Parte traseira do Notebook Samsung Book X50 com selo branco "Testamos: Avaliado por Especialistas"

Samsung Book X50 confunde com peças premium e básicas no mesmo pacote

Notebook Samsung Book X50 traz peças premium e básicas no mesmo computador, o que o torna um desperdício de performance

Filipe SallesRedator

Publicado e atualizado 11 min. de leitura.

Compartilhe:

O Samsung Book X50 é o mais potente da linha de intermediários da Samsung. Portando processador Intel Core i7 de 10ª geração, ele foi construído para quem precisa de boa performance em programas mais pesados ou no trabalho do dia a dia. No entanto, ele acaba perdendo essa performance por não atualizar o armazenamento em HD para um SSD.

Ilustração mostrando Samsung Book X50 à esquerda e nota 7,0 escrita à direita

Por conta disso, o computador possui especificações que contam tanto com componentes avançados quanto intermediários e básicos. O problema com isso é que existe o grande risco das peças menos potentes acabarem puxando a performance do computador para baixo. É exatamente o que acontece com o Samsung X50.

Tempos de carregamento de programas e jogos ou ligar o computador são processos mais lentos do que o esperado. Afinal, esse é em um computador que se posiciona entre os intermediários e avançados. Apesar de ter uma placa gráfica capaz de rodar alguns jogos como Fortnite e Hades, os gráficos são HD.

Para jogar em Full HD, apenas plugando o note na televisão ou comprando um monitor para usar de segunda tela. Mas vale lembrar que a configuração de placa de vídeo dele não será capaz de rodar jogos mais pesados.

Um dos destaques desse modelo são as portas para trocar ou instalar mais armazenamento e memória RAM. Essas melhorias podem ser feitas sem quebrar a garantia do notebook. Da mesma maneira que acontece no modelo básico Samsung Book E30 que avaliei aqui.

Antes de começar, é importante mencionar que nosso processo de avaliação é transparente e você pode conferir quais são os critérios que adotamos ao analisar produtos. Sendo assim, confira aqui como avaliamos notebooks no site!

Prós e contras do Samsung X50

Ilustração mostrando prós e contras do Samsung X50

Prós

A vantagem óbvia do Samsung Book X50 é seu processador Intel Core i7 de 10ª geração. Apesar de ser um processador voltado a notebook e não estar entre as versões mais potentes do i7, ele é o suficiente para rodar quase todo tipo de programa ou jogo. Na verdade, se dependesse apenas do processador, seria possível rodar todo tipo de aplicação.

A outra vantagem é a mesma que presenciamos no Book X30 e X40 da Samsung, que também já avaliamos no site. Se trata das portas inferiores, que possibilitam fazer o upgrade tanto do armazenamento quanto da memória RAM. Lembrando que isso acontece sem sacrificar a garantia do notebook.

Além disso, o trackpad e o teclado possuem boa construção. O note conta com teclado numérico, o que auxilia bastante ao se trabalhar com números. Fechando a lista de prós, vale mencionar a conectividade com aparelhos móveis da Samsung.

Contras

Enquanto o processador é a maior vantagem do Samsung Book X50, o conjunto da obra acaba sendo um contra. O processador i7 é visto frequentemente em computadores premium, enquanto a memória de 8GB costuma estar em bons notebooks custo-benefício. Porém, o HD costuma estar presente nas opções básicas.

Ou seja, as especificações do notebook não conversam bem entre si e acabam resultando em um computador com potencial perdido. Vale mencionar aqui também a tela com resolução 720p. Apesar de presente em todos os notebooks dessa linha, um computador com placa de vídeo dedicada capaz de rodar jogos e programas pesados deveria ao menos ter uma tela Full HD.

Nossa maior crítica ao modelo é a presença de um HD de 1TB, ao invés de um SSD de 256GB. Esses equipamentos costumam ter preços equivalentes. Por mais que seja possível comprar um SSD para complementar, o ideal seria um SSD de fábrica. Assim, o notebook aproveitaria melhor o potencial das outras peças, no lugar de um equipamento que derruba a performance.

O que vem na caixa?

Caixa do notebook Samsung Book X50
  • Notebook Samsung Book X50
  • Fonte
  • Cabo de força
  • Manual do usuário e termo de garantia

Design e construção

Notebook Samsung X50 ligado sobre mesa preta
O Samsung X50 mantém as mesmas características físicas dos notebooks da mesma linha

O design e construção do Samsung Book X50 é o mesmo dos outros modelos de sua linha. Isso significa que ele é vendido na cor prata, sendo também fino e leve. Uma boa alternativa para quem precisa levar o notebook para trabalhar fora de casa.

