Foto mostra mão colocando chip em placa-mãe gamer

A placa-mãe não tem esse nome à toa. É ela que conecta todos os componentes do seu computador e faz eles funcionarem. Quando falamos de um PC gamer então, uma placa-mãe gamer é responsável por tirar o máximo do potencial dos componentes que já não são baratos. Assim, você precisa estar tão atento ao escolher a melhor placa-mãe para PC gamer.

Não sabe como escolher uma placa-mãe PC gamer? Não se preocupe que nós podemos ajudar. Aprenda aqui o que uma placa-mãe gamer precisa ter e o que analisar ao comparar os modelos. Em seguida, veja nossa seleção com 10 modelos para você considerar, desde as mais econômicas até as mais potentes. Todos os preços listados foram coletados em julho de 2021.

Foto mostra mão colocando chip na placa-mãe
A placa-mãe conecta todo o seu PC gamer (Foto: Shutterstock/Aleksandr Grechanyuk)

O que uma placa-mãe gamer precisa ter?

O mais importante de qualquer placa-mãe gamer precisa ter é compatibilidade com o processador de escolha. Toda placa-mãe gamer tem soquete compatível a um tipo específico de processador. Isso vale não só para fabricantes diferentes como para gerações e linhas diferentes de cada uma.

Se você já tem ideia de qual processador quer no seu PC gamer, vale conferir nossa lista de melhor placa-mãe AM4 (AMD) e de melhor placa-mãe LGA 1151 (Intel). Caso ainda não tenha escolhido, a dica é analisar em conjunto para só comprar uma placa-mãe gamer quando souber qual processador quer e vice-versa.

Você também precisa ficar atento a qual PCI Express a placa-mãe gamer tem, já que ela faz a conexão com a placa de vídeo e também tem variações. Uma PCIe 4.0, por exemplo, é essencial para instalar as melhores placas de vídeo do momento. Ainda no assunto de portas, uma placa-mãe gamer precisa ter portas o bastante para todos os componentes e periféricos.

É comum que um PC gamer tenha tanto um HD quanto um SSD. Mesmo se não for sua intenção inicial, é interessante comprar uma placa-mãe gamer com portas para ambos, caso queira expandir. Placas com mais slots para memória RAM são bem-vindas pelo mesmo motivo.

Uma placa-mãe gamer também precisa ter várias portas USB para conectar o headset gamer e outros periféricos. Para mais velocidade, procure modelos com USB 3.0 em diante. Portas USB-C são bem-vindas, já que a tendência do mercado são mais equipamentos com esse tipo de conexão.

Uma placa-mãe gamer precisa ter um bom chipset. O chipset controla, além de várias características a cima, várias funções da placa-mãe e dos demais componentes. Nem toda placa-mãe, por exemplo, permite o overclock do processador. Se quiser tirar o máximo do seu processador com esse recurso, precisará de uma placa-mãe gamer com chipset adequado para usar a potência sem estragar a peça.

Placa-mãe gamer Asus Prime A320M-K/BR Amd AM4 DDR4 mATX

Foto mostra placa mãe-gamer e embalagem em fundo branco
Asus Prime A320M-K/BR é uma placa-mãe gamer acessível (Foto: Divulgação/Asus)

A Asus Prime A320M-K/BR é a placa-mãe gamer mais barata da lista, sendo vendida a partir de R$450 em julho de 2021. Ela é bem simples e funciona como modelo de entrada para quem quer montar um PC gamer, mas tem um orçamento mais apertado.

Essa placa-mãe Asus gamer tem um soquete AM4 e é compatível com processador AMD Ryzen de 1ª, 2ª ou 3ª geração e com AMD Série A de 7ª geração. Por causa disso, ela só aceita peças mais antigas, mas ainda é possível encontrar opções potentes nessa categoria.

Com um chipset AMD A420, ela é uma placa-mãe gamer DDR4 com capacidade máxima de 32GB de RAM divididos em dois slots com frequência máxima de 2666MHz. Além disso, tem slot PCI Express 3.0/2.0 e quatro conectores SATA 6Gb/s. No painel traseiro tem entrada VGA, HDMI, quatro USBs 3.1 Gen2, dois USBs 2.0, além do cabo de rede, áudio e PS/2 padrões.

Sua construção é otimizada com solução térmica silenciosa ASUS. Isso compensa em partes a falta de dissipadores VRM e as poucas entradas fan (são duas, uma para CPU e uma padrão). Além disso, ela permite um leve overclock apenas da memória RAM e é melhor para processadores que demandam menos energia.

É uma placa-mãe gamer padrão micro-ATX de entrada com bom custo-benefício entre as A320, mas com componentes mais básicos. Por ser fabricada no Brasil, ela tem garantia nacional fornecida pela ASUS. Isso dá uma tranquilidade maior em caso de defeitos.

Placa-mãe gamer Intel H310 mATX com iluminação LED

Foto mostra placa-mãe gamer Intel e embalagem
A Intel H310 mATX é a placa-mãe gamer de entrada compatível com processadores Intel (Foto: Divulgação/Asus)

A Intel H310 é uma placa-mãe gamer simples para quem quer um processador da Intel. Com padrão microATX e fabricada pela ASUS, é uma placa-mãe gamer até no seu design e na sua iluminação LED com Aura Sync RGB. Uma característica interessante para quem quer montar um gabinete com lateral transparente.

É uma placa-mãe gamer vendida entre R$500 e R$600 e, por causa disso, também é um modelo de entrada. Ela tem soquete Intel 1151, sendo compatível com processadores de 8ª e 9ª geração Intel Core i7, Core i5, Core i3, Pentium e Celeron. Ou seja, não vai funcionar com as peças mais novas do mercado, mas ainda recebe componentes potentes que servem para vários jogos.

O chipset Intel H310 usa a tecnologia da Rede Intel para diminuir a sobrecarga. Além disso, essa placa-mãe gamer tem PCIe x16, dois PCIe 2.0 x1, um slot M.2 de até 10Gb/s e quatro portas SATA 3 de 6Gb/s.

São poucas entradas para fans, mas com capacitores que prometem 20% a mais de tolerância à temperatura. Ela tem dois slots de memória DDR4 para 32 GB de até 2666 MHz. As saídas de vídeo ficam por conta de um VGA ou de um HDMI. Para complementar, no painel traseiro são duas portas USB 3.1 Gen1, quatro portas USB 2.0 e os conectores de rede, áudio e PS/2.

Placa-mãe gamer ASRock B550 Phantom Gaming 4

Foto mostra placa-mãe gamer fora da embalagem ao lado de embalagem vermelha e preta
A placa-mãe gamer ASRock B550 Phantom Gaming 4 é uma placa em conta do modelo ATX (Foto: Divulgação/ASRock)

Com a ASRock B550 Phantom Gaming 4, nós subimos o preço para a faixa de R$800 e R$1100. Isso a torna uma placa-mãe gamer que beira o intermediário. Assim, ela já tem mais recursos do que os modelos mais baratos, mas ainda tem uma construção simples em geral. Ela conta também com conector RGB que pode ser sincronizado com Polychrome RGB Sync.

Como uma placa-mãe gamer AM4, ela suporta Ryzen 3000, 4000 G-Series e 5000 Series Desktop (exceto Ryzen 5 3400G e Ryzen 3 3200G). Nos slots, são um PCIe 4.0 x16, um PCIe 3.0 x16, dois PCIe 3.0 x1 e um M.2. O armazenamento fica por conta de seis SATA 3 de 6.0 Gb/s, um Hyper M.2 (PCIe Gen4 x4) e um M.2 (PCIe Gen3 x2 e SATA3).

Essa placa-mãe gamer ASRock B550 tem 4 slots de memória RAM DDR4 com capacidade máxima de 128GB e pode chegar a 4733MHz no overclock. Ela suporta mais ventilação, de até seis fans. Entre conectores, além dos padrões de áudio e rede, a placa-mãe gamer ASRock B550 se destaca por ter seis USB 3.2 Gen1 na traseira (e mais dois na frente). Para vídeo, ela tem suporte para HDMI.

Placa-mãe gamer ASUS B460M Plus

Foto mostra placa-mãe gamer fora da embalagem ao lado de embalagem preta e amarela
A placa-mãe gamer ASUS B460M Plus é uma boa opção entre os modelos intermediários (Foto: Divulgação/ASUS)

A próxima placa-mãe gamer intermediária é a ASUS B460M Plus. Ela tem um soquete LGA 1200, que é compatível com processadores Intel Core de 10ª geração. Ela é do modelo micro ATX e seu preço atualmente varia entre R$1000 e R$1500.

Um destaque dessa placa é seu sistema de refrigeração eficiente com dissipador de calor no VRM, no M.2 e no PCH, além do suporte para fans e até water cooler. Para a memória RAM, são quatro slots DDR4 2933 MHz de até 128 GB. O slot PCI fica por conta de um PCIe 3.0 x16, com ainda um extra PCIe 3.0 x1 e um M.2 x4 modo PCIe.

No painel frontal, são seis portas USB, sendo duas 2.0 e quatro 3.2 Gen1, fora o suporte para outras quatro USB 2.0 na frente. Para vídeo, existe uma entrada HDMI e uma DVI. Por fim, o Aura Sync permite sincronizar a iluminação LED dos seus componentes.

Placa-mãe gamer MSI MPG Z490 Gaming Carbon WiFi

Foto mostra placa-mãe gamer e embalagem em fundo preto
A placa-mãe gamer MSI MPG Z490 é um modelo intermediário com WiFi6 e Bluetooth (Foto: Divulgação/MSI)

A MSI MPG Z490 é outra placa-mãe gamer compatível com processadores da Intel. Ela tem um soquete LGA 1200 que suporta Intel Core 10ª e 11ª geração, além de Intel Pentium, Gold e Celeron. Os quatro slots de memória DDR4 permitem até 128GB de RAM de 2933MHz. Sua categoria é mais intermediária e ela pode ser encontrada no mercado por R$1900.

Essa placa-mãe gamer ainda suporta multi-GPU e os slots de expansão são três PCIe 3.0 x16 e dois PCIe 3.0 x1. Para o armazenamento, as opções com os seis slots SATA 6Gb/s e os dois M.2, mas usar o M.2 bloqueia algumas portas SATA. Para os USBs, no painel traseiro são quatro USB 3.2 Gen 2 e dois USB 2.0. Na parte interna ainda tem mais sete slots de USB.

Além dos conectores mais esperados da parte traseira, como áudio e PS/2, o MSI MPG Z490 tem diferenciais. Um deles é o DisplayPort, além do HDMI, que não está presente em todos. Mas o mais interessante são os recursos de WiFi 6 e Bluetooth, bons extras pelo preço dessa placa.

A MSI MPG Z490 é uma placa com uma boa potência que liga facilmente e não fica tão quente. No entanto, ela continua não sendo muito adequada para usuários que desejam fazer overclocking. O seu tamanho segue o modelo ATX e o design é bem voltado para jogos, todo preto e com texturas e LED RGB que ficam ótimos em qualquer gabinete visível.

Placa-mãe gamer Gigabyte Z590 Aorus Elite AX

Foto mostra placa-mãe gamer e embalagem colorida em fundo bege
A placa-mãe gamer Gigabyte Z590 Aorus Elite AX foi feita para durar bons anos de uso (Foto: Divulgação/Gigabyte)

Se está em busca de uma placa-mãe gamer mais avançada, a Gigabyte Z590 Aorus Elite AX é uma opção. Com preço que pode variar entre R$2100 e R$3700, ela faz parte da linha de topo da Gigabyte. É uma placa-mãe gamer com formato ATX que também tem conectores de tira LED para conectar sua iluminação RGB.

O soquete dessa placa-mãe gamer é uma LGA 1200 com suporte para 11ª geração do Intel Core i9, i7 e i5 e 10ª geração do Intel Core (i9, i7, i5 e i3), Pentium e Celeron. Para a memória RAM, são quatro slots DDR4 com capacidade máxima de 128GB. Para quem gosta de tirar mais potência da RAM, a boa notícia é que a Gigabyte Z590 Aorus Elite AX permite tirar até 5400MHz no overclock com um processador de última geração.

Para os slots de expansão, a Gigabyte Z590 Aorus Elite AX tem um PCIe x16 que roda a x16 (padrão 4.0), outro PCIe x16 mas que roda a x4 e um PCIe x1 (ambos padrão 3.0). O chipset Z590 ainda vem com dois conectores M.2 e seis SATA 6 Gb/s.

Não faltam portas USB. Só no painel traseiro tem uma porta USB tipo-C, duas USB 3.2 Gen2, três USB 3.2 Gen1 e quatro USB 2.0, além de mais sete portas USB internas. Outros diferenciais do painel traseiro são os cinco conectores de áudio e o Display Port como substituto do HDMI. Para completar, ela promete mais durabilidade não só pelo suporte a componentes recentes como pelo seu design térmico com uma almofada de condutividade térmica.

Placa-mãe gamer Asus ROG Strix Z590-E

Foto mostra placa-mãe gamer em fundo branco
A Asus ROG Strix Z590-E é uma placa-mãe PC gamer da linha focada em performance em jogo da Asus (Foto: Divulgação/Asus)

Asus ROG Strix Z590-E é uma placa-mãe gamer nova da linha gamer da Asus que usa tecnologias de ponta e controle com inteligência artificial para melhorar a performance do equipamento. Ele vem com Two-Way AI Noise Cancelation, AI Overclocking, AI Cooling e AI Networking. São recursos excelentes que garantem a potência mas sem sofrer com aquecimento ou barulho.

É uma placa-mãe gamer de ponta no modelo ATX que está disponível pelo preço entre R$3200 e R$4500. Ela tem um soquete LG 1200, compatível com 11ª geração da Intel Core e 10ª geração da Intel Core, Pentium, Gold e Celeron.

O canal duplo de memória com quatro slots DDR4 permite até 128 GB com incríveis 5333 MHz no overclock. Para a placa de vídeo e expansões, os principais são dois PCI 1 x16 com suporte para padrão 3.0 ou 4.0 (se usar um processador de 11ª geração). Para o armazenamento, essa placa-mãe gamer tem seis portas SATA 6 Gb/s e quatro M.2.

O painel traseiro é completo. São um USB 3.2 Gen2 tipo-C, três USB 3.2 Gen2, quatro USB 3.2 Gen 1 e dois USB 2.0. Entre outros conectores, a Asus ROG Strix Z590-E tem um HDMI, um DisplayPort, cinco conectores de áudio, uma saída óptica, um Intel Wi-Fi 6E e dois Ethernet Intel I225-V 2,5 Gb.

Ela vem com sistema térmico otimizado com dissipadores de calor de alumínio e com fases de alimentação com conector de energia ProCool II. Assim, é uma placa-mãe gamer que suporta bem qualquer PC gamer poderoso. Para fechar, seu design é elegante e futurístico, com acabamento em metal e iluminação Aura Sync.

Placa-mãe gamer MSI MPG X570 Gaming Pro Carbon Wi-Fi

Foto mostra placa-mãe gamer e embalagem em fundo preto
A MSI MPG X570 é uma placa-mãe gamer de topo de linha da MSI para processadores AMD (Foto: Divulgação/MSI)

Para quem quer usar um processador da AMD, uma recomendação é o MSI MPG X570 Gaming Pro Carbon Wi-Fi. Essa placa-mãe gamer tem soquete AM4, compatível com os processadores AMD Ryzen de 2ª e 3ª geração, Ryzen 4000 G-Series e Ryzen com gráficos Radeon Vega.

É um modelo topo de linha da MSI e segue o formato ATX. Essa placa-mãe gamer chegou a entrar na nossa lista geral de melhor placa-mãe de 2021, seja para jogos ou não. Seu preço é bem próximo da placa-mãe gamer anterior, variando entre R$3200 até R$4700.

A capacidade da memória RAM segue o padrão de quatro slots DDR4 de até 128GB. A frequência máxima chega a 4400MHz no overclock. É uma placa-mãe gamer com um slot PCIe 4.0/3.0 x16, um slot PCIe 4.0/3.0 x16 (com suporte a x4) e dois slots PCIe 3.0 x1. No caso dos processadores da AMD, somente a 3ª geração Ryzen suporta o padrão 4.0.

MSI MPG X570 Gaming Pro Carbon Wi-Fi vem com seis portas SATA 6 Gb/s e duas M.2. Seu painel traseiro vem com quatro portas USB 3.2 Gen2 (sendo uma tipo-C), duas USB 3.2 Gen1 e duas USB 2.0. Mas nos conectores internos existem outros quatro USB 3.2 Gen1 e quatro USB 2.0. Ela vem com HDMI, cinco conectores de áudio e suporte para Intel Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.1.

Se você gosta de ter uma identidade gamer no seu setup, essa placa-mãe gamer é uma boa. O aspecto robusto se inspira nos supercarros e a iluminação LED é customizável e sincronizável com o PC. O desempenho dela não fica para trás, graças a recursos como o core boost technology. Para aguentar o calor gerado, o Frozr Heatsink maximiza o fluxo de ar e refrigera o chipset diretamente.

Placa-mãe gamer Asus ROG X570 Crosshair VIII Hero (Wi-Fi)

Foto mostra placa-mãe gamer em pé ao lado de embalagem em fundo branco
A Asus ROG X570 Crosshair VIII Hero (Wi-Fi) é uma placa-mãe gamer otimizada para overclocking (Foto: Divulgação/Asus)

A Asus ROG X570 Crosshair VIII Hero (Wi-Fi) possui a qualidade esperada de uma placa-mãe gamer de topo. Ela vem com as tecnologias mais novas do mercado, desde o PCIe 4.0 até o WiFi 6. Não pode faltar também a iluminação RGB, com Asus Aura Sync. Para ter essa placa-mãe gamer, você precisa desembolsar um valor de a partir de R$3700 atualmente.

Essa placa-mãe gamer tem formato ATX e soquete AM4. Por isso, ela é compatível com processadores AMD Ryzen Série 2000 até 5000. Para a memória RAM não tem segredo. São quatro slots DDR4 para 128GB. A frequência vai até 4800Mhz no overclock, e a tecnologia Optimem III melhora o sinal e reduz o barulho.

O chipset AMD X570 vem com um PCIe 4.0 x16 e um PCIe 4.0 x1. Para os slots de expansão são dois slots PCIe 4.0 M.2 (x16 ou x8 duplo), se usar um Ryzen de 3ª geração. Com a Asus ROG X570 Crosshair VIII Hero (Wi-Fi) você ainda tem capacidade de armazenamento de sobra: são oito slots SATA 6 Gb/s e dois M.2.

A Asus ROG X570 Crosshair VIII Hero (Wi-Fi) é uma placa-mãe gamer com várias portas USB de alta velocidade. No painel traseiro são oito USB 3.2 Gen2 (sendo um tipo C) e quatro USB 3.2 Gen 1. Os cinco conectores de áudio banhado a ouro trabalham com a tecnologia SupremeFX e com componentes fabricados no Japão para fornecer um áudio realista e com baixa distorção.

O sistema de monitoramento de corrente, em vez de um único sensor, permite controlar a voltagem com mais precisão. Isso facilita e aprimora o overclocking do seu PC. Já o painel de controle do AI Suite 3 da ASUS ajuda a cuidar de cada detalhe com facilidade. Com o controle na mão, você pode escolher entre economia de energia, resfriamento abrangente, aumento de desempenho e mais.

Placa-mãe gamer Gigabyte Z390 Aorus Ultra

Foto mostra placa-mãe gamer em frente a embalagem
A Gigabyte Z390 Aorus Ultra é uma placa-mãe gamer ótima para processadores Intel (Foto: Divulgação/Gigabyte)

A última placa-mãe gamer da lista é a Gigabyte Z390 Aorus Ultra. Ela tem soquete LGA 1151, com compatibilidade para Intel Core, Pentium e Celeron de 8ª e 9ª geração. Apesar de ser um modelo mais antigo, ela está no final da lista por causa do preço. Atualmente ela pode custar R$4200 pela dificuldade de encontrar nas lojas.

Ainda assim, é uma opção interessante se você está procurando uma placa-mãe gamer ATX para processadores da Intel. A Gigabyte Z390 Aorus Ultra tem quatro slots DDR4 que suportam até 128 GB. A frequência pode alcançar 4133MHz no overclock. Ela ainda tem configuração gráfica AMD CrossFire compatível com VR.

Os slots de expansão são dois PCIe x16, outros dois PCIe x1 e um M.2. Para o armazenamento são seis SATA de 6Gb/s e dois M.2. Na parte traseira, são quatro portas USB 3.1 Gen2 (sendo um tipo-C), duas USB 3.1 Gen1 e quatro USB 2.0, com ainda uma porta HDMI, porta de rede, cinco conectores de áudio, dois de antena SMA (2T2R) e um conector óptico.

A Gigabyte Z390 Aorus Ultra tem um design térmico avançado para dissipar calor até das peças que esquentam mais. Todo seu desenho é robusto e a iluminação LED espalhada na placa dá todo o estilo que precisa para ser chamada de placa-mãe gamer.