LG C9 vs B9: o que mudou de uma geração para outra?

Confira as diferenças de cada uma delas e descubra quais as inovações da linha mais recente da marc.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

Compartilhe:

Para quem está por dentro das linhas de smart TVs da LG é bastante comum se deparar com os modelos LG C9 e LG B9. Afinal, são aparelhos altamente tecnológicos, muito bem avaliados por seus usuários e com preços bastante competitivos. Contudo, qual é a melhor opção quando o assunto é LG C9 vs B9?

Vale destacar que ambos são aparelhos com ótimos recursos, porém, visto que a C9 é uma versão atualizada da B9, ela é quem vence esta batalha. Para você entender melhor em quais pontos a C9 ganha, reunimos as especificações das duas smart TVs, além de comparar os preços e cada uma das características. O resultado desta análise, aliás, pode ser conferido a seguir. Confira e faça a melhor escolha!

Ah, e para saber mais detalhes da C9, testamos o aparelho e montamos um review contando tudo! É só clicar aqui.

Produto indisponível

Produto indisponível

Lançamento
2019
2018
Tipo de tela
OLED
OLED
Tamanhos
55", 65" e 77"
55" e 65"
Resolução
4K
4K
Processador
a9 de 2ª geração
a7 de 2ª geração
Frequência
120Hz
120Hz
Áudio
Dolby Atmos 40W
Dolby Atmos 40W
Assistentes pessoais
Google Assistente e Alexa
Google Assistente e Alexa
Bluetooth
Sim
Sim
HDMI
4
4
USB
3
3
Wi-Fi integrado
Sim
Sim
Ethernet
Sim
Sim
AV
Sim
Sim
Dimensões 55" (LxPxA)
122,8 x 25,1 x 73,8 cm
122,8 x 24,6 x 74,4 cm
Peso 55"
23 Kg
19,9 Kg
Ofertas
Produto indisponível
Produto indisponível

Saiba mais:

Tela

LG C9 e LG B9 apostam na tecnologia OLED com resolução 4K

A marca sul-coreana não mede esforços para garantir a mais alta qualidade aos seus clientes e, pensando nisso, tanto a C9 quanto a B9 são smart TVs OLED. Mas o que significa isso na prática? As duas têm diodos orgânicos que não precisam de iluminação traseira, já que o painel tem emissão de luz própria.

Assim, cada um dos mais de oito milhões de pontos que compõem a imagem podem se auto iluminar ou mesmo não apresentar iluminação – tornando a cor preta mais pura e gerando o chamado “contraste infinito”.

Tela OLED surpreende ao reproduzir mais detalhes, pretos mais "profundos" e cores mais realistas, quando comparada à uma 4K convencional. Neste caso, utilizamos a C9 e a LG UJ6565 para comparação. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Tela OLED surpreende ao reproduzir mais detalhes, pretos mais "profundos" e cores mais realistas, quando comparada à uma 4K convencional. Neste caso, utilizamos a C9 e a LG UJ6565 para comparação. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Ambos os modelos, aliás, contam com o Deep Learning, que trata-se de um recurso que, entre as suas várias funcionalidade, garante uma alta qualidade de imagem com excelentes níveis de detalhes, cores, brilho e contraste – mesmo para conteúdos mais antigos, que não foram produzidos com tamanha tecnologia.

Além disso, os dois modelos dispõem de tecnologias como o LG 4K Cinema HDR (que suporta a maioria dos formatos HDR), o Dolby Vision, o Advanced HDR, o HDR10 Pro e o HLG Pro.

E completando o pacote de ferramentas de aprimoramento que tornam as imagens mais vivas, a tela OLED de ambas as linhas são capazes de reproduzir cores vibrantes e reais independentemente da iluminação do cômodo. Com ela, você não tem reflexo na imagem durante a reprodução de um conteúdo, ao contrário do que acontece em TVs 4K convencionais.

Tela OLED reproduz mais detalhes. Observe as linhas dos olhos e da pálpebra, como estão bem mais definidas, e como as cores são mais vivas na tela QLED. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Tela OLED reproduz mais detalhes. Observe as linhas dos olhos e da pálpebra, como estão bem mais definidas, e como as cores são mais vivas na tela QLED. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

As opções de tamanhos de telas, contudo, não são exatamente as mesmas. Aqui no Zoom você pode conferir os modelos de 55, 65 e 77 polegadas da série da TV LG OLED C9 e também as TV de 55 e 65 polegadas da linha de TV LG OLED B9.

Design

Ambos apresentam design minimalista e moderno

Esqueça a bagunça! Ambas as linhas contam com a gestão de fios, um recurso que visa otimizar o espaço com canaletas que deixam o ambiente bem mais clean. Além disso, as duas apostam em modelos ultrafinos e praticamente sem bordas, permitindo, assim, criar uma experiência de imersão para filmes, séries e games. Disponíveis apenas na cor preta, o design é bastante minimalista e ajuda a compor bem qualquer decoração.

E por falar nisso, outra funcionalidade legal dessas duas TVs é o “Modo Galeria”, no qual exibe imagens, como se fosse um quadro. Assim como em linhas de TVs LG menos recentes, há imagens de pinturas, fotos e músicas que são atualizadas sazonalmente.

Modo Galeria tanto da C9 quanto na B9 transformam a televisão em uma verdadeira obra de arte. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Modo Galeria tanto da C9 quanto na B9 transformam a televisão em uma verdadeira obra de arte. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Desempenho

WebOS presente nas duas TVs, mas com processadores diferentes

Enfim, chegamos no ponto em que as duas linhas apresentam, de fato, o diferencial gerado pela atualização de série. As TVs B9 contam com um processador inteligente alpha 7 de 2ª geração, que garante, assim, qualidade de imagem – com o Deep Learning, por exemplo, é possível aperfeiçoar conteúdos antigos e transformá-los em 4K, mesmo quando são gravados em resolução inferior.

Em relação ao áudio, o alpha 7, por meio do sistema WebOS, também se destaca por oferecer sintonização acústica de excelência (a tecnologia de reconhecimento espacial garante um som equilibrado), além de analisar a fonte de áudio a fim de proporcionar um som perfeito independentemente do tipo de conteúdo.

Em contrapartida, a linha C9 conta com um processador mais moderno: alpha 9 de 2ª geração. Além dos recursos presentes na B9, a série mais recente conta também com novas tecnologias. Por exemplo, o AI Picture, que além de reconhecer o conteúdo e fonte do sinal, ainda otimiza ruídos, detalhes e a nitidez das imagens. Já com o AI Brightness, seja qual for a iluminação do ambiente da casa, otimiza automaticamente o brilho da imagem.

O processador da LG C9 é um dos mais modernos e eficientes do mercado. (Imagem: Divulgação/LG)
O processador da LG C9 é um dos mais modernos e eficientes do mercado. (Imagem: Divulgação/LG)

Ainda pensando no ambiente, as smart TVs da série C também prometem uma qualidade sonora “repensada”. Afinal, estes televisores são capazes de reconhecer a fonte, qualidade e a frequência do sinal e, através do processador alpha 9, fornecer um som balanceado e adequado para o ambiente que está inserida.

Em relação à frequência, ambas contam com taxa de atualização nativa de 120 Hz. Isso significa que em momentos mais agitados, seja em jogos de videogame ou em filmes de ação, as imagens não irão “engasgar” ou ficar borradas, pois vão ser reproduzidas com mais fluidez.

Contudo, existe uma pequena diferença em relação ao Input Lag – que nada mais é que o intervalo entre um comando enviado e recebido do joystick. Enquanto o tempo da B9 é de 13,1 milésimo de segundo, a C9 oferece 12,9 milésimo de segundo. Pode não parecer muito, mas faz diferença para quem é gamer. Aliás, com a frequência nativa de 120 Hz e a tela OLED, será possível ter uma experiência ainda mais imersiva durante a jogatina.

Conectividade

LG C9 e B9 podem se conectar com muitos outros dispositivos

Se você busca por uma casa conectada, com certeza irá encontrar tanto na C9 quanto na B9. A LG tem a função de inteligência artificial ThinQ AI, que usa comandos de voz para fazer pesquisas, acessar apps e navegar pela internet por meio do controle Smart Magic. O sistema ainda aprende com os hábitos do usuário e pode sugerir novos filmes, séries, músicas ou programas, tudo isso em português. Legal, né?

Tanto a B9 quanto a C9 têm o controle Smart Magic e suporte à Google Assistente e Alexa, que permitem comandar a TV através da voz. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Tanto a B9 quanto a C9 têm o controle Smart Magic e suporte à Google Assistente e Alexa, que permitem comandar a TV através da voz. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Além disso tudo, que tal conectar a TV a outros dispositivos inteligentes da casa? Afinal, estes modelos são compatíveis com a Google Assistente e a Alexa, da Amazon, aumentando as opções de configurações da própria TV e de outros dispositivos conectados.

Em relação às suas entradas, novamente a LG não fez alterações entre as duas séries. Ao todo, cada um destes modelos tem quatro entradas HDMI e três entradas USB. E como se não fosse o suficiente, há, ainda, uma entrada LAN para ligação de internet por cabo, uma para Vídeo Componente, uma para RF para TV a cabo, entrada RF para TV digital, uma entrada áudio/vídeo e uma saída digital óptica.

Áudio imersivo

Ambos oferecem uma ótima experiência

O som das duas linhas de TV da LG é capaz de otimizar o som conforme o conteúdo. (Imagem: Divulgação/LG)
O som das duas linhas de TV da LG é capaz de otimizar o som conforme o conteúdo. (Imagem: Divulgação/LG)

Nós já adiantamos que a inteligência artificial presente tanto nas TVs B9 quanto C9 são capazes de analisar a fonte de áudio para otimizar o som conforme o tipo de conteúdo. Contudo, estas linhas contam com outros ótimos recursos.

Para começar, ambas podem converter o som de 2.0 canais em virtual surround sound de 5.1 canais. Ou seja, ele é capaz de propor um som multidimensional, o que muito lembra o que ouvimos quando estamos no cinema.

Além disso, seja qual for a série escolhida, o televisor irá dispor de um Dolby Atmos de 40W, uma das versões mais modernas e potentes do mercado. No entanto, se for possível, uma soundbar comprada separadamente vai deixar o som ainda mais potente e imersivo.

Custo-benefício

Qual smart TV OLED vale a pena comprar: LG C9 ou LG B9?

Com base na análise de ambas as fichas técnicas foi possível notar que não há grandes diferenças entre as linhas. Apesar disso, quando se pensa em qual dos dois modelos é melhor, a resposta é bastante simples: LG C9. Afinal, como dissemos anteriormente, a linha de 2019 conta com uma atualização em seu processador e apresenta um tempo de resposta relativamente superior em relação à LG B9.

Além disso, se por acaso o fator de escolha for o preço, mais uma vez a diferença entre as duas linhas também é bastante tênue. Enquanto uma smart TV B9 de 55 polegadas pode ser adquirida por, em média, R$ 5.499,00, uma LG C9 do mesmo tamanho é vendida por a partir de R$ 5.799,00. Por isso, ainda que a grana esteja apertada, não deverá ser muito difícil poupar um pouco mais e investir em uma versão mais moderna.

Desta maneira, pensando no médio e longo prazo, o comprador terá um custo-benefício maior se comprar uma smart TV C9. Afinal, trata-se de uma linha bastante atual – visto que foi lançada em 2019 – e dispõe de algumas das mais avançadas tecnologias oferecidas pela LG.

Veja preços das smart TVs LG:

Smart TV OLED LG C9:

Smart TV OLED LG B9:

Leia também: