bom, na prática, esse tipo de tela consome mais energia do que os Super AMOLED, mas proporciona melhor ângulo de visão, o que é legal para quem costuma assistir a vídeos deitado na cama ou com um amigo ao lado, por exemplo.

No design, as mudanças do J7 Prime2 são pontuais

Com exceção do peso, que é 3 g maior no Galaxy J7 Prime2, não há mudanças em relação à pegada dos smartphones. Os dois têm as mesmas dimensões: 151.7 x 75.0 x 8.0 mm.

Uma diferença sutil está nas teclas de navegação, que no J7 Prime2 ganharam um desenho mais moderno, como os das teclas virtuais dos Galaxy S8, Galaxy S9 a Galaxy A8 – mas esse é um detalhe tão pequeno, que dificilmente vai pesar na sua decisão de compra ou troca.

Galaxy J7 Prime Design

No mais, o corpo dos celulares é revestido em metal escovado, material que entrega um ar sofisticado. Uma vantagem em relação aos modelos em vidro, é que o metal não fica com as famosas (e incômodas) marcas de dedos no dia a dia.

Procura por selfies melhores? Ponto para o J7 Prime2!

Finalmente, um upgrade para o J7 Prime2: a câmera frontal desse modelo tem 13 MP, o que vai permitir a captura de selfies maiores e melhores de serem editadas em programas como o Photoshop, ou mesmo no Instagram.

Também é possível tirar fotos com o Modo Retrato, que nesse caso é chamado de "Foco da Selfie", e permite desfocar o fundo das fotos, mantendo os objetos em primeiro plano em destaque.

Galaxy J7 Prime2 Câmera

A abertura de lente da câmera frontal do J7 Prime2 é f/1.9, que permite uma entrada considerável de luz e vai ajudar a tirar boas fotos mesmo em ambientes mais escuros. Ah, e o flash LED frontal também é uma boa opção para essas situações!

No J7 Prime de 2016, o sensor era de 8 MP com abertura f/1.9, o que não chega a decepcionar, já que ele ainda consegue entregar imagens com boa qualidade. A maior riqueza de detalhes, porém, deve ficar para o modelo mais recente.

Com a câmera principal, ambos os smartphones fazem fotos de 13 MP, e a abertura é a mesma: f/1.9. Ou seja, você também terá bons registros com a câmera traseira, mesmo quando a iluminação do ambiente deixar a desejar.

Os dois celulares conseguem executar apps ao mesmo tempo com fluidez e rodam jogos intermediários

Tanto o Galaxy J7 Prime quanto o Galaxy J7 Prime2 contam com o processador Exynos 7870, ou seja, são celulares octa-core que chegam à velocidade máxima de 1,6 GHz. Já a memória RAM é de 3 GB nos dois casos, e deve ser suficiente para rodar os apps de redes sociais, como Facebook e Twitter, sem engasgos.

Jogos mais pesados, porém, podem sofrer com travamentos, já que esse hardware é indicado apenas para tarefas intermediárias e básicas.

O espaço para guardar seus arquivos também é o mesmo – e é considerado bom para um celular intermediário: são 32 GB, com possibilidade de expansão para até 256 GB via cartão microSD. Essa quantidade é suficiente para armazenar muitas fotos e apps sem ter dor de cabeça com avisos sobre memória cheia.

J7 Prime2 pode ficar cerca de uma hora a mais longe das tomadas do que o modelo mais antigo

Que batalha difícil, viu? A bateria é mais um quesito no qual os dois modelos empatam tecnicamente, já que ambos têm capacidade para até 3.300 mAh.

Porém, as estimativas da Samsung dão conta de uma duração de até 14 horas com o uso do 4G para o Galaxy J7 Prime, enquanto no J7 Prime2 esse tempo aumenta para 15 horas nas mesmas condições.

Bola fora: Galaxy J7 Prime2 sai de fábrica com Android desatualizado

Enquanto o Galaxy J7 Prime, lançado em 2016, é um celular com Android 6.0 Marshmallow que pode ser atualizado para o Android 7.0 Nougat, o J7 Prime2 sai de fábrica com o Android 7.0, em vez de trazer o mais recente Android 8.0 Oreo.

Isso acaba deixando o J7 Prime2 atrás de outros celulares que foram lançados em 2018 com a mesma faixa de preço, como o Moto G6, que já conta com os recursos para otimizar o gerenciamento de bateria e aumentar a privacidade do usuário, referentes à última versão do sistema do Google.

Recursos extras: TV Digital é destaque no J7 Prime2

A TV Digital é um dos grandes destaques do Galaxy J7 Prime2. Com esse recurso – que não está presente no Galaxy J7 Prime de 2016 – é possível assistir à programação da TV aberta de forma gratuita, sem gastar dados de internet. Assim, você pode acompanhar sua novela favorita ou as partidas do seu time do coração em qualquer lugar!

Outro recurso extra é o leitor de impressões digitais, presente nos dois modelos, que oferece maior praticidade no desbloqueio de tela. Além disso, esse sensor dá maior segurança às transações realizadas com o smartphone e protege melhor seus arquivos contra curiosos e pessoas mal intencionadas.

Galaxy J7 Prime Leitor de digitais

E aí, vale a pena trocar o Galaxy J7 Prime pelo J7 Prime2?

A menos que você seja muito ligado à programação da TV aberta, a troca do J7 Prime pelo J7 Prime2 não se justifica. Os modelos são muito parecidos, e por ter sido lançado há mais tempo, o J7 Prime acaba trazendo um preço mais em conta.

Porém, caso você já tenha o J7 Prime e esteja procurando por um novo aparelho, vale a pena ficar atento aos modelos do mesmo segmento que trazem mais inovação, como o Galaxy J7 Duo, que é um celular com câmera dupla ou o já citado Moto G6, que tem tela Max Vision com bordas mínimas – uma opção interessante para quem procura um telefone para ver filmes e séries.

Veja as ofertas do Galaxy J7 Prime e o Galaxy J7 Prime2:



Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone