Do Galaxy A50 ao Galaxy A51: o que muda entre os celulares Samsung?

Múltiplas câmeras e bom desempenho são destaques dos smartphones.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

O Galaxy A51 é o sucessor do Galaxy A50, o celular mais buscado no Zoom em 2019, e que ainda é bastante popular em 2020. Ambos são smartphones intermediários da linha Samsung Galaxy A, que é voltada para quem busca bom desempenho e recursos inovadores, mas com um preço mais acessível do que os de modelos avançados. Atualmente, é possível encontrá-los por cerca de R$ 1,5 mil no comércio eletrônico (versão de 128 GB).

Apenas dez meses separam os lançamentos desses celulares, mas há muitas diferenças nas fichas técnicas desses aparelhos, especialmente em design e câmeras. Veja, no comparativo a seguir, quais são principais mudanças entre o Galaxy A50 e Galaxy A51, e descubra qual deles é a melhor opção para o seu dia a dia.

Leia também: Review Galaxy A50: testamos o celular intermediário da Samsung

Produto indisponível

a partir de:R$ 1.700,50

Lançamento
Fevereiro de 2019
Dezembro de 2019
Linha
Samsung Galaxy A
Samsung Galaxy A
Tamanho da tela
6,4 polegadas
6,5 polegadas
Resolução da tela
Full HD+ (2340 x 1080 pixels)
Full HD+ (2400 x 1080 pixels)
Processador
Exynos 9610
Exynos 9611
Memória RAM
4 GB
4 GB
Armazenamento
64 GB ou 128 GB
128 GB
Memória expansível
Sim, até 512 GB (microSD)
Sim, até 512 GB (microSD)
Câmera traseira

Tripla:

  • 25 MP (f/1.7)
  • 5 MP (f/2.2) profundidade
  • 8 MP (f/2.2) ultra-wide

Quádrupla:

  • 48 MP (f/2.0)
  • 12 MP (f/2.2) ultra-wide
  • 5 MP (f/2.4) macro
  • 5 MP (f/2.2) profundidade
Câmera frontal
25 MP
32 MP
Filma em
Full HD (1080p) @ 30 fps
  • 4K @ 30 fps
  • 1080p @ 120 fps
Resistência à água e poeira
Não
Não
Sistema operacional de fábrica
Android 9 Pie
Android 10
Leitor de digitais
Sim, sob a tela
Sim, sob a tela
Reconhecimento facial
Sim
Sim
Dual chip
Sim
Sim
Bateria
4.000 mAh
4.000 mAh
Carregamento sem fios
Não
Não
Cores
Azul, branco e preto
Azul, branco e preto
Dimensões e peso
  • Altura: 158,5 mm
  • Largura: 74,7 mm
  • Profundidade: 7,7 mm
  • Peso: 166 g
  • Altura: 158 mm
  • Largura 73,6 mm
  • Profundidade: 7,9 mm
  • Peso: 172 g
Ofertas
Produto indisponível
Ver preços

Design e tela

Bordas finas e recorte discreto para câmera frontal

Como os dois modelos foram lançados em 2019, seus designs não são tão distantes. Os dois tem o corpo feito em plástico, com uma traseira lisa e sem detalhes, mas enquanto o A51 tem tampa com cores únicas, o A51 traz um pequeno degradê. Os tons são os mesmos: Azul, preto e branco.

A principal diferença na traseira dos dois modelos é o módulo que aloca as câmeras. O Galaxy A50 tem as lentes alocadas na vertical, como um semáforo, enquanto o A51 conta com um módulo mais retangular para o seu conjunto quádruplo.

À esquerda, o Galaxy A50, à direita o Galaxy A51. (Imagem: Divulgação/Samsung)

Na parte frontal, ambos têm ótimo aproveitamento de tela devido às bordas finas e ao recorte para a câmera. O Galaxy A50 abriga a lente frontal em um pequeno entalhe no formato “gota”, já o A51 apostou no formato “furo”, ainda mais discreto.

Display Super AMOLED Full HD+ com leitor de digitais integrado

Os dois celulares têm tela praticamente igual, com diferença de 1 polegada no tamanho. O Galaxy A50 conta com um painel Super AMOLED com 6,4 polegadas, resolução Full HD+ e formato 19,5:9. Já o Galaxy A51 segue a mesma fórmula, porém com uma tela de 6,5 polegadas.

Os dois modelos têm o leitor biométrico integrado ao display, o que proporciona maior praticidade e segurança na hora do desbloqueio ou de realizar pagamentos.

Galaxy A50 e Galaxy A51 têm leitor biométrico integrado à tela. (Imagem: Divulgação/Samsung)

Na prática, você terá alta qualidade de imagem em qualquer um dos modelos. Os painéis Super AMOLED proporcionam imagens com cores mais vivas, contrastes intensos e são mais econômicos do que telas IPS LCD, vistas em muitos smartphones concorrentes. Esse fator, aliado à resolução Full HD+, resulta em uma ótima experiência para quem gosta de assistir a séries e filmes no celular.

Desempenho

O Galaxy A50 tem um processador Exynos 9610, que é octa-core e alcança até 2,3GHz. Ele trabalha em conjunto com memória RAM de 4 GB e, em nossos testes práticos, rodou aplicativos como Facebook, WhatsApp e YouTube sem travamentos ou lentidão. Mesmo ao executar jogos populares na Play Store, como o PUBG Mobile e o Free Fire, o desempenho foi satisfatório. Isso quer dizer que esse celular entrega uma boa performance no dia a dia para a maioria dos usuários.

O A51, por sua vez, tem um processador Exynos 9611, que promete atuar de forma bastante semelhante. Também são 4 GB de RAM nesse modelo. A expectativa é de que o desempenho de ambos seja bastante parecido.

Com o mesmo processador gráfico, eles conseguem rodar diversos jogos sem problemas. (Imagem: Divulgação/Samsung)

Para salvar fotos, vídeos, músicas, apps e outros arquivos, o Galaxy A50 tem versões com memória interna de 64 GB ou 128 GB, enquanto o Galaxy A51 é vendido apenas no modelo de 128 GB de armazenamento.

O A50 sai de fábrica com Android 9.0 (Pie), mas já tem atualização para o Android 10. No caso do A51, você não precisará fazer essa atualização, pois ele já chega com a versão mais recente do sistema do Google.

Câmeras

Câmera quádrupla do Galaxy A51 promete maior versatilidade em fotos

As maiores diferenças entre os dois modelos deste comparativo estão em seus conjuntos de câmeras. O Galaxy A50 tem um conjunto triplo em que o sensor principal tem 25 MP, acompanhando por uma lente com abertura f/1.7; o secundário tem 8 MP e serve para fotos com ângulo mais aberto; e o terceiro é de 5 MP, para fotos com o efeito retrato, que desfoca o fundo da imagem deixando um objeto ou pessoa em evidência.

Já o Galaxy A51 tem câmera quádrupla traseira, que oferece mais possibilidades de fotos diferentes. O sensor principal tem 48 MP e abertura f/2.0; o secundário tem 12 MP, e é para fotos ultra-wide, de ângulo mais aberto; o terceiro é de 5 MP para fotos macro, aquelas em que o objeto está bem próximo; o quarto, e último, também é de 5 MP, usado como sensor de profundidade.

Conjunto quádruplo de câmeras do Galaxy A51. (Imagem: Divulgação/Samsung)

Vídeos em 4K somente no Galaxy A51

Nas gravações, a Samsung acertou ao trazer a possibilidade de registrar vídeos em 4K para o A51. Ele também é capaz de filmar em Full HD com até 120 fps. Um ponto forte é o recurso de estabilização eletrônica, que reduz bastante as trepidações indesejadas durante as filmagens.

Já a qualidade máxima para o Galaxy A50 é Full HD @ 30 fps e não há estabilização para vídeos.

Selfies com mais detalhes no Galaxy A51

A câmera frontal dos dois aparelhos também tem uma diferença significante. O Galaxy A50 tem um sensor de 25 MP e abertura f/2.0, enquanto o Galaxy A51 traz 32 MP e abertura f/2.2. A expectativa é que ambos entreguem bons resultados em condições favoráveis de luz, com certa vantagem para o A51. Em locais escuros ou à noite, a qualidade cai, mas ainda é satisfatória para o segmento.

Bateria

A bateria dos dois celulares é de 4.000 mAh e, considerando as outras configurações, são bem semelhantes em autonomia, então você conseguirá passar um dia completo de longe das tomadas, sem problemas.

Os dois celulares têm carregamento rápido de 15W. Então, em momentos de emergência, você consegue uma boa quantidade de carga em pouco tempo.

Os dois modelos contam com bateria de 4.000 mAh (Imagem: Divulgação/Samsung)

Preço e custo-benefício

No momento da publicação deste comparativo, os celulares estão com o mesmo preço em suas versões de 128 Gb, então o A51 acaba sendo a melhor opção de compra pois, tem um conjunto de câmeras superior.

É possível achar o A50 em sua versão de 64 GB, mas a diferença de preço é pouca pelo que você ganha investindo no modelo mais recente da Samsung.

Agora, se você já é dono de um Galaxy A50, as mudanças trazidas pelo Galaxy A51 não são tão significativas a ponto de justificarem uma troca, pelo preço atual. Vale mais a pena esperar e ver quais outras novidades a indústria de celulares está guardando para os próximos meses.