Dois iPhone 11 lado a lado, sendo um com a tela acesa à mostra e outro com as costas na versão branca

iPhone 11 vale a pena? Veja ficha técnica e preço do celular

Veja a análise completa das principais características do iPhone 11, que por muito tempo foi o melhor custo-benefício da Apple

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 9 min. de leitura.

Compartilhe:

Os celulares da Apple sempre foram objetos de desejo dos consumidores. Com o iPhone 11, não foi diferente desde que ele chegou no mercado brasileiro em outubro de 2019. Esse modelo, que por muito tempo foi o melhor custo-benefício da fabricante, perdeu o posto para o iPhone 12. Isso aconteceu porque o celular mais novo tem configurações melhores e tempo de vida útil maior, por uma diferença de preço pequena. Além disso, a Apple tem o lançamento do iPhone 14 ainda esse ano, o que deve deixar as suas configurações ainda mais defasadas.

Seus destaques vão além de um processador potente, o iPhone 11 tem tela de boa qualidade e câmera dupla. Sua bateria dura até 17 horas de reprodução contínua de vídeos. Se você está interessado em comprar o aparelho da Apple em 2022, dê uma olhada nesta análise completa que preparamos com todas as características do modelo. Neste artigo, vamos te apresentar também os melhores preços e te contar se ele ainda vale a pena.

iPhone 11: ficha técnica do aparelho

O iPhone 11 tem uma ficha técnica potente e balanceada. Mesmo após anos do seu lançamento, consegue rodar praticamente qualquer app da Apple Store com bom desempenho. O smartphone é vendido em versões com 64 GB, 128 GB e 256 GB.

Ele também possui duas câmeras traseiras e uma frontal, todas com filmagem em 4K. Entre os outros destaques, temos o carregamento sem fio, acabamento premium e proteção contra água.

  • Tela: 6,1 polegadas com tecnologia IPS Retina e resolução HD+ (828 x 1792 pixels)
  • Processador: Apple A13 Bionic hexa-core
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento interno: 64 GB, 128 GB e 256 GB
  • Câmeras traseiras: 12 MP (f/1.8) com estabilização óptica + 12 MP (f/2.4) ultra-wide
  • Câmera frontal: 12 MP (f/2.2) + SL 3D
  • Filma em: 4K a 60 FPs
  • Bateria: 3.110 mAh
  • Reconhecimento facial: Sim, com o Face ID
  • Proteção contra água: Sim
  • Cores: branco, preto, verde, amarelo, roxo e vermelho

O iPhone 11 é maior, mais grosso e pesado que os modelos mais novos

Tela iPhone 11 ao lado de sua traseira em fundo branco
Design do iPhone 11 é parecido com os modelos mais antigos (Foto: Divulgação/Apple)

O iPhone 11 tem construção em alumínio com partes de vidro, que são protegidas por Gorilla Glass para evitar pequenos arranhões. O design é parecido com modelos anteriores da empresa, com as costas lisas e apenas o logo da fabricante no centro. A novidade neste aparelho é o módulo quadrado para alocar as duas câmeras traseiras e flash, padrão que já se tornou popular em celulares de outras marcas.

Na parte frontal, o iPhone 11 tem o notch em formato retangular, formato que para muitos já está “ultrapassado”, mas a Apple continua adotando em seus aparelhos. Este notch serve para alocar a câmera frontal e alguns sensores do celular.

Em comparação com os modelos mais recentes, o iPhone da 11ª geração tem bordas maiores, o que o deixa maior, mais largo, grosso e pesado.

O iPhone 11 é vendido em seis cores diferentes aqui no Brasil: branco, preto, verde, amarelo, roxo e vermelho. Saiba mais sobre as cores do iPhone 11 e escolha a que mais gosta. O que pode ser um empecilho de compra para muitos é a falta de entrada P2 para fones, que força o consumidor a usar adaptadores ou fones de ouvido sem fio. Vale destacar que o aparelho da Apple possui proteção contra água e pode ser mergulhado a até dois metros durante 30 minutos.

Seis opções de cores iPhone 11 lado a lado com respingos d'água
O iPhone 11 é resistente à água e está disponível em 6 cores diferentes (Foto: Divulgação/Apple)

iPhone 11: tela IPS Retina mas com ótima qualidade de imagem

Homem come pipoca ao assistir filme em tela iPhone 11
A tela do iPhone 11 é de ótima qualidade (Foto: Reprodução/Apple)

O iPhone 11 tem uma tela de 6,1 polegadas com tecnologia IPS Retina e resolução HD+. Possui proteção contra arranhões, recurso True Tone e 120 Hz de taxa de atualização no touch screen. Apesar de não ser alta resolução, este conjunto de recursos faz com que a imagem seja de boa qualidade. Até mesmo quando comparada com aparelhos que possuem telas Full HD.

