Celular Samsung Galaxy M62 sobre bancada de madeira com o selo "Avaliado por Especialistas" carimbado na imagem.

Galaxy M62 tem bateria poderosa e desempenho de ponta

Testamos o Galaxy M62, intermediário da Samsung com bateria de 7.000 mAh, câmera quádrupla de 64 MP e NFC. Veja se o modelo vale a pena

Aline BatistaRedatora

Publicado e atualizado 18 min. de leitura.

Compartilhe:

O Galaxy M62 é o novo celular intermediário da Samsung com foco em bateria. O aparelho chega para substituir o Galaxy M51 e também traz 7.000 mAh, que deve garantir uma autonomia de até três dias de uso moderado. O smartphone ainda conta 8 GB de memória RAM, para uma performance fluida e sem travamentos. Entre outros destaques estão o conjunto de câmera quádrupla de 64 MP, a tela grande de 6,7 polegadas e o suporte a NFC.

Por outro lado, o aparelho chegou ao Brasil com um preço alto, o que pode comprometer seu custo-benefício. Então será que vale a pena comprar o Galaxy M62? Para te ajudar a decidir, nós testamos o celular da Samsung. Neste review, você verá nossas impressões considerando os seguintes quesitos: design, tela, câmera, bateria, desempenho e custo-benefício. Se quiser entender nossos critérios e notas para a avaliação de produtos, veja como avaliamos celulares.

Galaxy M62 ao lado dos escritos "7 dias de teste" e "Nota 9", em fundo branco.

Galaxy M62: melhores ofertas

A seguir, compare os preços e confira as principais ofertas do Galaxy M62. Vale lembrar que, assim como os demais apaarelhos a linha Galaxy M, o novo smartphone é vendido apenas online.

Prós e contras

Tabela de prós e contras do celular Galaxy M62.

Prós

O Galaxy M62 é um ótimo celular intermediário. Seu grande destaque é a bateria, de 7.000 mAh, que está entre as maiores capacidades em um smartphone à venda no Brasil. Com esse componente, o aparelho consegue atingir uma autonomia de até três dias de uso moderado. Outro ponto positivo é o excelente desempenho. Com 8 GB de memória RAM, o M62 consegue rodar com eficiência diferentes aplicativos e jogos, sem apresentar travamentos.

Além disso, também destacamos seu conjunto de câmeras. O smartphone tem quatro tipos diferentes de lentes e ainda conta com uma câmera frontal de 32 MP. Na prática, é possível tirar boas fotos em diferentes situações, até mesmo à noite, graças ao modo noturno.

O Samsung M62 também traz uma tela grande e de boa qualidade para assistir a filmes ou jogar. O celular mantém essa característica. que já virou tradição na linha Galaxy M. Ele traz um painel Super AMOLED Plus de 6,7 polegadas, com resolução Full HD+.

Outro ponto de destaque é a conexão via NFC, que permite usar o smartphone para fazer pagamentos à distância com o Samsung Pay. Essa é a primeira vez que um modelo da linha M traz o recurso e a adição foi muito bem-vinda.

Contras

De forma geral, o Galaxy M62 é um smartphone intermediário bem completo, mas tem pequenos detalhes que podem fazer falta na hora do uso e que também acabam prejudicando o custo-benefício. Um deles é o áudio mono. Isso não significa que o som do M62 seja ruim. Entretanto, considerando a faixa de preço, seria bem mais interessante que ele oferecesse um áudio estéreo.

Mais acima, citamos a tela com painel Super AMOLED Plus como um ponto positivo. De fato, a experiência no display é ótima, mas fica faltando uma taxa de atualização maior. O modelo traz o padrão de 60 Hz. Contudo, atualmente já vemos intermediários, inclusive mais baratos, que atualizam a frequências maiores, proporcionando imagens mais fluidas.

Por fim, como veremos em detalhes mais à frente, o preço de lançamento do Galaxy M62 ainda é alto. Por isso, é importante pesquisar bem o valor antes de comprar.

O que vem na caixa

O Galaxy M52 traz apenas o carregador na caixa. Como tem feito nos modelos mais recentes, a Samsung deixou de enviar o fone de ouvido, o que é uma pena, porque o acessório faz falta. Pelo menos, o adaptador de tomada é de 25 W, que fornece carregamento rápido. O M62 vem com:

  • Cabo USB-C para USB-C
  • Adpatador de tomada de 25 W
  • Chave para abrir a bandeja do chip
 Galaxy M62 ao lado de sua caixa, do fio do carregador, adaptador de tomada e da chave para abrir a bandeja do chip, todos apoiados em mesa de madeira.
Além do M62, a caixa traz o adaptador de tomada, o cabo e a chave para abrir a bandeja do chip (Foto: Aline Batista)

Ficha técnica

Infográfico com a ficha técnica do Galaxy M62.

Design

Logo de cara, o Samsung Galaxy M62 já chama atenção pelo visual design diferente. A traseira tem pequenas listras verticais em degradê, que começam na cor do aparelho e terminam em prata. Nós testamos o modelo azul, mas ele também está disponível na cor preta. Além das listras, o aparelho tem um efeito cromado, que lembra metal e dá um acabamento espelhado. Essa mesma pintura também foi feita nas laterais, seguindo o degradê.

Ainda na traseira, o conjunto de câmeras traseiras tem formato de cooktop e fica levemente saltado, com o flash LED fora da moldura.

Traseira do Galaxy M62.
A traseira do Galaxy M62 chama atenção com o conjunto quádruplo de câmeras (Foto: Aline Batista)

O M62 é construído em plástico (policarbonato) e não passa uma impressão de ser muito resistente. O smartphone tem facilidade para ficar com marcas de dedos e para grudar partículas de poeira. Por isso, uma capa é bem-vinda.

Por outro lado, o plástico ajuda a deixar o smartphone mais leve, já que a bateria grande faz com que ele pese mais. Suas dimensões são de 163,9 x 76,3 x 9,5 mm, com peso de 218 gramas. Ele é um pouco mais grosso e mais pesado do que outros modelos intermediários. No começo, você pode sentir essa diferença, mas depois vai se acostumando. De forma geral, a pegada é confortável.

Na lateral direita do Samsung M62, ficam os botões power e de volume. O botão power (ou liga/desliga) também traz um leitor de impressões digitais. O sensor é eficiente e está posicionado em um local prático e intuitivo. No entanto, seria mais interessante se o smartphone oferecesse um leitor embutido na tela. Essa característica já está presente em alguns intermediários da Samsung, como o Galaxy A52 e o Galaxy A72.

Lateral direita do Galaxy M62.
A lateral direita do M62 conta com os botões power e de volume (Foto: Aline Batista)

Já na lateral esquerda, fica a gaveta para chips e cartão de memória. Como a entrada não é híbrida, você consegue usar os dois chips e o microSD de até 1 TB ao mesmo tempo. Por fim, na parte inferior do M62, estão o alto-falante, o microfone, a porta USB-C e a entrada para fone de ouvido. Um ponto positivo é que a Samsung mantém a entrada P2, que é padrão para fones de ouvido, apesar de o acessório não acompanhar o aparelho. Por outro lado, o alto-falante mono acaba decepcionando.

Lateral esquerda do Galaxy M62, enquanto ele está apoiado sobre bancada de madeira.
A lateral esquerda traz a gaveta para chips e cartão de memória (Foto: Aline Batista)

Na parte frontal, o Galaxy M62 tem uma tela grande, de 6,7 polegadas. As bordas são finas, o que ajuda a não deixar o aparelho tão grande. A câmera frontal fica alocada em um furo no topo do display. A tela conta com proteção Gorilla Glass, que evita arranhões acidentais.

Galaxy M62 de frente apoiado em bancada de madeira.
A tela de 6,7 polegadas é espaçosa, mas confortável de usar por conta das bordas finas (Foto: Aline Batista)

Entretanto, o modelo não traz certificação IP, ou seja, não é resistente à água (saiba mais nesse artigo o que é a proteção IP67 e IP68). Nesse ponto, o aparelho deixa a desejar em comparação com outros intermediários, inclusive, os modelos da linha Galaxy A da própria Samsung.

Tela

Uma das principais características dos celulares da linha Galaxy M é a tela grande, e com o Galaxy M62 não seria diferente. O smartphone tem um display de 6,7 polegadas, com resolução Full HD+ (1080 x 2400 pixels). Um ponto positivo é o painel com tecnologia Super AMOLED Plus, que oferece cores mais vivas do que o LCD, mas nem sempre vem nos intermediários.

Parte da frente do Galaxy M62, com tela inicial aberta no display.
O Galaxy M62 tem tela de resolução Full HD e painel Super AMOLED Plus (Foto: Aline Batista)

A experiência de ver vídeos ou jogar no smartphone é muito boa. O aparelho oferece cores vivas e brilho alto, mesmo em lugares mais abertos ou sob o sol. O contraste é eficiente e a visualização é boa em diferentes ângulos.

A única decepção em relação à tela do M62 é a taxa de atualização de 60 Hz. Esse é o valor padrão, que costuma vir na maioria dos smartphones básicos. No entanto, já é possível encontrar outros intermediários com frequência de 90 Hz ou 120 Hz.

Essa característica é essencial para quem gosta de jogar ou assistir a vídeos no smartphone. Assim, o display atualiza os quadros mais vezes por segundo, deixando as transições de imagens mais fluidas. Por isso, seria interessante se o smartphone tivesse uma taxa de atualização maior. Outros modelos da linha Galaxy M, como o Galaxy M12 e o Galaxy M32, que são até mais baratos, oferecem 90 Hz. Por isso, o Samsung M62 acaba deixando a desejar nesse ponto.

Câmera

Como já virou padrão na maioria dos intermediários atuais, o Samsung Galaxy M62 traz um conjunto traseiro de câmera quádrupla. Em relação à quantidade de megapixels, o smartphone apresenta os mesmos números do seu antecessor, o Galaxy M51, mas é possível dizer que houve algumas melhorias.

Galaxy M62 com foco no conjunto quádruplo de câmeras traseiras.
O Galaxy M62 chega com quatro câmeras traseiras (Foto: Aline Batista)

O M62 tem sensor principal de 64 MP, que captura com boa qualidade. Além disso, ele traz uma lente ultra-wide, ideal para capturar ângulos mais abertos, de 12 MP. O smartphone também conta com uma lente macro de 5 MP, para fotografar detalhes próximos, e um sensor de profundidade de 5 MP, que ajuda a desfocar o fundo no modo retrado.

Se você quiser entender melhor a função de cada lente, vale conferir este artigo sobre como funcionam as câmeras de celular. Abaixo, explicamos alguns detalhes das fotos produzidas pelo Samsung M62.

Câmera principal

A câmera principal registra ótimas fotos, principalmente durante o dia. As imagens são nítidas e apresentam um bom nível de detalhes. O smartphone tende a ter cores mais saturadas, mas isso não chega a ser um problema. Os registros só não ficam bons se você aproximar as imagens. Apesar do zoom digital de 10x, as fotos ficam com ruídos ao usar o recurso.

Paisagem capturada com a câmera principal do Galaxy M62
A câmera principal do M62 entrega bons resultados, principalmente durante o dia (Foto: Aline Batista)

Lente ultra-wide

Já na câmera ultra-wide, é possível perceber uma leve queda na qualidade das imagens, mas nada muito comprometedor. A lente entrega um ângulo de visão de 123º e permite adicionar mais perspectiva à captura. Por isso, é ideal para fotos de paisagens.

Foto tirada com a lente ultra-wide do Galaxy M62
Lente ultra-wide é ideal para fotos de paisagens (Foto: Aline Batista)

Lente macro

O Galaxy M62 conta também com uma câmera macro. Esse tipo de lente é usada para fotografar detalhes de algum objeto próximo. O ideal é que você mantenha uma distância de 3 a 5 cm do assunto da foto. No caso do M62, o sensor de 5 MP faz um trabalho melhor do que os sensores de 2 MP que vemos na maioria dos intermediários. Ainda assim, o dispositivo tem um pouco de dificuldade para focar. Dependendo da situação, podem ser necessárias diversas tentativas.