Claro, ele não é tão portátil quanto os notebooks ultrafinos que já mostramos aqui. De resto, o notebook é clean, contando apenas com as portas inferiores para instalar mais armazenamento ou memória RAM.

Trackpad, teclado e webcam

O conjunto de trackpad, teclado e webcam, usado para trabalho, não muda entre os modelos dessa linha. Ou seja, todos os notebooks dessa linha são iguais nessa parte do design.

Isso acaba por ser uma vantagem, já que o trackpad do notebook Samsung X50 é responsivo e fácil de usar. O teclado, com botões maiores que os de outros notebooks, também oferece bom feedback tátil e menor chance de errar teclas. Ele vem com teclado numérico, ideal para quem trabalha com números e precisa usá-los a maior parte do tempo.

A webcam também não traz grandes destaques, sendo capaz de transmitir sua imagem na resolução HD de 720p, a mesma da tela.

Portas de SSD e memória RAM

Portas traseiras do notebook Samsung Book X50
As portas inferiores possibilitam o upgrade fácil e sem perder a garantia do notebook Samsung X50

Uma das melhores características dos notebooks da Samsung são essas portas. A ausência delas nos computadores de outras marcas tornam o upgrade mais trabalhoso, além de não poder ser feito até que o período da garantia acabe.

No Samsung Book X50, você pode aproveitar essas portas inferiores para trocar de HD, instalar um SSD M.2 com NVMe adicional e trocar ou adicionar mais memória RAM. Isso sem que você precise abrir o notebook completamente e perder a garantia do aparelho.

Ou seja, se você tem um SSD sobrando, é provável que consiga melhorar a performance do computador de primeira. Ou, caso decida comprar o Samsung X50, pode querer adquirir um dos melhores SSDs de 2021.

Tela

Um dos principais pontos negativos da linha Book X, a tela de 720p não faz sentido nem no Book X30. Ou seja, faz ainda menos sentido quando falamos no Samsung X50. Com melhor performance e placa de vídeo dedicada que permite aproveitar alguns jogos leves, uma tela em Full HD é essencial.

Basicamente, a tela possibilita que você veja vídeos e jogue no máximo em 720p, que é a resolução HD convencional. Isso significa que não dá para aproveitar gráficos melhores em seus jogos favoritos.

Além disso, a tela do Samsung Book X50 conta com painel TN. Apesar de baratear o custo do computador, esse tipo de painel conta com baixa fidelidade de cores. Além disso, ele exige que fique de frente para o notebook para que consiga enxergar a imagem sem distorção. Basta olhar para a tela em um ângulo diferente para que as cores comecem a se perder.

Conectividade

Portas de conexão do notebook
Não faltam conexões no Samsung Book X50, o que o torna um computador versátil e capaz de receber diversos periféricos

Apesar dos problemas com a tela que mencionei anteriormente, a conectividade do Samsung Book X50 é uma das melhores. Contando com portas USB-A e USB-C para usar periféricos nos diferentes padrões, ele também tem porta Ethernet para conexões cabeadas de internet e uma entrada HDMI. Com ela, você consegue transferir a imagem do note para uma tela Full HD. Aí conseguirá aproveitar melhor jogos, filmes ou séries.

Além deles, vale mencionar a possibilidade de conectar periféricos sem fio por meio do Bluetooth. Se você tem aparelhos Samsung Galaxy, você pode usar os aplicativos Samsung Flow e Samsung Dex para trocar arquivos facilmente entre eles.

Celulares e tablets mais recentes também podem ser espelhados por meio do Samsung Dex. Isso te permite trabalhar sem ter de ficar olhando para as notificações do celular, já que elas aparecem na tela do próprio notebook.

Desempenho

Para trabalho e estudo

Posso dizer que meu começo com o Samsung X50 não foi dos melhores, já que o HD proporcionou um bom tempo de espera ao ligá-lo. Talvez seja o costume de lidar com notebooks com SSD, como o Galaxy Book S e o MacBook Air M1 que avaliamos aqui.

Por outro lado, exigir que esse notebook tenha SSD ao invés de um HD não é demais, considerando as especificações dele. Se ele fosse um notebook básico, como o Samsung Book X30 ou o E30, isso não seria um problema. Afinal, o foco desses computadores é ser econômico, para quem não pode gastar muito.

Em um computador que custa cerca de R$ 5.000, no entanto, pareceu uma tentativa de economizar que não faz sentido. Afinal de contas, um HD de 1TB tem preço parecido a um SSD de 256GB. Você mesmo pode conferir isso vendo nossas páginas de busca para SSD 256GB e HD 1TB, por exemplo.

Por outro lado, após o início lento, o Samsung Book X50 lidou bem com softwares leves para trabalho no dia a dia. Foram poucos os momentos nos quais encarei lentidão ao longo do trabalho. Sendo assim, a lentidão de iniciar acaba sendo uma barreira no primeiro momento, mas o processador e memória RAM conseguem lidar com as tarefas mais comuns sem problema algum.

Para o lazer

O único tipo de lazer em um computador que exige de suas peças é jogar. Além disso, é bem comum procurar computadores com esse objetivo em mente. Não à toa temos listas de notebooks gamers para cumprir esse objetivo.

Por isso, é importante entender que o Samsung Book X50 não é um notebook voltado para jogos. Ainda assim, por contar com uma placa de vídeo dedicada — entenda a diferença entre placa integrada e dedicada aqui —, saber quais jogos ela pode rodar e o quão bem eles rodam é importante.

Para esse teste, usamos três jogos com exigências e que apelam a um público diferente. São eles:

  • Fortnite: um dos jogos multiplayer mais populares da atualidade.
  • Hades: Considerado o melhor jogo indie de 2020, esse jogo independente tem exigências mais brandas, mesmo sendo excelente.
  • Forza Horizon 4: o jogo de corrida dos consoles Xbox também está disponível para PC e pode reproduzir gráficos incríveis, mas exige bastante do hardware do computador.
Ilustração promocional do jogo Fortnite, mostrando personagens se deparando com uma imensa nave espacial
Você não terá excelentes gráficos, mas conseguirá aproveitar Fortnite sem problemas no Samsung Book X50 (Fonte: Divulgação/Epic Games)

Vale mencionar também que a tela do Samsung Book X50 é capaz de exibir resolução máxima de 1366 x 768 pixels (HD). Além disso, sua frequência de 60Hz. Isso significa que ele reproduz até 60 quadros por segundo. Saiba mais sobre o que significa FPS em jogos aqui.

Comecei por Fortnite, que rodou bem nas configurações gráficas básicas. Elas são o máximo que a tela do Samsung Book X50 consegue reproduzir. Ao longo das partidas, a taxa de quadros ficou entre os 30 a 40FPS, o que é aceitável para jogar sem gargalos.

Já Hades teve ótima performance, batendo acima dos 100 FPS a todo o momento mesmo quando estive em batalhas com muitos elementos ao mesmo tempo. Porém, vale lembrar que a tela do Book X50 tem frequência de 60Hz, exibindo apenas 60FPS.

Para conseguir visualizar esse nível de quadros por segundo, você terá de investir em monitor. Este AOC 24G2 que avaliamos é um bom exemplo, além dos modelos dessa lista com os melhores monitores gamers baratos.

Forza Horizon 4 era um jogo que iniciei já sabendo que ficaria muito aquém do que ele pode oferecer. Ao começá-lo, o próprio game faz um teste automático de performance para detectar as configurações técnicas iniciais. Nesse teste, que simulava uma corrida em cenários do jogo, ele apontou média de quadros entre 23 a 25FPS.

Como 30FPS é o mínimo aceitável para jogar, reduzi ainda mais as configurações do game e testei novamente. Ao fazer isso, consegui alcançar cerca de 30FPS em trechos limpos, mas partes de rally já ficaram abaixo.

Captura de tela do teste de desempenho feito pelo jogo Forza Horizon 4
Resultado do teste de performance que o Forza Horizon 4 fez no Samsung Book X50 (Fonte: Reprodução/Forza Horizon 4)

É possível jogar o game, mas com gráficos que beiram os do Xbox 360 e com lentidão em trechos com mais elementos. Exatamente o contrário da proposta do game.

Ou seja, o Samsung Book X50 lidará bem com os principais jogos multiplayer, além da maioria dos jogos indie cujo foco não sejam gráficos pesados. Games mais exigentes, no entanto, não rodarão bem aqui.

Autonomia de bateria

A autonomia de bateria do Samsung Book X50 não é um destaque, já que o notebook dura poucas horas até exigir que ele seja conectado à energia. No meu teste, fiquei trabalhando por 3 horas e 10 minutos. Ao bater esse tempo, o notebook entrou em modo de energia.

Em 3 horas e 37 minutos, o notebook exigiu que o conectasse à energia para continuar trabalhando. Ou seja, você consegue trabalhar com ele de forma autônoma apenas por meio período.

Custo-benefício

Será que o Samsung Book X50 representa um bom custo-benefício? Ele é um dos poucos notebooks que custam por volta de R$ 5.000, mas contam com processador Intel Core i7 de 10ª geração. Por outro lado, isso não significa um ganho em velocidade, já que o HD acaba o derrubando.

Nesse sentido, pode ser melhor ter um notebook i5 de mesma geração com um SSD, por exemplo. Ou até mesmo o Samsung Book X40 que avaliamos, que custa por volta de R$ 1.000 a menos. Afinal, a única diferença entre eles é o uso do processador i5, mas mantendo o mesmo HD, memória RAM e placa de vídeo.

Isso significa que tudo o que roda no Samsung Book X50 rodará no X40 sem problemas. No máximo, uma perda mínima de desempenho. Alternativamente, existem notebooks para jogos que estão na mesma faixa de preço do X50, oferecendo configurações melhores.

Mesmo que o seu objetivo seja trabalhar, o Samsung Book X50 só vence desses notebooks gamers baratos no processador. Por outro lado, a placa de vídeo dedicada e a tela desses modelos é consideravelmente melhor que o do X50. Isso te possibilita aproveitar jogos como o próprio Forza Horizon 4.

Por isso, minha recomendação em relação ao custo-benefício do Samsung Book X50 é que é muito melhor gastar menos e levar o X40. Ou investir em um notebook gamer básico, que está na mesma faixa de preço do notebook da Samsung.

Produtos similares

Samsung Book X40

Como já mencionei na seção anterior, a melhor alternativa ao Samsung Book X50 é o X40. Com as mesmas características do modelo, sua única diferença é o uso do processador Intel Core i5 de 10ª geração.

Apesar da perda na performance, o notebook custa bem menos que o modelo que avaliei aqui. Como a experiência não é muito diferente entre eles, compensa levar o modelo mais barato.

Acer Aspire 5

Esse modelo do Acer Aspire 5 é uma alternativa de notebook intermediário que vai atender melhor quem precisa de um notebook para trabalhar. Apesar de também contar com um processador inferior, a fabricante fez a escolha certa em trocar o HD por um SSD de 256GB, que te dará mais velocidade.

Claro que também há a perda das portas fáceis para upgrade, te mantendo preso à essas configurações pelo menos até a garantia acabar. O Acer Aspire 5 também conta com placa gráfica GeForce MX250, de performance parecida à MX110 do Samsung Book X50. Ou seja, sua performance será a mesma nos jogos que citamos aqui.

2AM E550

Como recomendei na seção de custo-benefício, um notebook gamer pode ser uma opção melhor para quem quer aproveitar uma boa configuração para trabalhar e jogar. Entre os modelos básicos de notebooks dessa categoria, o E550 da 2AM é a melhor opção.

Com preço parecido ao do Samsung Book X50, ele traz processador i5 de nona geração, que ainda é uma boa alternativa para jogos. Além disso, sua placa de vídeo é a GeForce GTX 1050, bem melhor que a MX 110 do notebook avaliado e capaz de rodar alguns jogos mais exigentes.

Ficha técnica

Ficha técnica do Samsung Book X50

Conclusão

Apesar de ter boas configurações, é impossível dar uma nota acima de 7 para o Samsung Book X50. Ao colocar um processador premium junto à componentes intermediários e até básicos, a performance do computador acaba sendo puxada para baixo.

Ou seja, você tem um processador do qual não conseguirá tirar o máximo de proveito. Nesse sentido e nessa faixa de preço, o melhor seria ter um processador i5, contanto que o HD fosse trocado por um SSD.

Ao não fazer isso, o Samsung Book X50 perdeu todo o seu custo-benefício, já que para aumentar a velocidade do computador, você precisará gastar mais em um SSD para realmente aproveitar o que o notebook pode oferecer.