Apesar de não ter um display OLED, como nos modelos mais novos, a tecnologia IPS de retina oferece cores vívidas. Entrega ainda um bom contraste e brilho alto, além de excelentes ângulos de visualização. Aliado a ela, o True Tone ajuda a configurar a tonalidade das cores automaticamente dependendo da luminosidade do ambiente. A taxa de resposta de 120 Hz do touch ajuda o celular a entregar respostas mais rápidas aos toques do usuário.

Um ponto que a tela do iPhone 11 fica para trás dos seus sucessores, como o iPhone 12, é a presença de reforço na tela com Ceramic Shield, que o deixa 4 vezes mais resistente.

Leia também: Samsung M62 vs A72: qual celular vale mais a pena?

iPhone 11: avaliação de desempenho é vantagem do aparelho

Homem joga Call Of Duty em seu iPhone 11 preto
O iPhone 11 também é um ótimo celular para jogos (Foto: Shutterstock)

O motivo do iPhone 11 ter sido durante tanto tempo o melhor custo-benefício da marca é o seu processador. O A13 Bionic é um modelo de fabricação própria da Apple, com seis núcleos e clock de até 2,65 GHz. Além disso, a litografia de 7 nm+ é a mesma presente na versão Pro. Ele é um processador de alto desempenho, que consegue rodar qualquer aplicativo ou jogo disponível na App Store.

Sua litografia reduzida contribui para que ele seja econômico e ajude o iPhone 11 a entregar mais autonomia, algo que por muitos anos foi o calo no sapato da Apple. E o que era ótimo, conseguiu ficar ainda melhor nos modelos mais novos, como no iPhone 12, que possui o chip A14 Bionic. Ele é ainda mais rápido e tem melhor eficiência energética, sendo o grande diferencial para ele ter "roubado" o posto de melhor custo-benefício.

O iPhone 11 é vendido em três variantes, todas com 4 GB de memória RAM, mas que se diferenciam no espaço de armazenamento interno, que pode ser de 64 GB, 128 GB ou 256 GB. O consumidor deve avaliar bem o quanto de espaço precisa, pois ele não possui entrada para cartão de memória de expansão.

Comparado com rivais premium, o hardware do iPhone 11 é mais “humilde”, mas o que torna a experiência de uso tão agradável e fluida é o sistema operacional deste aparelho. O iOS é muito elogiado pelos consumidores e tem uma excelente otimização. Por isso, mesmo sem seus 8 GB de RAM, como outros celulares têm, ele não decepcionará em relação ao desempenho.

Mais um ponto que fez o iPhone 11 deixar de ser o melhor custo-benefício é a ausência de suporte a rede 5G. Este recurso está presente nos iPhones 12 e 13 e com certeza estará na versão 14, que será lançada ainda neste ano.

Câmera: iPhone 11 tem conjunto duplo de lentes

Câmera iPhone 11 azul em destaque sobre mesa de madeira
A câmera iPhone 11 entrega ótimas fotos e faz filmagens em 4K (Foto: Shutterstock)

O iPhone 11 possui duas câmeras traseiras e uma frontal, todas com 12 MP, assim como em seus sucessores (iPhone 12 e 13). A câmera principal tem abertura de lente f/1.8, foco automático por detecção de fase e estabilização óptica. O sensor secundário é ultra-wide para tirar aquelas fotos com ângulos mais abertos. É ideal para paisagens ou no registro de momentos com o grupo de amigos.

Não sabe a diferença entre as câmeras de celular? Conheça as lentes macro, ultra-wide e telefoto!

As fotos de iPhone 11 são excelentes. O aparelho consegue captar imagens ricas em detalhes, com boas configurações de cores e poucos ruídos. O celular também impressiona no modo noturno. Esse foi um dos avanços da Apple nesta geração, principalmente no iPhone 11 Pro.

Quem trabalha com redes sociais e precisa constantemente gravar pequenos vídeos ou tirar selfies ficará satisfeito com a câmera frontal deste aparelho. Ela tem 12 MP, foco automático e recurso de HDR. Além disso, ele conta com um sensor SL 3D. A tecnologia serve para realizar o efeito de desfoque no fundo das fotos. Além disso, oferece mais rapidez e segurança no Face ID, recurso de reconhecimento facial da Apple.

A empresa também destaca que esta câmera consegue realizar gravações em 4K e tem o recurso de super câmera-lenta. A câmera traseira também faz vídeos a 4K, possui estabilização eletrônica e conta com modo retrato ativado para gravações.

Apesar de ter câmeras com a mesma quantidade de megapixels, a do iPhone 11 perde na comparação com as mais recentes. Elas tiveram melhorias, entregando imagens mais nítidas e com maior riqueza de detalhes. Isso foi possível, devido a atualizações nos recursos e por terem processadores mais modernos.

Homem segura câmera filmando mulher com carro amarelo ao fundo
A câmera iPhone 11 grava vídeos em câmera lenta pela câmera frontal (Foto: Divulgação/Apple)

iPhone 11: bateria tem boa autonomia e carregamento sem fio, mas não suporta o MagSafe

Bateria iPhone 11 sendo carregada com cabo branco em mesa branca
A bateria iPhone 11 teve grandes melhorias quando comparado a geração anterior (Foto: Shutterstock)

Como dissemos no tópico de desempenho, a bateria sempre foi uma reclamação dos usuários de iPhones. Ciente disso, a Apple vem trabalhando para melhorar a autonomia de seus aparelhos, aumentando a capacidade de bateria e melhorando a eficiência energética do processador.

O bateria iPhone 11 tem 3.110 mAh. Ele possui carregamento rápido usando carregador de 18W e suporte para carregamento sem fio. A fabricante destaca a possibilidade de carregar 50% da bateria em apenas 30 minutos. Isso é excelente para aqueles momentos de pressa do dia a dia. Ele tem autonomia de até 17 horas em reprodução de vídeo contínua ou 65 horas de reprodução de áudio.

Em comparação com os seus sucessores, ele fica devendo apenas na presença do carregamento via MagSafe. Este tipo de carregamento tem uma conexão mais eficiente, garantindo um carregamento mais rápido, além de ser compatível com outros acessórios.

iPhone 11 vale a pena?

O iPhone 11 foi lançado no Brasil por R$ 4.999. Nos últimos anos, entretanto, teve seu valor reduzido. Já que a Apple lançou os iPhones 12 e iPhones 13, e está se programando para lançar os iPhones 14. Essa queda de preço fez com que ele se tornasse uma opção de bom custo-benefício, pois apesar de câmera e tela inferior à versão Pro, conta com o mesmo processador. Por isso, o consumidor tem a mesma experiência de uso e desempenho do modelo mais robusto.

Em relação ao iPhone 13, modelo mais recente da Apple, a principal vantagem do 11 é o preço mais em conta em um aparelho que ainda é bom. Atualmente o iPhone 11 pode ser encontrado a partir de R$ 3.599* com 64GB, R$ 3.999* come 128 GB e R$ 4.899* com 256 GB.

Mas em comparação com o iPhone 12, a diferença não é tão grande assim. Valendo a pena investir na versão mais nova, já que possui recursos mais interessantes e maior tempo de vida. A sua versão de 64 GB (vermelho) está saindo por R$ 4.224* (diferença de 625 reais), a de 128 GB por R$ 4.887* (diferença de 900 reais) e a de 256 GB por R$ 5.599* (diferença de 700 reais).

Mas se não puder pagar pela diferença entre eles, o iPhone 11 é bom, vale a pena e com certeza vai te agradar. Veja as melhores ofertas para o iPhone 11 aqui:

Outro aparelho da Apple que aparece como uma boa opção no custo-benefício é o iPhone SE 3, que foi lançado em 2022. Ele apresenta processador A15 Bionic, o mesmo do iPhone 13, boas câmeras e recursos interessantes. Ele é encontrado por R$ 2.999* na versão de 64 GB, R$ 3.399* com 128 GB e R$ 4.199* com 256 GB.

Para conhecer mais, confira nossa análise da ficha técnica do iPhone SE 3. Veja ainda nosso comparativo e descubra quem é melhor: iPhone SE 3 ou iPhone 11. Acompanhe também o que mudou entre o iPhone SE 2 e o iPhone SE 3.

Para saber mais sobre o aparelho, você pode conferir o nosso review do iPhone 11. Se você busca informações sobre a geração mais atual da Apple, vale a pena conferir a análise da linha de iPhones 13 e o que já sabemos sobre o iPhone 14. Além disso, também preparamos uma lista com os melhores celulares de 2022 para comprar no Brasil para quem ainda está na dúvida e algumas opções de iPhone barato para comprar neste ano.

Ferramentas do Buscapé

Para te ajudar a comprar o seu iPhone 11 pelo melhor preço, conheça as ferramentas Buscapé. Acompanhe o Histórico de Preços, para ficar por dentro das variações de preço do produto. Veja como criar um Alerta de Preços, para que o nosso site te avise quando o produto estiver com o valor que quer pagar. Conheça também os benefícios do Cashback Buscapé e dos cupons de desconto para aproveitar as ofertas.

*Alerta de flutuação de preços: os preços desta matéria foram coletados em 23/05/2022. Esses valores estão sujeitos a alteração mediante disponibilidade no mercado.