Foto tirada com a lente macro do Galaxy M62.
Resultado do teste com a lente macro do M62 (Foto: Aline Batista)

Fotos noturnas

À noite, a qualidade das fotos feitas com o Galaxy M62 pode cair um pouco e elas ficam mais escuras. Entretanto, o modo noturno ajuda bastante. O recurso utiliza inteligência artificial para aprimorar as imagens e entrega resultados bem melhores, com menos sombras e mais contraste.

Foto tirada com auxílio do modo noturno no Galaxy M62
O modo noturno realmente faz diferença nas capturas do M62 (Foto: Aline Batista)

Recursos do conjunto fotográfico

A câmera do Samsung M62 ainda oferece aguns recursos, que até então estavam presentes apenas nos modelos premium, como filtros customizados e o modo Single Take, que captura diversos clipes e depois seleciona os melhores. Além disso, o smartphone traz outros modos de fotografia, como Pro, Panorâmica e Rabisco AR.

Por outro lado, um estabilizador óptico de imagem e um zoom óptico, a exemplo do Galaxy A72, são ferramentas que também cairiam bem no Galaxy M62. De qualquer forma, as fotos produzidas pelo celular são nítidas e o resultado deve agradar à maioria dos usuários.

Câmera de selfies

Galaxy M62 com foco na câmera frontal.
Câmera para selfies tem sensor de 32 MP (Foto: Aline Batista)

Falando da câmera de selfies, o Samsung Galaxy M62 traz um sensor de 32 MP, com lente de abertura f/2.2. O smartphone registra ótimas selfies, com bom nível de detalhes e poucos ruídos. No entanto, dependendo do local que você estiver, ele pode acabar tendo certa dificuldade para equilibrar as cores ao fundo. À noite, o mesmo problema de perda de qualidade acontece, mas, se você estiver em um local mais iluminado, a inteligência artificial do celular é suficiente para render boas selfies.

Duas selfies tiradas com a câmera frontal do Galaxy M62 lado a lado.
Câmera frontal do Galaxy M62 rende boas selfies (Foto: Aline Batista)

Filmagem

Por fim, em relação à gravação de vídeos, o M62 captura em 4K a 30 frames por segundo em ambas as câmeras câmera. Na prática, os vídeos têm boa qualidade de imagem e de som. Você ainda pode ativar a função de superestabilização para deixar as gravações mais estáveis. Além disso, o smartphone oferece outros recursos de vídeos, como Super Slow-Motion, Câmera Lenta e Timelapse.

Bateria

Chegamos no principal destaque do Galaxy M62: a bateria. O smartphone tem um componente de 7.000 mAh, mesma quantidade do seu antecessor, o M51. Aliás, esses dois são os celulares com maior capacidade de bateria à venda no Brasil.

A Samsung promete até 24 horas de uso contínuo de internet, mas a duração real pode ir muito além disso. Em nossos testes, foi possível usar o smartphone por três dias seguidos e ele ainda costumava chegar ao quarto dia com carga entre 15% e 20%. O celular foi utilizado de forma moderada, alternando acesso a redes sociais, navegação na internet e aplicativos de streaming com momentos de inatividade.

De qualquer forma, se você faz um uso mais intenso do aparelho, deve conseguir uma autonomia de até dois dias também. Para que você tenha um noção do consumo, uma hora de reprodução de vídeo na Netflix, com a tela no brilho máximo, gasta apenas 6% de bateria.

Quem tem o M51 vai perceber que, mesmo mantendo a capacidade de 7.000 mAh, o M62 oferece maior autonomia de bateria. Isso pode acontecer por conta de diversos fatores, como processador e tela mais econômicos ou otimizações no software. De qualquer forma, a duração da bateria é muito boa.

Em relação ao tempo de carregamento, o Galaxy M62 oferece recarga rápida. O celular vem com carregador de 25 W, que é suficiente para atingir os 100% de carga em cerca de 1 hora e 50 minutos. Embora o tempo pareça alto, está dentro dos padrões dos smartphones intermediários. Além disso, a bateria tem uma capacidade acima da média, o que justifica esse tempo mais alto. Enquanto está carregando, é possível perceber que o aparelho esquenta um pouco.

Outra característica que vale ressaltar sobre o carregador é que ele vem acompanhado de um cabo do USB-C para USB-C. Logo, o adaptador de tomada também tem entrada USB-C. Essa característica acaba dificultando caso você queira carregar o aparelho no computador, em uma porta USB-A tradicional, por exemplo.

Galaxy M62 com foco nas entradas USB-C e para fone de ouvido.
A entrada do Galaxy M62 é do tipo USB-C (Foto: Aline Batista)

Desempenho

O Samsung Galaxy M62 vem com o processador Exynos 9825, o mesmo usado no Galaxy Note 10, modelo lançado em 2019. Você deve estar se perguntando se um processador de dois anos atrás dá conta das tarefas de hoje em dia com eficiência. A resposta é sim. Aliás, a Samsung fez uma boa escolha ao adotar um processador de um top de linha mais antigo no seu novo intermediário.

O chipset trabalha com 8 GB de memória RAM, valor suficiente para executar diferentes tarefas sem travamento. Nesse sentido, houve uma melhora em relação ao M51, que tem 6 GB de memória RAM.

Em nossos testes, o smartphone rodou diversos aplicativos com facilidade e sem apresentar lentidão, desde os tradicionais apps de redes sociais e streaming até jogos mais pesados, como Asphalt 9. Nesse último caso, vale mencionar que o M62 esquentou um pouco durante o jogo, mas não foi nada que tenha deixado a experiência ruim. O aparelho também lidou com multitarefas de forma eficaz.

Além do ótimo desempenho, o Samsung M62 também se destaca pelo armazenamento. O celular oferece 128 GB, assim como o M51. Essa quantidade é suficiente para armazenar diversos aplicativos e arquivos e deve ser suficiente para a maioria dos usuários. De qualquer forma, se você precisar de mais espaço, o smartphone ainda aceita cartão microSD de até 1 TB.

Um dos pontos negativos do smartphone é o áudio mono. Ele não chega a ser ruim e dá para ouvir músicas ou assistir a filmes com um bom volume. No entanto, a falta de áudio estéreo decepciona, principalmente, por se tratar de um aparelho intermediário premium. Considerando a faixa de preço, seria interessante que ele tivesse o recurso.

Em relação à conectividade, o Galaxy M62 é bem completo e tem até NFC. A funcionalidade permite que o smartphone seja compatível com o Samsung Pay, para pagamentos por aproximação, o que tem sido muito útil durante esse período de pandemia. Esse é o primeiro modelo da linha M a vir com o recurso. Além disso, o celular conta com Bluetooth 5.0, Wi-Fi, 4G, 3G e GPS.

Por outro lado, falta a compatibilidade com 5G. Embora esse tipo de internet móvel ainda não esteja disponível no Brasil, já vemos diversos modelos de intermediários com o recurso, como o Galaxy A32 5G e o Galaxy A52 5G, da própria Samsung. Pensando a longo prazo, seria legal que o dono do M62 tivesse acesso a essa conexão logo que ela começasse a funcionar por aqui.

Falando de sistema operacional, o Galaxy M62 roda Android 11, versão mais recente até então. Como de costume, a Samsung utiliza uma interface personalizada, a One UI 3.1. Com ela, o usuário tem acesso a alguns recursos extras, como o app Game Launher, que reúne todo seu histórico de jogos, e a assistente virtual Bixby.

A fabricante se compromete com duas atualizações de Android e quatro anos de updates de segurança. Por falar em segurança, o smartphone conta com a plataforma Samsung Knox. O recurso exclusivo da Samsung oferece diversas camadas de proteção, a nível de hardware e software, para proteger o usuário de malwares e outras ameaças.

Galaxy M62: preço e custo-benefício

Galaxy M62 apoiado sobre sua caixa.
Descubra abaixo se o Galaxy M62 tem um bom custo-benefício (Foto:)

Chegamos no principal ponto para ter certeza de que o M62 vale a pena ou não. O smartphone foi lançado pela Samsung no início de agosto. O modelo tem preço oficial de R$ 3.499, mas a fabricante fez uma promoção de lançamento, deixando o aparelho mais barato até o dia 32 de agosto. Quem adquirir o smartphone nesse período vai pagar R$ 2.499.

Aqui no nosso site, já é possível encontrar o aparelho com valores até mais baixos, na faixa de R$ 2.200. No entanto, não há como saber se, de fato, vai haver um aumento após o período da promoção.

Dito isso, vamos avaliar o custo-benefício do Galaxy M62. Como vimos, apesar de trazer poucas mudanças em relação ao M51, o smartphone tem um excelente conjunto: ótima bateria, desempenho eficiente, tela de qualidade e câmera versáteis. Entretanto, o aparelho peca em pequenos detalhes, considerando que se trata de um intermediário premium. Alguns exemplos são a falta de certificação IP, o áudio mono, a tela com taxa de atualização de 60 Hz, a ausência de compatibilidade com 5G e o sensor de impressões digitais na lateral.

Essas características não são essenciais, e a falta delas não compromete o M62. No entanto, são qualidades que já estamos acostumados a ver em alguns intermediários. Se fosse um aparelho mais barato, por exemplo, esses detalhes não fariam diferença. Contudo, considerando o preço do celular, isso acaba prejudicando o custo-benefício, principalmente, se considerarmos o valor de R$ 3.499.

Por isso, nossa dica aqui é pesquisar o preço. O Galaxy M62 é um ótimo intermediário. Então, se você encontrá-lo por até R$ 2.200, podemos afirmar que a compra vale a pena. Por outro lado, se você achar valores acima disso, vale aguardar um pouco para adquirir o produto ou até mesmo verificar outras opções. O Galaxy A72, por exemplo, foi citado diversas vezes neste review e é um modelo de intermediário premium com ótimas especificações e preço mais em conta.

Por fim, vale lembrar que a linha Galaxy M é voltada para o e-commerce. Por isso, você só encontrará o Galaxy M62 para comprar na internet. Inclusive, a Samsung diz que os produtos são desenvolvidos para o consumidor mais ligado nas características internas, já que compra pela internet e não vê os aparelho fisicamente. Nesse sentido, podemos dizer que o M62 manda muito bem na ficha técnica.

Acessórios disponíveis

Para quem gosta de ouvir música no celular, um acessório indispensável para o Galaxy M62 é o fone de ouvido. Como a fabricante não envia o item na caixa, você precisará comprá-lo separadamente. Por isso, separamos algumas opções de bons fones de ouvido. Se quiser conferir outros modelos, vale dar uma olhada na nossa lista de melhores fones sem fio de 2021 e na seleção de melhores fones para usar no celular.

O Galax Buds Pro é um modelo premium da Samsung, que oferece áudio de ótima qualidade e recursos extras, como cancelamento de ruído e modo ambiente. Já o Galaxy Buds Live é uma opção com design diferenciado, com encaixe perfeito e som equilibrado. Por serem da própria Samsung, os modelos têm ótima integração com os smartphones da marca. Assim, são boas opções para usar com o Galaxy M62.

Aproveite para conferir o review do Galaxy Buds Pro e as nossas impressões do Galaxy Buds Live.

Por outro lado, se você prefere um fone mais barato, existem outras opções tão boas quanto. O Redmi AirDots 3 é o modelo mais recente da Xiaomi, com bons graves e custo-benefício interessante. Outra sugestão é o JBL T110, um dos fones com fio mais populares e com preço acessível. Já para quem prefere headphones, a dica é conferir a lista de melhores headphones Bluetooth de 2021.

Outros acessórios que sempre recomendamos para smartphones são uma capinha e uma película. Eles ajudam a proteger o aparelho de possíveis arranhões e outros danos. Por isso, são praticamente essenciais. Confira ofertas de película e preços de capa para o Galaxy M62. Aproveite para ver também este artigo com outros acessórios para usar no celular.

Produtos similares

Como já dissemos, o Galaxy M62 é um ótimo celular intermediário. Entretanto seu preço alto de lançamento pode acabar comprometendo o custo-benefício. Por isso, também selecionamos outras opções de intermediários com boa ficha técnica para você conferir.

Começamos pelo Galaxy M51, que ainda é um bom smartphone. O modelo tem os mesmos 7.000 mAh de bateria, conjunto de câmera quádrupla e tela de 6,7 polegadas Full HD+, assim como o M62. Sua ficha técnica também inclui processador Snapdragon 730 e memória RAM de 6 GB, que garantem bom desempenho. Com o lançamento do Galaxy M62, a tendência é que o M51 tenha uma queda de preço. Por isso, a compra se torna mais atraente. Para conhecer outros detalhes, confira o review do Galaxy M51.

Outro intermediário da Samsung com ótima ficha técnica é o Galaxy A72. Não foi à toa que ele foi citado diversas vezes neste review. O modelo traz também traz tela Full HD+ de 6,7 polegadas, câmera quádrupla de até 64 MP e memória interna de 128 GB. Além disso, o smartphone tem diversos diferenciais em relação ao M62, como certificação IP67, taxa de atualização de 90 Hz, som estéreo e leitor de digitais sob o display, por exemplo.

As principais diferenças, porém, estão na bateria de 5.000 mAh, na memória RAM de 6 GB e no processador Snapdragon 720G. De qualquer forma, como seu preço é menor, pode ser uma boa opção também. Veja outros detalhes na análise de ficha técnica do Galaxy A72.

Entre os intermediários de outras marcas, temos o Redmi Note 10 Pro como um destaque. O smartphone da Xiaomi traz ótima ficha técnica, incluindo câmera traseira quádrupla com sensor principal de 108 MP. Ele também tem tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz e 6 GB de memória RAM. Conheça a ficha técnica do Redmi Note 10 Pro em detalhes.

Outro modelo interessante entre os intermediários com funções premium é o Moto G60. O aparelho da Motorola tem bateria poderosa, de 6.000 mAh, câmera tripla de 108 MP e tela com taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, conta com processador Snapdragon 732 G, memória RAM de 6 GB e armazenamento de 128 GB. Saiba tudo sobre o modelo no review do Moto G60.

Dependendo do valor que você está disposto a gastar, dá para considerar ainda algum top de linha. O Galaxy S21 de 128 GB, por exemplo, já custa menos de R$ 4.000 e tem ficha técnica superior à do Galaxy M62.

Se você quiser conhecer outros modelos, vale conferir nossa lista com os melhores celulares de 2021. Para quem quer economizar, a dica é conhecer os melhores intermediários e os smartphones com melhor custo-benefício.

Conclusão

Em uma escala de 5 a 10 (onde 5 representa aparelhos medíocres, em que não vale a pena investir, e 10 significa um ótimo celular, sem pontos negativos), nossa nota final para oGalaxy M62 é 9. Nessa gradação, encontram-se os melhores modelos, com bom desempenho e poucos problemas. Dependendo das características que você procura em um smartphone e do quanto está disposto a pagar, consideramos que produto vale a pena.

O Samsung M62 é um ótimo intermediário e apresenta um conjunto bem completo. Seus pontos negativos são poucos e não ofuscam todas as qualidades do smartphone. O principal problema, por enquanto, é o preço, visto que o valor de lançamento é um pouco alto para os padrões dos intermediários atuais. No entanto, se você conseguir ofertas abaixo de R$ 2.200, a compra vale a pena.

Aproveite para conferir outros reviews de aparelhos da Samsung que nós testamos: